Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2012 > 06 > Anatel conclui leilão de tecnologia 4G para Copa

Infraestrutura

Anatel conclui leilão de tecnologia 4G para Copa

por Portal Brasil publicado: 12/06/2012 16h58 última modificação: 29/07/2014 08h51

Nova tecnologia vai permitir a transmissão de dados com velocidade até dez vezes maior

 

Já foi batido o martelo no leilão dos lotes da quarta geração (4G) da telefonia celular. As operadoras Claro e Vivo levaram os dois principais lotes de faixas de frequência em 2,5 giga-hertz (GHz). O primeiro lote foi vencido pela Claro, que ofereceu R$ 844,5 milhões, ágio de 34% sobre o preço mínimo estabelecido no edital (R$ 630,19 milhões). O lote seguinte foi vencido pela Vivo, com lance de R$1,05 bilhões e ágio de 66%.

Com a nova tecnologia móvel, será possível transmitir dados com velocidade até dez vezes maior que as suportadas atualmente pela tecnologia 3G (terceira geração). Como não houve interesse na aquisição da faixa de 450 Mhz, destinada à oferta de serviços de telefonia móvel para as áreas rurais, as vencedoras da faixa de 2,5 GHz se veem agora na obrigação de prestar esse serviço.

No caso da Claro, serão atendidos com banda larga rural Amazonas, Amapá, Acre, Bahia, Maranhão, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e a região metropolitana de São Paulo. Enquanto, à Vivo caberá oferecer a banda larga rural em Minas Gerais, Pernambuco, Alagoas, no Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, na Paraíba e parte do interior do estado de São Paulo.

O principal objetivo do leilão, segundo a Anatel, é atender à demanda crescente no País por serviços mais rápidos de telecomunicações e oferecer infraestrutura necessária aos eventos internacionais que o Brasil vai sediar, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

 

Leia mais: 

Anatel analisa propostas do leilão da tecnologia 4G para a Copa nesta terça-feira (12) 

Seis empresas de telefonia se inscrevem em leilão para cobertura de área rural

 

Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu

Últimas imagens

Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Divulgação/Codevasf
MI também garantiu a Cruzeiro do Sul (AC) o atendimento da população atingida com kits de ajuda humanitária
MI também garantiu a Cruzeiro do Sul (AC) o atendimento da população atingida com kits de ajuda humanitária
Divulgação/MI
Campos marítimos produziram 94,5% do petróleo e 76,9% do gás natural desse total
Campos marítimos produziram 94,5% do petróleo e 76,9% do gás natural desse total
Divulgação/MME
Convênios irão garantir acesso a água e condições de trafegabilidade a mais de 59 mil pessoas
Convênios irão garantir acesso a água e condições de trafegabilidade a mais de 59 mil pessoas
Frederico Celente/Codevasf
Governo trabalha para melhorar a distribuição do excedente produzido pelas fontes renováveis
Governo trabalha para melhorar a distribuição do excedente produzido pelas fontes renováveis
Divulgação/Itaipu Binacional

Governo digital