Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2012 > 02 > Caixa já liberou mais de R$ 23 milhões do FGTS para vítimas das chuvas no Sudeste

Infraestrutura

Caixa já liberou mais de R$ 23 milhões do FGTS para vítimas das chuvas no Sudeste

por Portal Brasil publicado: 28/02/2012 14h38 última modificação: 29/07/2014 08h54

Desde o início do atendimento às vítimas das chuvas, na região sudeste do País, a Caixa Econômica Federal já liberou o pagamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para cerca de 15 mil trabalhadores, totalizando mais de R$ 23 milhões de recursos. Os dados foram divulgados na segunda-feira (27).

Para atender ao volume adicional de clientes, vítimas do desastre, a Caixa utiliza unidades móveis montadas em caminhão, realiza horário de atendimento estendido em agências e atendimento aos sábados. Nos municípios mais atingidos pelas fortes chuvas – Governador Valadares e Muriaé, em Minas Gerais, e Vila Velha, no Espírito Santo – foram montadas centrais de atendimento.

Os trabalhadores, que moram nas áreas em situação de emergência ou estado de calamidade pública têm direito a sacar o saldo de suas contas vinculadas do FGTS até o limite de R$ 6,22 mil.

Passo a passo para liberação do FGTS em caso de calamidade:

- Decretação de estado de calamidade pública, ou situação de emergência, pela prefeitura do município atingido ou pelo governo estadual;
- Reconhecimento dessa decretação pelo Ministério da Integração Nacional;
- Entrega à Caixa, pela prefeitura, de Declaração de Áreas Afetadas;
- Habilitação do trabalhador, junto à Caixa, mediante comprovação de titularidade de conta vinculada e de residência em uma das áreas afetadas constantes da declaração citada acima.

Para realizar o saque o trabalhador deve apresentar os seguintes documentos:
- Documento de identificação (RG, carteira de habilitação, passaporte ou carteira de trabalho “novo modelo”);
- Comprovante de residência (conta de água, luz, gás, telefone, extrato do FGTS ou declaração da prefeitura);
- Carteira de Trabalho ou outro documento que facilite a localização das contas vinculadas do FGTS;
- Cartão do Cidadão ou Cartão de Inscrição no PIS/Pasep ou outro documento que contenha número do PIS.

O trabalhador tem 90 dias, após a publicação do ato do Ministério da Integração Nacional reconhecendo o estado de calamidade ou situação de emergência do município, para solicitar o saque.

 

Fonte:
Caixa Econômica Federal

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Erro
Ocorreu um erro enquanto renderizando o portlet.

Últimas imagens

Empreendimentos contam com rede de água, esgoto energia elétrica e iluminação pública, além de área de lazer
Empreendimentos contam com rede de água, esgoto energia elétrica e iluminação pública, além de área de lazer
Divulgação/Minha Casa Minha Vida
Melhor navegabilidade da bacia do Tocantins-Araguaia também vai favorecer pequenas comunidades agrícolas
Melhor navegabilidade da bacia do Tocantins-Araguaia também vai favorecer pequenas comunidades agrícolas
Foto: Divulgação/Ministério da Integração
Ministro das Cidades, Bruno Araújo, participa de evento do programa Minha Casa Minha Vida, que beneficiou cerca de 360 famílias em São Paulo
Ministro das Cidades, Bruno Araújo, participa de evento do programa Minha Casa Minha Vida, que beneficiou cerca de 360 famílias em São Paulo
Divulgação/Ministério das Cidades
A iniciativa possibilitará uma oferta maior de água para as populações rurais atingidas pela estiagem e seca.
A iniciativa possibilitará uma oferta maior de água para as populações rurais atingidas pela estiagem e seca.
Foto: Adriana Fortes/MD
Na cerimônia, 480 casas do Residencial Maria Pires Perillo foram entregues.
Na cerimônia, 480 casas do Residencial Maria Pires Perillo foram entregues.
Divulgação/ministério das Cidades

Governo digital