Você está aqui: Página Inicial > Governo > 2018 > 02 > Assembleia Legislativa autoriza Rio Grande do Sul a aderir ao Regime de Recuperação Fiscal

Governo

Assembleia Legislativa autoriza Rio Grande do Sul a aderir ao Regime de Recuperação Fiscal

Equilíbrio Financeiro

De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado, programa trará um alívio financeiro de R$ 11,3 bilhões até 2020
publicado: 08/02/2018 11h00 última modificação: 09/02/2018 17h29

Divulgação/Governo do Rio Grande do SulAssembleia Legislativa autoriza Rio Grande do Sul a aderir ao Regime de Recuperação Fiscal

O Governo do Rio Grande do Sul está autorizado a aderir ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF). Na madrugada desta quinta-feira (8), a Assembleia Legislativa do estado aprovou o projeto de lei que autoriza o governo do estado a assinar o plano com o Governo do Brasil. 

O RFF ajuda os estados com grave desequilíbrio financeiro a ajustar as contas. A adesão permite a suspensão do pagamento das parcelas da dívida com a União pelo prazo de até 36 meses, prorrogável por igual período. Segundo a Secretaria da Fazenda (Sefaz), isso trará um alívio financeiro de R$ 11,3 bilhões até 2020, além de permitir ao Estado a contratação de novos empréstimos nacionais e internacionais.  

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Governo do Rio Grande do Sul 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil