Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2010 > 08 > ANP vai vistoriar plataforma da Petrobras que teria risco de vazamento

Geral

ANP vai vistoriar plataforma da Petrobras que teria risco de vazamento

por Portal Brasil publicado: 10/08/2010 17h37 última modificação: 28/07/2014 11h37

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou nesta terça-feira (10) que fará uma vistoria na plataforma P-33, da Petrobras, baseada na Bacia de Campos, litoral norte do estado. A ANP decidiu fazer a fiscalização depois de denúncias de que a plataforma tem problemas de infraestrutura e de segurança, que podem colocar em risco os funcionários. A Marinha, que inspeciona a plataforma regularmente, fará uma nova visita à P-33 nesta quarta-feira (11).

Segundo nota divulgada pelo Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense, os funcionários dizem que a P-33, que está operando há 11 anos, encontra-se em “estado precário, tanto na área de segurança do trabalho, quanto na higiene dos locais de trabalho e descanso”. Ainda de acordo com nota do sindicato, a P-33 está “avançando para o risco de um acidente fatal”.

O sindicato afirma que um grande vazamento de gás atingiu a plataforma em maio deste ano. Em julho, houve uma explosão que não deixou feridos.

Diante das denúncias dos funcionários, a Superintendência Regional do Trabalho do Rio de Janeiro fez uma vistoria na plataforma e constatou o risco de vazamento em filtros de óleo, que, segundo os fiscais, não têm válvulas de segurança.

Os fiscais do Trabalho decidiram, então, interditar alguns equipamentos da plataforma. No entanto, a Petrobras, que afirma atender às normas do Ministério do Trabalho, conseguiu uma liminar na 2ª Vara do Trabalho de Macaé, para suspender a interdição imposta pelos fiscais. Ainda segundo a estatal, a P-33 é inspecionada por profissionais habilitados e certificada anualmente desde 1999.


Fonte:
Agência Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Lei sancionada regulamenta prorrogação de concessões em transporte
Presidente Michel Temer sancionou, com vetos, a lei que regulamenta as condições para a prorrogação de contratos de parceria na área de transportes
Setor de aviação civil está em rota de crescimento, diz ministro dos Transportes
Maurício Quintella disse que o setor está em rota de crescimento após 19 meses de quedas sucessivas na demanda por voos
Campanha busca prevenir acidentes entre caminhoneiros
Ministério do Trabalho realizou campanha Abril Verde com objetivo de impedir acidentes de trabalho em transportes terrestres
Presidente Michel Temer sancionou, com vetos, a lei que regulamenta as condições para a prorrogação de contratos de parceria na área de transportes
Lei sancionada regulamenta prorrogação de concessões em transporte
Maurício Quintella disse que o setor está em rota de crescimento após 19 meses de quedas sucessivas na demanda por voos
Setor de aviação civil está em rota de crescimento, diz ministro dos Transportes
Ministério do Trabalho realizou campanha Abril Verde com objetivo de impedir acidentes de trabalho em transportes terrestres
Campanha busca prevenir acidentes entre caminhoneiros

Últimas imagens

Condutores devem sempre respeitar os limites de velocidade e usar o cinto de segurança
Condutores devem sempre respeitar os limites de velocidade e usar o cinto de segurança
Thiago Amaral/Governo do Piauí
O recadastramento é válido somente para os veículos que vincularam o código do adesivo à placa
O recadastramento é válido somente para os veículos que vincularam o código do adesivo à placa
Diego Gurgel/Governo do Acre
Empreendimentos são compostos por apartamentos de 44,90 m² avaliados em R$ 64 mil cada
Empreendimentos são compostos por apartamentos de 44,90 m² avaliados em R$ 64 mil cada
Foto: Bruno Peres/Ministério das Cidades
Incidente não causou nenhuma vítima, e a água seguiu por um riacho até chegar ao rio Moxotó
Incidente não causou nenhuma vítima, e a água seguiu por um riacho até chegar ao rio Moxotó
Divulgação/Ministério da Integração Nacional
O edital prevê o pagamento máximo de R$ 963 mil para cada projeto aprovado
O edital prevê o pagamento máximo de R$ 963 mil para cada projeto aprovado
Foto: José Medeiros/Governo do Mato Grosso

Governo digital