Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2011 > 04 > PAC e combate à pobreza serão as prioridades do orçamento de 2011, diz Planejamento

Infraestrutura

PAC e combate à pobreza serão as prioridades do orçamento de 2011, diz Planejamento

por Portal Brasil publicado: 18/04/2011 16h52 última modificação: 28/07/2014 13h04

De acordo com o Ministério do Planejamento, o combate a pobreza extrema e o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) são as duas grandes prioridades da execução orçamentária de 2012, que foi enviada ao Congresso Nacional. A declaração foi feita pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, durante entrevista realizada na última sexta-feira (15) sobre o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

A ministra afirmou que o governo adotou postura austera na definição dos parâmetros, reafirmando assim a manutenção do câmbio flutuante, meta de inflação e superavit primário. “É mais um instrumento do governo que reafirma a importância do tripé econômico na nossa economia”, afirmou.

A principal mudança no projeto de LDO de 2012, segundo Belchior, foi a exclusão de despesas ressalvadas, as “despesas que não são obrigatórias constitucionalmente, mas têm de ser executadas integralmente”.

Essa alteração decorreu do fato de as despesas ressalvadas estarem crescendo nos últimos anos e, assim, como  têm de ser cumpridas, acabam engessando a execução orçamentária. Elas passaram de R$ 2,4 bilhões, em 2004, quando foram criadas, para R$ 10,3 bilhões em 2011. “Os gastos que permanecem sendo obrigatórios são aqueles que estão na Constituição, no âmbito de Saúde e Educação”, afirmou Miriam Belchior.

Segundo a secretária de Orçamento Federal, Célia Corrêa, em 2011, as “despesas ressalvadas” (Ciência e Tecnologia, segurança alimentar, Embrapa, controle do espaço aéreo e dívidas do Brasil com organismos internacionais) somam cerca de R$ 10 bilhões. “A nossa base de contingenciamento estava cada vez menor, porque praticamente todo orçamento estava obrigatório”, afirmou a secretaria.


Fonte:
Ministério do Planejamento

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu

Últimas imagens

Picos de demanda da operação especial estão previstos para os dias 24 de fevereiro  e 1º de março
Picos de demanda da operação especial estão previstos para os dias 24 de fevereiro e 1º de março
Divulgação/Ministério dos Transportes
Investimentos previstos para a derrocagem são de R$ 181,5 milhões
Investimentos previstos para a derrocagem são de R$ 181,5 milhões
Edsom Leite/MTPA
Novo contrato prevê investimentos da ordem de R$ 160 milhões e atenderá mais 11,5 mil famílias
Novo contrato prevê investimentos da ordem de R$ 160 milhões e atenderá mais 11,5 mil famílias
Divulgação/Governo do Acre
Codevasf também vai construir passagem molhada de 20m de extensão por 4,5m de largura
Codevasf também vai construir passagem molhada de 20m de extensão por 4,5m de largura
Divulgação/Codevasf
Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Divulgação/Codevasf

Governo digital