Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2014 > 12 > ANTT aprova reajuste de tarifa de pedágio da BR-116/SP/PR

Infraestrutura

ANTT aprova reajuste de tarifa de pedágio da BR-116/SP/PR

Revisão

Efeitos financeiros passam a valer a partir de 29 de dezembro
por Portal Brasil publicado: 19/12/2014 18h31 última modificação: 19/12/2014 18h31

Nesta sexta-feira (19), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou, por meio da resolução nº 4.510, o reajuste e a revisão da tarifa básica de pedágio da BR-116/SP/PR, sob a responsabilidade da concessionária Autopista Régis Bittencourt. Os efeitos financeiros passam a valer a partir de 29 de dezembro.

Nas praças de pedágio P1, P2, P3, P4, P5 e P6, o acréscimo foi de 11,11% e a nova tarifa passa de R$ 1,80 para R$ 2,00.

O aumento foi calculado a partir da combinação de três itens previstos em contrato: reajuste, revisão e arredondamento.

O primeiro tem por intuito a correção monetária dos valores da tarifa, tendo como base a variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

O segundo visa recompor o equilíbrio econômico-financeiro celebrado no contrato de concessão, por ocasião, por exemplo, do acréscimo ou supressão de novas obrigações à concessionária.

E a terceira parte, o arredondamento tarifário, tem por finalidade facilitar a fluidez do tráfego nas praças de pedágio, e prevê que as tarifas devem ser múltiplos de R$ 0,10.

Ressalta-se que os efeitos econômicos do arredondamento são sempre compensados no processo de revisão subsequente.

Concessão

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), criada em 2001, regula e fiscaliza a exploração de infraestrutura e prestação de serviços de transporte terrestre, inclusive contratos já celebrados antes da sua criação, resguardando os direitos das partes e o equilíbrio econômico-financeiro dos respectivos acordos.

Com 402 quilômetros de extensão, a BR-116/SP/PR foi concedida para iniciativa privada com o objetivo de exploração da infraestrutura, em 14 de fevereiro de 2008, pelo período de 25 anos. A licitação fez parte da 2ª etapa do programa de concessões rodoviárias.

Confira abaixo a localização das praças de pedágio.

Praças de Pedágio

Municípios

km

P1

São Lourenço da Serra/SP

299

P2

Miracatu/SP

370

P3

Juquiá/SP

426

P4

Cajati/SP

485

P5

Barra do Turvo/SP

542

P6

Campina Grande do Sul/PR

57

Fonte:
Agência Nacional de Transportes Terrestres

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Leilões e concessões incentivam setor portuário em 2017
Portos são responsáveis por 85% do escoamento da produção para o comércio exterior
Fundo da Marinha Mercante financia 74 embarcações
Ao longo de 2017, medidas impulsionaram escoamento da produção brasileira pelo norte do País
Programa Agora é avançar retoma obras para melhoria do transporte público em Aracaju
Ao todo, iniciativa vai retomar 7 mil obras paralisadas em todo o País
Portos são responsáveis por 85% do escoamento da produção para o comércio exterior
Leilões e concessões incentivam setor portuário em 2017
Ao longo de 2017, medidas impulsionaram escoamento da produção brasileira pelo norte do País
Fundo da Marinha Mercante financia 74 embarcações
Ao todo, iniciativa vai retomar 7 mil obras paralisadas em todo o País
Programa Agora é avançar retoma obras para melhoria do transporte público em Aracaju

Governo digital