Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2015 > 01 > Acordo prevê repasse de R$ 7 mi para centro de inovação em São Paulo

Infraestrutura

Acordo prevê repasse de R$ 7 mi para centro de inovação em São Paulo

Fomento

Local contará com oficinas, estúdios e laboratórios para produção de conteúdos digitais na capital paulista
por Portal Brasil publicado: 22/01/2015 15h33 última modificação: 22/01/2015 15h33

Um novo convênio do programa APL Conteúdos vai apoiar a produção de conteúdos digitais criativos em São Paulo (SP).

O acordo firmado entre o Ministério das Comunicações e a Secretaria Municipal de Cultura prevê o repasse de R$ 7 milhões para a estruturação, gestão e sustentabilidade de um centro com oficinas, estúdios e laboratórios para criação desses produtos em uso compartilhado por pequenas e médias empresas.

Os conteúdos digitais criativos podem ser filmes, vídeos, curtas, aplicativos, músicas ou games, por exemplo.

O direcionamento da produção fica a cargo da gestão pela prefeitura, que vai planejar a sustentação e o incentivo ao setor de conteúdos digitais. É o que explica a coordenadora de Projetos Especiais da Secretaria-Executiva do MiniCom, Wanessa Oliveira:

"Isso faz parte do plano de gestão do centro, que diz quais vão ser os procedimentos de uso de cada um dos laboratórios depois da inauguração. Existe uma liberdade para a Secretaria de Cultura escolher o uso", afirma.

O extrato de contrato foi publicado no Diário Oficial da União e tem duração de três anos. O centro de produção será chamado Leia - Laboratório de Experimentação e Inovação.

A prefeitura tem como contrapartida o valor de R$ 876 mil, além da elaboração do plano de gestão do espaço.

O Laboratório fruto do convênio será implementado no Tendal da Lapa, dividindo espaço com a Casa de Cultura, que continuará funcionando no local. Todo o complexo será gerido pela SPCine – Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo.

O local foi escolhido em razão desta região da cidade concentrar outras iniciativas no setor de audiovisual e produção de conteúdo.

APL conteúdos

O programa APL Conteúdos é uma iniciativa do Ministério das Comunicações para incentivar a criação de centros de produção e pós-produção de conteúdos digitais criativos, como pontua o secretário-executivo substituto, James Görgen:

"O programa tem o objetivo de criar arranjos produtivos locais (APLs) direcionados à produção de conteúdos criativos para fomentar esse mercado no Brasil - onde há uma produção pequena - e aproveitar centros onde já exista mercado para isso", diz.

Outros convênios já foram feitos em Pernambuco com a Porto Digital, no Rio Grande do Sul com a Fapergs e no Rio de Janeiro com o Lab Rio Criativo.

No total, o MiniCom já investiu no programa R$ 28 milhões que, somados às contrapartidas dos governos locais, representam um investimento superior a R$ 30 milhões.

Fonte:
Ministério das Comunicações

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Petrobras: uma força nacional
No último trimestre do ano, a empresa reverteu perdas de R$ 16,4 bilhões para um lucro de R$ 2,5 bilhões
Brasil amplia produção de energia eólica
A produção de energia eólica cresceu mais de 50% em 2016 - o aumento foi de 53,4% frente a 2015
Novas regras da Aviação alteram franquia de bagagem
Entre as novidades estão as mudanças nos prazos de reembolso e na franquia de bagagem
No último trimestre do ano, a empresa reverteu perdas de R$ 16,4 bilhões para um lucro de R$ 2,5 bilhões
Petrobras: uma força nacional
A produção de energia eólica cresceu mais de 50% em 2016 - o aumento foi de 53,4% frente a 2015
Brasil amplia produção de energia eólica
Entre as novidades estão as mudanças nos prazos de reembolso e na franquia de bagagem
Novas regras da Aviação alteram franquia de bagagem

Últimas imagens

De 2016 para 2017, a eólica deverá passar de uma proporção de 5,3% para 6,5%, e a biomassa de 8,8% para 9,0%
De 2016 para 2017, a eólica deverá passar de uma proporção de 5,3% para 6,5%, e a biomassa de 8,8% para 9,0%
Arquivo/Agência Brasil
Novas regras do programa permitem entregar moradias em municípios com menos de 50 mil habitantes
Novas regras do programa permitem entregar moradias em municípios com menos de 50 mil habitantes
Foto: Bruno Peres/Ministério das Cidades
Rio Itapecuru, genuinamente maranhense, percorre cerca de 16% das terras do Maranhão
Rio Itapecuru, genuinamente maranhense, percorre cerca de 16% das terras do Maranhão
Divulgação/Universidade de São Paulo
Quanto maior a proximidade de bairros já consolidados, melhor será a avaliação do empreendimento
Quanto maior a proximidade de bairros já consolidados, melhor será a avaliação do empreendimento
Foto: Bruno Peres/Ministério das Cidades
O Ministério dos Transportes autorizou, nesta semana, investimentos para implantação dos sistemas
O Ministério dos Transportes autorizou, nesta semana, investimentos para implantação dos sistemas
Foto: Elio Sales/Secretaria de Aviação Civil

Governo digital