Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2012 > 09 > Redução nos preços da energia poderá ser maior do que a anunciada

Infraestrutura

Redução nos preços da energia poderá ser maior do que a anunciada

por Portal Brasil publicado: 12/09/2012 15h35 última modificação: 29/07/2014 08h50
MEC As medidas para a redução serão acompanhadas com o aumento da fiscalização e punições mais severas para empresas que descumprirem contratos

As medidas para a redução serão acompanhadas com o aumento da fiscalização e punições mais severas para empresas que descumprirem contratos

A previsão inicial é de que a redução para indústrias seja de até 28% e para consumidores finais de até 16,2%, índices que, podem ser revistos para cima após a conclusão de estudos da Aneel

 

De acordo com anuncio feito na terça-feira (11) pela presidenta da República, Dilma Rousseff, a queda nas tarifas de energia elétrica poderá atingir percentuais maiores do que os anunciados na última quinta-feira (6). A previsão inicial é de que a redução para indústrias seja de até 28% e para consumidores finais de até 16,2%, índices que, segundo a presidenta, podem ser revistos para cima após a conclusão de estudos da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) sobre contratos de distribuição que vencerão entre 2016 e 2017.

A presidenta ressaltou que o pacote aumentará a competitividade do País, terá efeito multiplicador em outros setores da economia e, combinado com outras medidas, vai garantir ao País uma década de expansão econômica.

Segundo o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, também comentou que a queda no preço da energia elétrica é reivindicação antiga do setor produtivo brasileiro. Segundo o ministro a energia é um dos principais componentes de preço, por exemplo, na área siderúrgica. A redução é demanda antiga e justa do setor produtivo brasileiro. “Estamos agindo para reduzir o chamado custo-Brasil e ampliar a nossa competitividade”, disse o ministro, ao destacar ainda ações como a redução dos juros e a desoneração da folha de pagamentos.

Também para o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES), Luciano Coutinho, a redução também deverá impactar, para baixo, a inflação do próximo ano em algo entre 0,5 e 1 ponto percentual, levando em conta os efeitos diretos e indiretos. O abatimento nos preços da energia ocorre pela combinação do cálculo de preço na renovação de concessões do setor elétrico, redução de encargos federais que incidem sobre as contas de luz e aporte da União de R$ 3,3 bilhões. As mudanças estão em medida provisória assinada pela presidenta.

Novo modelo

As medidas anunciadas fazem parte do chamado Novo Modelo do Setor Elétrico, política que começou a ser elaborada pela presidenta Dilma Rousseff em 2003, quando era ministra de Minas e Energia.

Segundo a presidenta, com o novo modelo, o governo conseguiu ampliar a geração e a rede de distribuição e transmissão, democratizar o acesso à energia, por meio do programa Luz para Todos. A redução nas tarifas de energia é “a maior que se tem notícia nesse País” e vai beneficiar a todos os consumidores.

As medidas para a redução serão acompanhadas com o aumento da fiscalização e punições mais severas para empresas que descumprirem contratos, de acordo com a presidenta. “Seremos cada vez mais vigilantes para garantir o serviço prestado pelas empresas, fiscalizaremos com rigor o cumprimento dos contratos e a qualidade dos serviços”, finalizou Dilma Rousseff.

Veja o vídeo do anúncio da Presidenta Dilma Rousseff sobre a redução das tarifas de energia:

 

Leia mais:

Energia elétrica custará menos em 2013 para residências e indústrias 

Mais de 10,5 milhões de famílias de baixa renda recebem descontos em conta de luz 

Consumidores da Eletropaulo terão redução na conta de luz a partir de quarta (4) 

Aprovada audiência pública sobre regulamentação de energia pós e pré-paga 

Fonte:
Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

 

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo anuncia recursos nas áreas de habitação e saneamento no Rio de Janeiro
O estado do Rio de Janeiro receberá investimentos nas áreas de habitação, contenção de encostas e saneamento
Cadastramento biométrico vai aumentar a segurança na transmissão de dados
Termo de Cooperação assinado pelo Departamento Nacional de Trânsito vai aumentar a segurança na transmissão de dados e otimizar recursos
Novas regras vão facilitar embarque e desembarque em aeroportos
Governo elabora conjunto de orientações para eliminar os obstáculos e reduzir o tempo de espera no embarque e desembarque nos aeroportos
O estado do Rio de Janeiro receberá investimentos nas áreas de habitação, contenção de encostas e saneamento
Governo anuncia recursos nas áreas de habitação e saneamento no Rio de Janeiro
Termo de Cooperação assinado pelo Departamento Nacional de Trânsito vai aumentar a segurança na transmissão de dados e otimizar recursos
Cadastramento biométrico vai aumentar a segurança na transmissão de dados
Governo elabora conjunto de orientações para eliminar os obstáculos e reduzir o tempo de espera no embarque e desembarque nos aeroportos
Novas regras vão facilitar embarque e desembarque em aeroportos

Últimas imagens

Em 2016, foram transportadas 84,6 milhões de toneladas de cargas pelas hidrovias interiores
Em 2016, foram transportadas 84,6 milhões de toneladas de cargas pelas hidrovias interiores
Danilo Borges/Ministério dos Transportes
Segundo ministro, até o fim do primeiro semestre de 2018, as águas estarão na última estrutura do Eixo Norte
Segundo ministro, até o fim do primeiro semestre de 2018, as águas estarão na última estrutura do Eixo Norte
Arquivo/PAC
A previsão para o ano de 2017 é de que a demanda total de energia deve crescer cerca de 1,5%
A previsão para o ano de 2017 é de que a demanda total de energia deve crescer cerca de 1,5%
Foto: Vanderlei Tacchio/Eletrosul
Empreendimento da Faixa 1 do programa contempla famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil
Empreendimento da Faixa 1 do programa contempla famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil
Foto: Rodrigo de Oliveira/Caixa
Todas as viagens de transporte interestadual rodoviário são abrangidas pela nova regulamentação
Todas as viagens de transporte interestadual rodoviário são abrangidas pela nova regulamentação
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Governo digital