Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2017 > 03 > TV Brasil passa a exibir nova programação a partir desta segunda-feira (6)

Governo

TV Brasil passa a exibir nova programação a partir desta segunda-feira (6)

Informação e entretenimento

Iniciativa faz parte da nova fase da emissora pública da EBC. Grade diversificada contará com programas jornalísticos inéditos
por Portal Brasil publicado: 06/03/2017 11h35 última modificação: 06/03/2017 12h01
Arquivo/TV Brasil Nesta segunda (6), Roseann Kennedy entrevista a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia (à esquerda)

Nesta segunda (6), Roseann Kennedy entrevista a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia (à esquerda)

A TV Brasil entra em uma nova fase nesta segunda-feira (6). A emissora pública da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que completa uma década em 2017, estreia uma programação diversificada, incluindo temáticas especiais para cada dia da semana, novas atrações e mais espaço para o jornalismo ao vivo.

A nova grade contará com programas jornalísticos inéditos, comandados por Roseann Kennedy e Adalberto Piotto. Um deles é o Cenário Econômico, que será comandado diariamente por Piotto, enquanto Roseann conduz seu novo programa de entrevistas, o Conversa com Roseann Kennedy. No programa de estreia, nesta segunda-feira (6), Roseann entrevista a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia.

Programação noturna

O horário noturno também traz novidades. Após a faixa de dramaturgia, a TV exibirá, de segunda a sexta, a partir das 21h30, uma temática especial para cada dia da semana.

Na segunda-feira, o tema é opinião. O telespectador assistirá a programas dedicados ao debate e à diversidade de visões e opiniões. Para esse dia, além do programa de Roseann Kennedy, entra no ar o Diálogo Brasil, às 22h, com mais entrevistas. A ideia é promover a ampla discussão dos grandes temas da política, da economia, da cultura e da realidade brasileira. Em seguida, às 23h, a TV exibe o CPLP – Nossa Língua, que apresenta documentários sobre cultura e sociedade nos países de língua portuguesa.

Na terça, o assunto é cultura. A TV Brasil oferece música, teatro, cinema. Do samba ao baião, dos palcos às lentes. A faixa especial, que começa às 21h30, conta com o programa Arte do Artista, com Aderbal Freire. Na sequência, às 22h, entra no ar o Samba na Gamboa, apresentado por Diogo Nogueira. E continua com séries, como a atual O Milagre de Santa Luzia, às 23h; e o programa Todas as Bossas, espaço tradicional da emissora para os melhores shows e performances culturais do País, que entra no ar à meia-noite.

Conhecimento é o tema da quarta-feira. Nesse dia, a emissora exibirá programas, em forma de ficção ou documentário, com histórias que emocionam, despertam a curiosidade e enriquecem o conhecimento sobre o mundo. Às 21h30, a TV mantém a transmissão da série infanto-juvenil A Grande Viagem. Às 22h, entra no ar o Futurando, que discute ciência, meio ambiente, tecnologia e projetos inovadores. Às 22h30, o Bom Dia, Arqueologia recebe pesquisadores, arqueólogos e outros especialistas que apresentam trabalhos sobre as descobertas e os dilemas da arqueologia no Brasil. Em seguida, às 23h, o Cine Nacional, apresentado por Priscila Rangel, destaca a produção nacional, com filmes de várias épocas e gêneros.

A noite de quinta é dedicada à realidade, com reportagens investigativas, de análise e entrevistas que discutem o País e o mundo. A série Incertezas Críticas, que vai ao ar às 21h30, analisa o mundo contemporâneo por meio de entrevistas com intelectuais como Noam Chomsky e Alain Touraine. Às 22h, o programa recordista em prêmios da TV Brasil, Caminhos da Reportagem, apresenta grandes histórias com seriedade e sensibilidade. Às 23h, o Camarote 21, produzido pela Deutsche Welle Brasil, apresenta destaques da cultura contemporânea internacional. E, às 23h30, o programa Café Filosófico discute, em uma série de encontros, os anseios e as angústias dos indivíduos na sociedade atual.

A sexta-feira é o dia de celebrar a tolerância, as diferenças e a diversidade. Às 21h30, o programa Entre Fronteiras traz sempre histórias instigantes de diferenças culturais existentes nos limites do País. Às 22h, Entre o Céu e a Terra mistura ficção e documentário para revelar, por meio da diversidade regional e cultural do Brasil, como as mais diferentes religiões se posicionam sobre temas da humanidade. Em seguida, às 23h, o Estação Plural traz, de forma leve e descontraída, entrevistas e debates sobre comportamento, com temas ligados ao universo LGBT, mas de interesse ou curiosidade geral. À meia-noite, toda a diversidade musical do Brasil é apresentada pelo História das Canções, que traça um panorama sobre a trajetória de ícones da música romântica brasileira.

 

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Conheça do GovData
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
TáxiGov: saiba como pedir uma corrida
Serviço deve ser solicitado pelo site taxigov.gov.br
Denúncias de violações de direitos humanos foram recebidas pela ouvidoria do governo federal; maioria relatou violações contra crianças e adolescentes
Ouvidoria recebe mais de 67 mil denúncias no primeiro semestre
Plataforma compartilha a análise de dados governamentais
Conheça do GovData
Serviço deve ser solicitado pelo site taxigov.gov.br
TáxiGov: saiba como pedir uma corrida

Últimas imagens

Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Presidente acompanhou o lançamento acompanhado por ministros e militares
Foto: Beto Barata/PR
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Decreto publicado em 29 de setembro define ampliação de R$ 12,660 bilhões das despesas do Executivo
Marcos Santos/USP Imagens
Ministro da Cultura afirma que governos anteriores agiram com “desmantelo” na fiscalização e prestação de contas dos projetos
Ministro da Cultura afirma que governos anteriores agiram com “desmantelo” na fiscalização e prestação de contas dos projetos

Governo digital