Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2012 > 08 > Petrobras anuncia descoberta de petróleo na Bacia Sergipe-Alagoas

Infraestrutura

Petrobras anuncia descoberta de petróleo na Bacia Sergipe-Alagoas

por Portal Brasil publicado: 27/08/2012 14h52 última modificação: 29/07/2014 08h50
Portal Brasil Perfuração de um poço a 85 km de Aracaju (SE) confirmou a presença de petróleo e gás em região de águas ultraprofundas

Perfuração de um poço a 85 km de Aracaju (SE) confirmou a presença de petróleo e gás em região de águas ultraprofundas

Reservatório tem uma coluna de 300 metros de gás e petróleo distante cerca de 5 mil metros da superfície

 

A perfuração de um poço distante 85 km de Aracaju (SE) confirmou a presença de petróleo e gás no bloco BM-Seal-10, em região de águas ultraprofundas, informou a Petrobras na sexta-feira (24). Esse bloco é parte da concessão SEAL- M-499, operada pela Petrobrás com 100% de participação.

A descoberta do reservatório, uma coluna de 300 metros de gás e petróleo, está a cerca de 5 mil metros da superfície, em região de profundidade de 2.775 metros. A descoberta ocorreu durante a perfuração do poço Moita Bonita (1-BRSA-1088-SES).

O poço está cerca de 35 km a sudoeste da acumulação de Barra, onde foi perfurado o poço 1-SES-158, que revelou a primeira descoberta significativa de gás em águas ultraprofundas da Bacia de Sergipe-Alagoas.

Ainda nesta bacia, a Petrobras anunciou, no dia 22 de agosto, a conclusão da perfuração do poço de extensão de Barra, o 3-SES-165 (Barra 1), também portador de óleo.

A Petrobras informou que dará continuidade aos estudos, incluindo a análise dos dados de rocha e fluido obtidos nesse poço, com objetivo de apresentar o Plano de Avaliação de Descoberta para a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Não foi divulgada a data em que a empresa apresentará o detalhamento.

Leia mais:

Brasil investe no setor de petróleo e gás natural

Documento destaca os resultados de exploração de combustíveis no Pré-sal

Sistemas da Bacia de Campos receberão US$ 5,6 bi para investimentos na produção

Fonte:

Agência Brasil
Petrobras

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Famílias de baixa renda têm direito a desconto de luz
Famílias com renda mensal até meio salário mínimo por pessoa tem direito a desconto na conta de energia elétrica
Braga afirma que situação do setor elétrico melhorou
Governo pretende realizar, no segundo semestre, a 13ª rodada de leilão de áreas de petróleo, afirma o ministro de Minas e Energia
Brasil e Uruguai inauguram parque eólico
Parceria garantirá energia elétrica limpa e renovável para 80 mil pessoas na América Latina
Famílias com renda mensal até meio salário mínimo por pessoa tem direito a desconto na conta de energia elétrica
Famílias de baixa renda têm direito a desconto de luz
Governo pretende realizar, no segundo semestre, a 13ª rodada de leilão de áreas de petróleo, afirma o ministro de Minas e Energia
Braga afirma que situação do setor elétrico melhorou
Parceria garantirá energia elétrica limpa e renovável para 80 mil pessoas na América Latina
Brasil e Uruguai inauguram parque eólico

Últimas imagens

Participação das usinas eólicas na matriz energética brasileira saltará para 11% até o fim de 2023, segundo EPE
Participação das usinas eólicas na matriz energética brasileira saltará para 11% até o fim de 2023, segundo EPE
Minha Casa Minha Vida contempla 12 mil famílias com casa própria no segundo mês de 2015
Minha Casa Minha Vida contempla 12 mil famílias com casa própria no segundo mês de 2015
Energia eólica se apresenta como complementar à gerada pelas usinas hidrelétricas
Energia eólica se apresenta como complementar à gerada pelas usinas hidrelétricas
Divulgação/Portal do Professor-MEC
Porto de Paranaguá é um dos mais importantes centros de comércio marítimo do mundo
Porto de Paranaguá é um dos mais importantes centros de comércio marítimo do mundo
Divulgação/Governo do Paraná
Proprietários das áreas onde estão os parques eólicos também terão um reforço no orçamento com a remuneração pelo uso da terra
Proprietários das áreas onde estão os parques eólicos também terão um reforço no orçamento com a remuneração pelo uso da terra
Divulgação/Blog do Planalto

Governo digital