Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2013 > 12 > 2ª CNPDC discute estratégias de mobilização social para etapas preparatórias

Infraestrutura

2ª CNPDC discute estratégias de mobilização social para etapas preparatórias

Defesa civil

Conferência Nacional de Proteção e Defesa Civil promove integração das políticas públicas relacionadas à Proteção e à Defesa Civil
por Portal Brasil publicado: 17/12/2013 12h20 última modificação: 29/07/2014 23h56

A Comissão Organizadora Nacional da 2ª Conferência Nacional de Proteção e Defesa Civil (2ª CNPDC) se reúne, nesta terça-feira (17), até às 18h, no Centro Nacional de Gerenciamento de Risco e Desastre (Cenad), em Brasília. O evento terá a participação do secretário Nacional de Defesa Civil, general Adriano Pereira Júnior.

Durante a reunião, a Comissão discutirá estratégias de mobilização para as etapas preparatórias da 2ª CNPDC, especialmente as municipais, que estão em andamento até o dia 15 de março. Segundo o diretor de Minimização de Desastres do Ministério da Integração Nacional, Armin Braun, esta fase é essencial para ouvir as necessidades da população relacionadas aos temas proteção e defesa civil. "A intenção é desenvolver um plano de mobilização conjunto, no qual cada um dos representantes dos diversos seguimentos dê sua colaboração", explica.

O encontro também dará continuidade aos encaminhamentos da primeira reunião da Comissão, realizada no início de novembro. A etapa nacional da 2ª Conferência está marcada para 27 a 30 de maio, em Brasília.

Comissão Organizadora Nacional

A Comissão é representada pela sociedade civil, órgãos municipais e estaduais de defesa civil, conselhos profissionais, comunidade científica e órgãos do governo federal.

Sobre a 2ª CNPDC

Novo processo de mobilização e consulta, a 2ª Conferência Nacional de Proteção e Defesa Civil promove a participação, o controle social e a integração das políticas públicas relacionadas à Proteção e à Defesa Civil. Coordenada pela Secretaria Nacional de Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional, a proposta é definir princípios e diretrizes para a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Para isso, serão realizadas diversas etapas por todo o país, divididas em: municipais, estaduais, distrital, livres, virtual e etapa nacional. A previsão é que 1,8 mil pessoas participem da Conferência Nacional. Destas, esperam-se 1,7 mil delegados, dentre agentes de Defesa Civil, representantes da sociedade civil, da comunidade científica e dos conselhos profissionais e de políticas públicas.

Fonte:

Ministério da Integração Nacional

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Braga afirma que situação do setor elétrico melhorou
Governo pretende realizar, no segundo semestre, a 13ª rodada de leilão de áreas de petróleo, afirma o ministro de Minas e Energia
Brasil e Uruguai inauguram parque eólico
Parceria garantirá energia elétrica limpa e renovável para 80 mil pessoas na América Latina
Novas rotas de voos diminuem emissão de gás carbônico
Quase 150 rotas de voos em território brasileiro serão alteradas em 2014
Governo pretende realizar, no segundo semestre, a 13ª rodada de leilão de áreas de petróleo, afirma o ministro de Minas e Energia
Braga afirma que situação do setor elétrico melhorou
Parceria garantirá energia elétrica limpa e renovável para 80 mil pessoas na América Latina
Brasil e Uruguai inauguram parque eólico
Quase 150 rotas de voos em território brasileiro serão alteradas em 2014
Novas rotas de voos diminuem emissão de gás carbônico

Últimas imagens

Participação das usinas eólicas na matriz energética brasileira saltará para 11% até o fim de 2023, segundo EPE
Participação das usinas eólicas na matriz energética brasileira saltará para 11% até o fim de 2023, segundo EPE
Minha Casa Minha Vida contempla 12 mil famílias com casa própria no segundo mês de 2015
Minha Casa Minha Vida contempla 12 mil famílias com casa própria no segundo mês de 2015
Energia eólica se apresenta como complementar à gerada pelas usinas hidrelétricas
Energia eólica se apresenta como complementar à gerada pelas usinas hidrelétricas
Divulgação/Portal do Professor-MEC
Porto de Paranaguá é um dos mais importantes centros de comércio marítimo do mundo
Porto de Paranaguá é um dos mais importantes centros de comércio marítimo do mundo
Divulgação/Governo do Paraná
Proprietários das áreas onde estão os parques eólicos também terão um reforço no orçamento com a remuneração pelo uso da terra
Proprietários das áreas onde estão os parques eólicos também terão um reforço no orçamento com a remuneração pelo uso da terra
Divulgação/Blog do Planalto

Governo digital