Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2010 > 08 > BNDES amplia prazo para financiamento de projetos de energias alternativas

Geral

BNDES amplia prazo para financiamento de projetos de energias alternativas

por Portal Brasil publicado: 10/08/2010 09h47 última modificação: 28/07/2014 11h37
Divulgação/ Portal Educacional do Estado do Paraná Projetos de energia eólica terão mais prazo para financiamento

Projetos de energia eólica terão mais prazo para financiamento

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ampliou de 14 para 16 anos o prazo máximo de financiamentos para projetos de energia eólica, biomassa e pequenas centrais hidrelétricas (PCHs). Com a mudança, as condições de financiamento desses empreendimentos serão iguais às oferecidas a usinas hidrelétricas entre 30 MW e 1.000 MW.

O aumento do prazo faz parte dos objetivos da política energética de diversificar a matriz elevando gradualmente a inserção das fontes alternativas, que têm menor impacto ambiental e mais rápido prazo de implantação, no Sistema Integrado Nacional (SIN).


A mudança deve produzir efeitos diretos sobre os preços a serem ofertados nos leilões de fontes alternativas de energia (eólica, biomassa e PCH abaixo de 30 MW), que ocorrerão nos dias 25 e 26 de agosto. Isso porque o financiamento é contabilizado como um item de custo de implantação de uma usina. Dessa forma, melhores condições de financiamento podem significar menor tarifa final.

Fonte:
BNDES

 

Saiba mais sobre o BNDES no Portal Brasil.

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo anuncia recursos nas áreas de habitação e saneamento no Rio de Janeiro
O estado do Rio de Janeiro receberá investimentos nas áreas de habitação, contenção de encostas e saneamento
Cadastramento biométrico vai aumentar a segurança na transmissão de dados
Termo de Cooperação assinado pelo Departamento Nacional de Trânsito vai aumentar a segurança na transmissão de dados e otimizar recursos
Novas regras vão facilitar embarque e desembarque em aeroportos
Governo elabora conjunto de orientações para eliminar os obstáculos e reduzir o tempo de espera no embarque e desembarque nos aeroportos
O estado do Rio de Janeiro receberá investimentos nas áreas de habitação, contenção de encostas e saneamento
Governo anuncia recursos nas áreas de habitação e saneamento no Rio de Janeiro
Termo de Cooperação assinado pelo Departamento Nacional de Trânsito vai aumentar a segurança na transmissão de dados e otimizar recursos
Cadastramento biométrico vai aumentar a segurança na transmissão de dados
Governo elabora conjunto de orientações para eliminar os obstáculos e reduzir o tempo de espera no embarque e desembarque nos aeroportos
Novas regras vão facilitar embarque e desembarque em aeroportos

Últimas imagens

Cerca de 2 mil pessoas foram beneficiadas com a entrega das unidades habitacionais, avaliadas em R$ 56 mil cada. O empreendimento custou, no total, R$ 28,2 milhões
Cerca de 2 mil pessoas foram beneficiadas com a entrega das unidades habitacionais, avaliadas em R$ 56 mil cada. O empreendimento custou, no total, R$ 28,2 milhões
Foto: Bruno Peres/Ministério das Cidades
Em 2016, foram transportadas 84,6 milhões de toneladas de cargas pelas hidrovias interiores
Em 2016, foram transportadas 84,6 milhões de toneladas de cargas pelas hidrovias interiores
Danilo Borges/Ministério dos Transportes
Segundo ministro, até o fim do primeiro semestre de 2018, as águas estarão na última estrutura do Eixo Norte
Segundo ministro, até o fim do primeiro semestre de 2018, as águas estarão na última estrutura do Eixo Norte
Arquivo/PAC
A previsão para o ano de 2017 é de que a demanda total de energia deve crescer cerca de 1,5%
A previsão para o ano de 2017 é de que a demanda total de energia deve crescer cerca de 1,5%
Foto: Vanderlei Tacchio/Eletrosul

Governo digital