Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2016 > 03 > Mercadante nega tentativa de impedir delação e isenta Dilma

Governo

Mercadante nega tentativa de impedir delação e isenta Dilma

Entrevista

Durante coletiva, ministro disse que trechos da gravação foram omitidos e que gesto de procurar assessor foi pessoal e motivado por solidariedade
por Portal Brasil publicado: 15/03/2016 19h00 última modificação: 16/03/2016 15h00

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou, nesta terça-feira (15), em entrevista coletiva na sede do ministério, que não tentou impedir o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) de firmar acordo de delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato. O ministro disse ainda que agiu de forma “política e pessoal” e isentou a presidenta Dilma Rousseff (PT) de qualquer responsabilidade na conversa que teve com o assessor do parlamentar, cuja gravação foi entregue à PGR nesta terça-feira (15).

“A presidenta não tem nenhuma responsabilidade nem ninguém do governo. Já disse e reafirmo: a responsabilidade é inteiramente minha. Eu estou encaminhando ao Procurador-Geral da República [Rodrigo Janot], ao presidente do Supremo [Ricardo Lewandowski] a minha total disposição de esclarecer o que for necessário em relação a esse episódio.[…] Não se discute uma questão de governo [na conversa com o assessor de Delcídio]”, disse o ministro.

Mercadante disse também que o gesto de procurar o assessor foi pessoal e motivado por solidariedade. Ele alegou ainda que trechos específicos da conversa foram divulgados, enquanto outros foram omitidos. “É absolutamente nítido, mesmo toda a tentativa do assessor de me induzir a algumas questões como essa [impedir delação], eu fui muito firme em deixar claro que era um direito dele e que não ia ter qualquer interferência e que isto não era objeto da minha preocupação. […] Qual era o objeto da minha preocupação? O objeto foi que eu vi uma campanha brutal na internet contra as filhas dele, isso me sensibilizou, uma pessoa que eu convivi por 13 anos, e eu chamei o assessor dele para dizer: 'Eu estou aqui para fazer um gesto pessoal de solidariedade'."

Fonte: Portal Brasil, com informações do Blog do Planalto

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Conheça do GovData
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
TáxiGov: saiba como pedir uma corrida
Serviço deve ser solicitado pelo site taxigov.gov.br
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
Conheça do GovData
Serviço deve ser solicitado pelo site taxigov.gov.br
TáxiGov: saiba como pedir uma corrida

Últimas imagens

Programa torna mais fácil e rápido processos como emissão de documentos, marcação de consultas pelo SUS e pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias
Programa torna mais fácil e rápido processos como emissão de documentos, marcação de consultas pelo SUS e pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília
Obras deverão ser em melhorias como iluminação e saneamento básico
Obras deverão ser em melhorias como iluminação e saneamento básico
Alexandre Lombardi/Pref. de Sorocaba (SP)
Criado em 1º de outubro de 1862, documento que registra atos do governo estará disponível apenas pela internet, no Portal da Imprensa Nacional, a partir de 30 novembro
Criado em 1º de outubro de 1862, documento que registra atos do governo estará disponível apenas pela internet, no Portal da Imprensa Nacional, a partir de 30 novembro
Arquivo/Imprensa Nacional
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Foto: Beto Barata/PR
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital