Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2011 > 12 > Energia eólica apresenta altas taxas de crescimento

Infraestrutura

Energia eólica apresenta altas taxas de crescimento

Recursos energéticos

Essa fonte energética vem se mostrando mais competitiva a cada ano e ganhando espaço nos leilões
por Portal Brasil publicado: 14/12/2011 11h43 última modificação: 28/07/2014 13h21
Hyoung-Il So/SXC; A energia eólica é uma opção complementar à fonte hidrelétrica, predominante no sistema brasileiro

A energia eólica é uma opção complementar à fonte hidrelétrica, predominante no sistema brasileiro

A energia eólica vem aumentando sua participação no contexto energético brasileiro nos últimos anos. Desde a criação do Proinfa (Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica), e, posteriormente, os sucessivos leilões de compra e venda deste tipo de energia, a capacidade instalada de geração aumentou em 75 vezes.

Além de ser uma fonte renovável e competitiva, a energia eólica se apresenta como complementar à fonte hidrelétrica, na medida em que os melhores ventos ocorrem nos períodos de menor regime de chuvas. A geração eólica auxilia na recomposição dos níveis dos reservatórios, ou seja, possibilita a formação de acúmulo de água para geração futura.

Os mapas eólicos desenvolvidos pelo Centro Brasileiro de Energia Eólica apontam que os ventos brasileiros apresentam ótimas características para a geração elétrica, com boa velocidade, baixa turbulência e boa uniformidade, o que possibilita fatores de capacidade de geração em alguns parques de até 50%.

O potencial brasileiro de energia eólica  é estimado em um pouco mais de 140 GW, avaliado para torres de 50 m de altura. Estima-se que o potencial possa mais que dobrar se forem consideradas torres de mais de 100 m de altura.

Fontes:
Ministério de Minas e Energia – Núcleo de Estudos Estratégicos de Energia (N3E)
Atlas de Energia Elétrica no Brasil da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)
Empresa de Pesquisa Energética (EPE)
Centro de Referência para Energia Solar e Eólica (CRESESB)

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Programa de Parcerias de Investimentos atualiza processo de concessões
Entre as mudanças, está a necessidade dos editais possuírem aval do Tribunal de Constas da União
Governo lança programa para revitalizar São Francisco
Rio é o maior corpo d'água totalmente brasileiro e é usado como rota de transporte e força motriz para geração de energia
Minha Casa Minha Vida também financia imóveis para classe média
Programa financia moradias para brasileiros de classe média - sem subsídios, mas com juros reduzidos.
Entre as mudanças, está a necessidade dos editais possuírem aval do Tribunal de Constas da União
Programa de Parcerias de Investimentos atualiza processo de concessões
Rio é o maior corpo d'água totalmente brasileiro e é usado como rota de transporte e força motriz para geração de energia
Governo lança programa para revitalizar São Francisco
Programa financia moradias para brasileiros de classe média - sem subsídios, mas com juros reduzidos.
Minha Casa Minha Vida também financia imóveis para classe média

Últimas imagens

O conjunto é formado por sete blocos, com 32 apartamentos em cada um
O conjunto é formado por sete blocos, com 32 apartamentos em cada um
Divulgação/Ministério das Cidades
O objetivo é integrar as propostas do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco ao Plano Novo Chico
O objetivo é integrar as propostas do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco ao Plano Novo Chico
Divulgação/EBC
O BNDES é responsável pela contratação dos serviços necessários à desestatização
O BNDES é responsável pela contratação dos serviços necessários à desestatização
Divulgação/CELG
Em julho, o País registrou 7.123 mil m³/ano de capacidade instalada de produção de biodiesel
Em julho, o País registrou 7.123 mil m³/ano de capacidade instalada de produção de biodiesel
Divulgação/Agência Petrobras
A energia comercializada tem suprimento previsto a partir de 1º de março de 2020
A energia comercializada tem suprimento previsto a partir de 1º de março de 2020
Divulgação/Ministério do Planejamento

Governo digital