Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2011 > 03 > Brasil e Reino Unido iniciam diálogo sobre futuro da energia

Infraestrutura

Brasil e Reino Unido iniciam diálogo sobre futuro da energia

por Portal Brasil publicado: 23/03/2011 15h49 última modificação: 28/07/2014 13h02

Os secretários de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia (MME), Marco Antônio Almeida, e do Planejamento Energético do MME, Altino Ventura, e o diretor-geral do Departamento de Energia e Mudança Climática, Will Cavendish, lançaram na terça-feira (22), em Brasília, o Diálogo de Alto Nível sobre Energia Brasil-Reino Unido. A iniciativa dá continuidade ao Memorando de Entendimento entre o Brasil e o Reino Unido na área de energia, assinado em 2006. 

Na primeira reunião realizada, os debates estiveram voltados para as áreas de petróleo e gás, energia de baixo teor de carbono, biocombustíveis e eficiência energética. No setor de petróleo e gás, os dois países concordaram em trabalhar bilateralmente e nas instâncias internacionais de energia para troca de informações, contribuindo para uma maior transparência e estabilidade nos mercados globais. 

Outro ponto importante do encontro foi o setor de tecnologia. A transferência de tecnologia, em particular no que respeita à tecnologia de captura e armazenamento de carbono associado à extração de petróleo e gás, foi um dos assuntos debatidos. Ambas as nações concordam com a importância da preparação para um futuro de baixo carbono. “É importante aproveitar essas oportunidades, partindo da cooperação bilateral já existente, para desenvolver esse setor de forma sustentável e combater os efeitos danosos da mudança climática”, afirmou Marco Antônio. 

O Reino Unido reconheceu o papel do Brasil como o principal exportador mundial de etanol e como um país bem posicionado para aumentar a produção de biocombustíveis. Os dois lados esperam que a bioenergia desempenhe um papel importante para assegurar a segurança energética e a redução das emissões de carbono. Contudo, para estabelecer um mercado global de biocombustíveis, um conjunto de normas de sustentabilidade aceitas internacionalmente precisa ser estabelecido, acreditam os representantes dos dois governos, Marco Antonio Almeida e Will Cavendish. 

A próxima reunião do Diálogo de Alto Nível sobre Energia Brasil-Reino Unido será realizada no Reino Unido, no início de 2012. 

 

Fonte:
Ministério de Minas e Energia

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu

Últimas imagens

Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Divulgação/Codevasf
MI também garantiu a Cruzeiro do Sul (AC) o atendimento da população atingida com kits de ajuda humanitária
MI também garantiu a Cruzeiro do Sul (AC) o atendimento da população atingida com kits de ajuda humanitária
Divulgação/MI
Campos marítimos produziram 94,5% do petróleo e 76,9% do gás natural desse total
Campos marítimos produziram 94,5% do petróleo e 76,9% do gás natural desse total
Divulgação/MME
Convênios irão garantir acesso a água e condições de trafegabilidade a mais de 59 mil pessoas
Convênios irão garantir acesso a água e condições de trafegabilidade a mais de 59 mil pessoas
Frederico Celente/Codevasf
Governo trabalha para melhorar a distribuição do excedente produzido pelas fontes renováveis
Governo trabalha para melhorar a distribuição do excedente produzido pelas fontes renováveis
Divulgação/Itaipu Binacional

Governo digital