Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2014 > 06 > Acordo prevê construção de 1.140 moradias populares em São Paulo

Infraestrutura

Acordo prevê construção de 1.140 moradias populares em São Paulo

Financiamento habitacional

Trata-se do segundo protocolo de intenções firmado entre União e prefeitura de São Paulo; Haddad agradece apoio do governo federal
por Portal Brasil publicado: 05/06/2014 14h03 última modificação: 30/07/2014 02h58

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, assinaram protocolo de intenções para a construção de moradias populares no bairro de Piratuba – Vila Clarice. O acordo firmado na última quarta-feira (4) prevê a construção de aproximadamente 1.140 unidades habitacionais em uma área de 136 mil m². O encontro foi acompanhado pela superintendente da União de São Paulo (SPU/SP), Ana Lúcia dos Anjos, e por representantes de movimentos sociais.

O prefeito Fernando Haddad agradeceu o apoio do governo federal e destacou o trabalho que vem sendo realizado na área habitacional. "Estamos colocando um plano para "andar" que não é para essa administração, mas sim para a cidade de São Paulo. Até porque programa habitacional é programa de Estado e não de governo", enfatizou.

Já a ministra Miriam Belchior fez um breve relato sobre as conquistas do setor nos últimos anos. Desde 2010, foram destinamos 189 imóveis em todo o país para moradias de interesse social. O que corresponde a 25 milhões de m² destinados à produção habitacional. Cerca de 100 mil famílias já foram atendidas.

"Do ponto de vista do governo federal, a destinação de áreas da União é uma política fundamental para inclusão ao acesso à moradia urbana. Nesse sentindo, desde 2003, a SPU passou a ter um trabalho que não era só de gerir as áreas da União, mas especialmente de discutir a destinação dessas áreas para o melhor uso social possível", ponderou Miriam.

Esse é o segundo protocolo de intenções firmado entre a União e a prefeitura. Ao todo serão transferidas oito áreas que equivalem a 500 mil m² com capacidade para construção de 10 mil moradias. Os locais estão distribuídos entre as zonas sudeste, leste, oeste e central da cidade.

Fonte:
Ministério do Planejamento

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fundo de R$ 10 bilhões promoverá concessões municipais
Programa vai ajudar municípios a melhorar serviços de iluminação pública, água, esgoto e asfalto
Terminal portuário do RJ é arrematado por R$ 1,18 mi
O consórcio Maravilha, formado pelas empresas Bunge Alimentos S.A. e M Dias Branco Indústria e Comércio de Alimentos, foi o vencedor do leilão do terminal de trigo, localizado dentro do Porto Organizado do Rio de Janeiro
Novas regras do Minha Casa Minha Vida ampliarão acesso ao programa
A meta do Ministério das Cidades é contratar, ainda este ano, 100 mil novas unidades habitacionais do programa
Programa vai ajudar municípios a melhorar serviços de iluminação pública, água, esgoto e asfalto
Fundo de R$ 10 bilhões promoverá concessões municipais
O consórcio Maravilha, formado pelas empresas Bunge Alimentos S.A. e M Dias Branco Indústria e Comércio de Alimentos, foi o vencedor do leilão do terminal de trigo, localizado dentro do Porto Organizado do Rio de Janeiro
Terminal portuário do RJ é arrematado por R$ 1,18 mi
A meta do Ministério das Cidades é contratar, ainda este ano, 100 mil novas unidades habitacionais do programa
Novas regras do Minha Casa Minha Vida ampliarão acesso ao programa

Últimas imagens

Empresa que mais levou lotes foi a Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP)
Empresa que mais levou lotes foi a Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP)
Divulgação/Governo do Espírito Santo
Além disso, beneficiados terão acesso a escolas, creche e posto de saúde nas proximidades das moradias
Além disso, beneficiados terão acesso a escolas, creche e posto de saúde nas proximidades das moradias
Foto: Bruno Peres/Ministério das Cidades
Nas próximas semanas, o governo da Paraíba reforçará captações para levar água a mais 17 cidades
Nas próximas semanas, o governo da Paraíba reforçará captações para levar água a mais 17 cidades
Foto: Orlando Telles/Ministério da Integração
Implementação dos projetos está prevista para Acre, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte e Santa Catarina
Implementação dos projetos está prevista para Acre, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte e Santa Catarina
Foto: Gleilson Miranda/Governo do Acre
A Rede Teca da Infraero conta com complexos logísticos em todas as regiões do Brasil
A Rede Teca da Infraero conta com complexos logísticos em todas as regiões do Brasil
Divulgação/Infraero

Governo digital