Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2012 > 06 > Ministro da Integração detalha o Bolsa Estiagem e programa Garantia-Safra

Infraestrutura

Ministro da Integração detalha o Bolsa Estiagem e programa Garantia-Safra

por Portal Brasil publicado: 19/06/2012 18h35 última modificação: 29/07/2014 08h51

Em entrevista ao programa “Bom Dia Ministro” desta terça-feira (19), o chefe da pasta da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, esclarece aos ouvintes detalhes dos pagamentos dos dois programas, que começaram na última segunda (18)

 

Mais de 113 mil agricultores de 263 cidades de Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí e Sergipe, que tiveram prejuízo em suas lavouras por conta da estiagem, começaram a receber nessa segunda-feira (18) a primeira parcela do Bolsa Estiagem, beneficio no valor de R$ 80 criado para reduzir os impactos da seca. A quantia total do benefício é de R$ 400 - disponibilizado em cinco vezes por meio do cartão de pagamento do Bolsa Família ou do Cartão Cidadão, da Caixa Econômica Federal.

O Ministro falou sobre a importância do Bolsa Estiagem, que contempla, justamente, aqueles pequenos produtores que não integram o Garantia-Safra. “Temos muitos pequeno produtor que por uma razão ou outra o município não aderiu ao Safra, ou ele próprio não quis aderir ao programa. Nós estamos estimando que sejam mais de 400 mil”, afirmou o Ministro.

Para ter direito ao auxílio emergencial é necessário ser agricultor familiar com Declaração de Aptidão ao Pronaf; possuir renda familiar mensal média de até dois salários mínimos; estar cadastrado no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico); não ter recebido o Garantia Safra referente à 2011-2012; e residir em município em situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecido pela Secretaria Nacional de Defesa Civil.

O próximo repasse será no dia 18 de julho e irá atender, conforme adiantou Bezerra, cerca de 400 mil agricultores em mais 800 municípios do semiárido. A escolha das primeiras cidades foi baseada no tempo de reconhecimento por situação de emergência. Para quem não possui registro no CadÚnico, a Caixa Econômica Federal vai efetuar o repasse por meio do Cartão Cidadão.

Garantia-Safra

Fernando Bezerra seguiu reafirmando a importância do Garantia-Safra e destacou as parcerias para que o seguro seja repassado aos agricultores: “esse seguro agrícola só é possível por conta da parceria entre governo federal, governos estaduais, governos municipais e pelos produtores. No Nordeste nós estimamos que existam 800 mil pequenos produtores assistidos pelo Garantia-Safra”, disse o Ministro.  

Agricultores da Bahia e Minas foram os primeiros a receber o benefício – serão contempladas 76.028 pessoas de 111 municípios dos dois estados. O valor total do repasse é de R$ 680,00, divido em cinco parcelas, pago por meio de cartões eletrônicos da Caixa Econômica Federal. São beneficiados agricultores, com renda de até 1,5 salários mínimos, de municípios que perderam, ao menos, 50% da produção.

Confira a tabela com os municípios contemplados:

Municípios atendidos pelo Bolsa Estiagem
Municípios atendidos pelo Garantia-Safra

Leia mais:

Governo amplia investimentos e reforça rede de proteção social no semiárido

Criado comitê de combate à seca no Semiárido

Integração Nacional libera R$ 60 milhões para o Nordeste e anuncia regras do Bolsa Estiagem

Banco do Nordeste tem R$ 1 bilhão para empresas prejudicadas pela seca

Fonte:
Agência Brasil



Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu

Últimas imagens

Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Divulgação/Codevasf
MI também garantiu a Cruzeiro do Sul (AC) o atendimento da população atingida com kits de ajuda humanitária
MI também garantiu a Cruzeiro do Sul (AC) o atendimento da população atingida com kits de ajuda humanitária
Divulgação/MI
Campos marítimos produziram 94,5% do petróleo e 76,9% do gás natural desse total
Campos marítimos produziram 94,5% do petróleo e 76,9% do gás natural desse total
Divulgação/MME
Convênios irão garantir acesso a água e condições de trafegabilidade a mais de 59 mil pessoas
Convênios irão garantir acesso a água e condições de trafegabilidade a mais de 59 mil pessoas
Frederico Celente/Codevasf
Governo trabalha para melhorar a distribuição do excedente produzido pelas fontes renováveis
Governo trabalha para melhorar a distribuição do excedente produzido pelas fontes renováveis
Divulgação/Itaipu Binacional

Governo digital