Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2011 > 08 > BNDES deve financiar 70% dos R$ 650 mi a serem investidos no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante

Infraestrutura

BNDES deve financiar 70% dos R$ 650 mi a serem investidos no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante

por Portal Brasil publicado: 22/08/2011 20h31 última modificação: 28/07/2014 13h09

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) levou o aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN) a leilão nesta segunda-feira (22) na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). O lance mínimo para o direito de construir e explorar comercialmente o terminal foi de R$ 51,7 milhões. O consórcio Inframérica, vencedor da disputa, ofereceu quantia 228,82% superior e disponibilizou R$ 170 milhões pelos 25 anos de concessão.

Constituído pela empresa argentina Corporación América e pelo Grupo Engevix, o consórcio Inframérica terá três anos para construção do terminal de passageiros, com salas de embarque e desembarque, e das áreas comerciais, como o espaço destinado às lojas. A estimativa da Anac é que o consórcio vencedor invista R$ 650 milhões nas obras, sendo R$ 370 milhões apenas na construção do terminal. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deve financiar 70% desses valores.

A União concluirá as pistas de pouso e decolagem, o pátio das aeronaves e as torres de controle. O contrato de concessão poderá ser renovado por, no máximo, mais cinco anos, quando o aeroporto retornará ao poder público. São Gonçalo do Amarante fica a 40 quilômetros de Natal e poderá ser usado na Copa de 2014. A previsão de movimento no terminal é de três milhões de passageiros em 2014, passando para 4,7 milhões em 2020 e 7,9 milhões em 2030.

O executivo da Engevix no Brasil, José Antunes Sobrinho reforçou o interesse em concluir o terminal para que ele seja usado para os jogos em 2014. “Dentro do prazo da concessão para executar a obra nós vamos tentar fazer o mais rápido possível. É nosso interesse ter o aeroporto operacional no momento em que vai ter pico de tráfego, exatamente na Copa do Mundo”.

O aeroporto leiloado nesta segunda é o primeiro terminal federal transferido para a iniciativa privada. Participaram do leilão quatro consórcios: ATP-Contratec, Inframérica, Aeroportos Brasil e Aeroleste Potiguar. No total, o procedimento demorou quase uma hora e teve 88 lances.

De acordo com o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Wagner Bittencourt, a modelagem para os próximos leilões ainda está sendo elaborada, mas está definido que a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) terá até 49,9% do capital dos aeroportos privatizados de Guarulhos, Viracopos e Brasília, que devem ir a leilão em breve.

“Esses aeroportos são distintos, este [São Gonçalo do Amarante] é novo e os outros já tem participação da Infraero. Todos têm potencial de crescimento e são rentáveis. A modelagem ainda está sendo feita, não estão definidos os parâmetros. Em setembro isso deve ter avançado”, disse Bittencourt.

 

Fonte:
Ministério do Esporte
Copa 2014
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Brasil Sem Miséria - Programa Água para Todos
Brasil Sem Miséria - Programa Água para Todos
Cisternas nas Escolas
Conheça o projeto Cisternas nas Escolas, que vai levar 5 mil cisternas às escolas do semiárido brasileiro. Arnoldo de Campos, secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS explica o projeto.
Governo dará suporte contra a crise hídrica em áreas urbanas
Deliberação foi feita nesta quarta (1º) durante reunião interministerial do Grupo de Segurança Hídrica. Ações são direcionadas para o Nordeste
Brasil Sem Miséria - Programa Água para Todos
Brasil Sem Miséria - Programa Água para Todos
Conheça o projeto Cisternas nas Escolas, que vai levar 5 mil cisternas às escolas do semiárido brasileiro. Arnoldo de Campos, secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS explica o projeto.
Cisternas nas Escolas
Deliberação foi feita nesta quarta (1º) durante reunião interministerial do Grupo de Segurança Hídrica. Ações são direcionadas para o Nordeste
Governo dará suporte contra a crise hídrica em áreas urbanas

Últimas imagens

Empreendimentos de saneamento em Marília (SP) com recursos do Ministério das Cidades têm valor de R$ 111 milhões
Empreendimentos de saneamento em Marília (SP) com recursos do Ministério das Cidades têm valor de R$ 111 milhões
Divulgação/Ministério das Cidades
Rede das Cidades Digitais permite a instalação de equipamentos e softwares, suporte técnico e aplicativos nas áreas de saúde, educação e gestão financeira e tributária
Rede das Cidades Digitais permite a instalação de equipamentos e softwares, suporte técnico e aplicativos nas áreas de saúde, educação e gestão financeira e tributária
i-StocK
Minha Casa Minha Vida beneficiou 706 pessoas em Laguna, no interior do estado
Minha Casa Minha Vida beneficiou 706 pessoas em Laguna, no interior do estado
Divulgação/ Ministério do Trabalho e Emprego
Geração média nos seis primeiros meses deste ano foi de 1.831 MW
Geração média nos seis primeiros meses deste ano foi de 1.831 MW
Divulgação/Governo do Piauí
Sistema de bandeiras tarifárias sinaliza aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica
Sistema de bandeiras tarifárias sinaliza aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica
Divulgação/MME

Governo digital