Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2014 > 04 > Projeto São Francisco ultrapassa a marca de 10 mil trabalhadores

Infraestrutura

Projeto São Francisco ultrapassa a marca de 10 mil trabalhadores

Segurança hídrica

Com número recorde de profissionais e novas frentes de serviço 24 horas, empreendimento já possui quase 60% de avanço físico
por Portal Brasil publicado: 29/04/2014 11h22 última modificação: 30/07/2014 03h04

O Projeto de Integração do Rio São Francisco atingiu esta semana um efetivo de 10.100 trabalhadores atuando ao longo dos 477 km de extensão das obras. Em um ano, o Ministério da Integração Nacional reforçou em mais de 50% as atividades na intervenção que busca prover segurança hídrica para o Semiárido do Nordeste.

Com 3.140 equipamentos em operação, novas frentes de serviço em período integral também foram criadas para dar mais celeridade ao empreendimento. 

Do total de mão de obra, mais de 750 profissionais trabalham diretamente na fiscalização, supervisão e gerenciamento do projeto. Os trechos das obras que passam pelos municípios pernambucanos de Salgueiro e Cabrobó; de Brejo Santo, Jati e Mauriti, no Ceará; e pela cidade paraibana de São José de Piranhas estão com atividades 24 horas por dia. Estas cidades estão inseridas nas três metas de execução do Eixo Norte. 

De janeiro a abril deste ano, houve um acréscimo de mais 1.300 profissionais no maior empreendimento hídrico do país. O Ministério da Integração Nacional também prevê a ampliação dos trabalhos noturnos no São Francisco. "No Eixo Norte, em quase todas as frentes, nós estamos trabalhando em dois turnos. A partir de maio isso ocorrerá também no Eixo Leste, com mais frentes de serviço 24 horas", assegura o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira.

Equipes se revezam dia e noite em quatro trechos da obra: de Brejo Santo a Jati (CE); de Mauriti (CE) a São José das Piranhas (PB); na construção dos 15 quilômetros do túnel Cuncas I, o maior da América latina, localizado também em Mauriti; e também nas cidades pernambucanas de Salgueiro e Cabrobó, onde a implantação das estações de bombeamento já funciona em regime integral desde agosto de 2012.

Toda essa mobilização tem o intuito de cumprir as metas estabelecidas pelo governo federal, de levar água à população em 2015. "O importante é que as obras estão andando dentro do prazo acordado. Vale destacar que nós já temos muitos trechos concluídos", afirma Teixeira. Segundo ele, esse esforço vai beneficiar não só a população do sertão, mas também de centros urbanos, além de movimentar a economia da região.

Com quase 60% de avanço físico, o Projeto de Integração do Rio São Francisco faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Formado por dois canais que somam 477 quilômetros lineares, o empreendimento envolve a construção de 14 aquedutos, nove Estações de Bombeamento, 27 reservatórios e quatro túneis para transporte de água.  O Projeto São Francisco vai garantir a segurança hídrica de mais de 12 milhões de nordestinos dos estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Ao todo, 390 municípios serão beneficiados quando o projeto for concluído.

Fonte:
Ministério da Integração Nacional

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Campanha busca prevenir acidentes entre caminhoneiros
Ministério do Trabalho realizou campanha Abril Verde com objetivo de impedir acidentes de trabalho em transportes terrestres
Fundo de R$ 10 bilhões promoverá concessões municipais
Programa vai ajudar municípios a melhorar serviços de iluminação pública, água, esgoto e asfalto
Novas regras do Minha Casa Minha Vida ampliarão acesso ao programa
A meta do Ministério das Cidades é contratar, ainda este ano, 100 mil novas unidades habitacionais do programa
Ministério do Trabalho realizou campanha Abril Verde com objetivo de impedir acidentes de trabalho em transportes terrestres
Campanha busca prevenir acidentes entre caminhoneiros
Programa vai ajudar municípios a melhorar serviços de iluminação pública, água, esgoto e asfalto
Fundo de R$ 10 bilhões promoverá concessões municipais
A meta do Ministério das Cidades é contratar, ainda este ano, 100 mil novas unidades habitacionais do programa
Novas regras do Minha Casa Minha Vida ampliarão acesso ao programa

Últimas imagens

O custo das obras está orçado em R$ 112,47 milhões do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR)
O custo das obras está orçado em R$ 112,47 milhões do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR)
Divulgação/Ministério das Cidades
O programa Meta ainda comtemplará o Plano de Desburocratização do governo federal
O programa Meta ainda comtemplará o Plano de Desburocratização do governo federal
Divulgação/Itaipu Binacional
Foi lançado também o Programa Cartão Reforma, para melhorar a qualidade habitacional das moradias
Foi lançado também o Programa Cartão Reforma, para melhorar a qualidade habitacional das moradias
Divulgação/Ministério do Planejamento
Expansão prevista para os próximos três anos no País chegará a 18,6 GW, com destaque para a energia eólica
Expansão prevista para os próximos três anos no País chegará a 18,6 GW, com destaque para a energia eólica
Divulgação/Ministério do Planejamento

Governo digital