Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2012 > 08 > Sai lista de municípios de Minas e do Nordeste beneficiados com abastecimento de água

Infraestrutura

Sai lista de municípios de Minas e do Nordeste beneficiados com abastecimento de água

por Portal Brasil publicado: 20/08/2012 20h38 última modificação: 29/07/2014 08h50
Ministério das Cidades O objetivo do benefício é mitigar os efeitos da estiagem prolongada

O objetivo do benefício é mitigar os efeitos da estiagem prolongada

Saiu nesta segunda-feira (20), no Diário Oficial da União, a publicação da portaria que divulga municípios de Minas Gerais e da Região Nordeste beneficiados com investimentos para execução de obras de abastecimento de água. De autoria do Ministério das Cidades, por meio da Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental (SNSA), o objetivo do benefício é mitigar os efeitos da estiagem prolongada.

Os recursos são da ordem de R$ 670 milhões e provenientes do Orçamento Geral da União (OGU), no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC2). Eles serão destinados a obras de implantação, ampliação ou melhorias nos sistemas de abastecimento de água de municípios atingidos pelos efeitos da estiagem no biênio 2011 – 2012. O repasse dos valores para cada obra dispensa contrapartida obrigatória, salvo quando for fundamental à plena funcionalidade do objeto selecionado.

De acordo com a Portaria nº 381, os empreendimentos selecionados deverão beneficiar áreas urbanas de municípios localizados em regiões metropolitanas ou com população total superior a 50 mil habitantes, exceto quando se tratar de sistemas integrados de abastecimento de água de caráter intermunicipal. Neste caso, eles poderão beneficiar vilas, distritos e povoados ao longo do eixo da adutora, independente do porte populacional. Em caráter extraordinário, a seleção foi aberta no início deste ano e os municípios puderam apresentar as propostas de acordo com suas necessidades. 

Para obter a liberação da verba, os proponentes beneficiados deverão apresentar à Gerência de Desenvolvimento Urbano da Caixa Econômica Federal, da área de jurisdição correspondente à localização do empreendimento, relação de documentos descrita no Manual de Instruções para Contratação e Execução de Programas e Ações do Ministério das Cidades, inserido na segunda fase do PAC 2.

A formalização da liberação da verba será por meio de assinatura de termo de compromisso, firmado junto à Caixa. Veja aqui a portaria e os empreendimentos selecionados, além do cronograma de atividades para a contratação das operações.

 

Leia mais:

Região Nordeste e Minas Gerais irão receber mais de 2,2 bi para saneamento básico 

Brasil quer universalizar serviço de saneamento básico até 2030 

Programa de abastecimento de água investirá mais de R$1 bi em 12 estados 

Pequenos municípios terão R$ 5 milhões para projetos de reutilização de água 

Fonte:

Ministério das Cidades

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Cisternas nas Escolas
Conheça o projeto Cisternas nas Escolas, que vai levar 5 mil cisternas às escolas do semiárido brasileiro. Arnoldo de Campos, secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS explica o projeto.
Governo dará suporte contra a crise hídrica em áreas urbanas
Deliberação foi feita nesta quarta (1º) durante reunião interministerial do Grupo de Segurança Hídrica. Ações são direcionadas para o Nordeste
Bandeira das tarifas de energia de abril será vermelha
Na prática, classificação significa que os consumidores terão um custo extra des R$ 5,50 a cada 100 kWh consumidos
Conheça o projeto Cisternas nas Escolas, que vai levar 5 mil cisternas às escolas do semiárido brasileiro. Arnoldo de Campos, secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS explica o projeto.
Cisternas nas Escolas
Deliberação foi feita nesta quarta (1º) durante reunião interministerial do Grupo de Segurança Hídrica. Ações são direcionadas para o Nordeste
Governo dará suporte contra a crise hídrica em áreas urbanas
Na prática, classificação significa que os consumidores terão um custo extra des R$ 5,50 a cada 100 kWh consumidos
Bandeira das tarifas de energia de abril será vermelha

Últimas imagens

Açude foi construído ainda no século 19 a pedido do Governo Imperial para combater seca dos anos de 1877/79
Açude foi construído ainda no século 19 a pedido do Governo Imperial para combater seca dos anos de 1877/79
Divulgação/Dnocs
Empreendimento localizado em Canoas (RS) operava em ciclo simples com potência instalada de 161 MW
Empreendimento localizado em Canoas (RS) operava em ciclo simples com potência instalada de 161 MW
Divulgação/ Petrobras
Projeto de Iracema - Sapeaçu e subestações associadas prevê 1.854,51 km de linhas de transmissão ao País
Projeto de Iracema - Sapeaçu e subestações associadas prevê 1.854,51 km de linhas de transmissão ao País
Divulgação/ Ibama
Sistema de Bandeiras Tarifárias apresentam, de maneira didática, ao consumidor custos da energia em função das condições de geração
Sistema de Bandeiras Tarifárias apresentam, de maneira didática, ao consumidor custos da energia em função das condições de geração
Divulgação/ Aneel
Programa socioambiental desenvolvido no interior do Paraná garante ao Brasil uma premiação inédita
Programa socioambiental desenvolvido no interior do Paraná garante ao Brasil uma premiação inédita
Divulgação/Itaipu

Governo digital