Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2016 > 02 > Governo divulgará na quarta-feira relação de autoridades e cidades a serem visitadas em mobilização contra o Aedes

Governo

Governo divulgará na quarta-feira relação de autoridades e cidades a serem visitadas em mobilização contra o Aedes

"Dia D"

Ministros vão participar de eventos organizados pelos prefeitos, como limpeza urbana e atividades educativas
por Portal Brasil publicado: 08/02/2016 11h41 última modificação: 08/02/2016 13h28

A Casa Civil da Presidência da República divulgará na quarta-feira (10) a relação dos ministros e dirigentes de empresas públicas, autarquias e fundações federais que participarão da mobilização nacional de combate ao mosquito Aedes aegypti do dia 13 de fevereiro e as cidades às quais irão.

Serão cerca de 160 autoridades que visitarão salas estaduais e municipais de coordenação e controle para o enfrentamento ao mosquito, transmissor da dengue, da febre chinkungunya e do zika vírus, relacionado à microcefalia.

Ministros e dirigentes dessas empresas vão participar de eventos organizados pelos prefeitos, como limpeza urbana e atividades educativas. Também estão previstas visitas a residências com foco, junto com agentes de saúde ou militares.

Munidos de larvicidas, as autoridades devem ir a locais onde possa haver criadouro do mosquito - ou seja, água parada, ambiente propício para a proliferação.

O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, abrirá a campanha em Salvador (BA). Cada ministro ou dirigente de empresa pública escolheu as cidades que visitarão.

Na mobilização nacional do dia 13, 220 mil homens e mulheres das Forças Armadas vão deflagrar uma ação de conscientização e orientação à população para o combate ao mosquito.

Fonte: Casa Civil PR

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Conheça do GovData
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
TáxiGov: saiba como pedir uma corrida
Serviço deve ser solicitado pelo site taxigov.gov.br
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
Conheça do GovData
Serviço deve ser solicitado pelo site taxigov.gov.br
TáxiGov: saiba como pedir uma corrida

Últimas imagens

Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Foto: Beto Barata/PR
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Marcos Santos/USP Imagens
Atualmente, o total de servidores é de 634.255
Atualmente, o total de servidores é de 634.255
Junior Silgueiro/Governo de Mato Grosso
Prorrogação será contada a partir do fim do prazo da concessão ou autorização
Prorrogação será contada a partir do fim do prazo da concessão ou autorização
Arquivo/Agência Brasil
Porto de Paranaguá é o segundo maior terminal de contêineres do Brasil
Porto de Paranaguá é o segundo maior terminal de contêineres do Brasil
Arquivo/Portos do Paraná
Aulas irão abordar a importância de se adaptar portais para pessoas com deficiência
Aulas irão abordar a importância de se adaptar portais para pessoas com deficiência
Marcos Santos/USP Imagens
Curso vai apresentar noções básicas e também os fundamentos legais do orçamento público
Curso vai apresentar noções básicas e também os fundamentos legais do orçamento público
Divulgação/EBC
Projeto representa cidadania para a população beneficiada, afirma Helder Barbalho
Projeto representa cidadania para a população beneficiada, afirma Helder Barbalho
Ed Ferreira/Ministério da Integração

Suspensão deve-se ao não cumprimento de tratados firmados no momento de adesão ao bloco
Suspensão deve-se ao não cumprimento de tratados firmados no momento de adesão ao bloco
Divulgação/Itamaraty
Parte da reserva emergencial estabelecida pelo Decreto já foi utilizada para atender ministérios
Parte da reserva emergencial estabelecida pelo Decreto já foi utilizada para atender ministérios
Foto: Marcos Corrêa/PR

Governo digital