Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2015 > 01 > Anac informa que tem acompanhado paralisação de aeronautas

Infraestrutura

Anac informa que tem acompanhado paralisação de aeronautas

Transporte aéreo

Planos de contingência das empresas aéreas e dos operadores de aeroportos serão acionados em caso de necessidade
por Portal Brasil publicado: 22/01/2015 11h27 última modificação: 22/01/2015 11h27

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) têm acompanhado nesta madrugada de quinta-feira (22) a paralisação dos aeronautas (profissionais que atuam na operação da aeronave em voo) e aeroviários (profissionais que atuam em solo) que ocorre nesta manhã em vários aeroportos do País.

A Diretoria da agência está mobilizada desde as 5h monitorando a situação da malha aérea e os eventuais impactos nas operações.

Os planos de contingência das empresas aéreas e dos operadores aeroportuários foram solicitados no dia (15) e serão acionados pelas empresas conforme a necessidade.

O acompanhamento feito pela agência busca manter os níveis de segurança de voo e da qualidade de serviço oferecido aos passageiros.

A Anac fiscalizará a prestação de assistência aos passageiros pelas companhias aéreas, conforme dispõe a Resolução nº 141/2010 da Anac. Pela norma, é dever da companhia aérea informar aos passageiros sobre atrasos e cancelamentos de voo e o motivo.

Além disso, a companhia deve oferecer facilidade de comunicação (ligação telefônica, Internet e outros) para atrasos superiores a 1 (uma) hora; alimentação adequada para atrasos superiores a 2 (duas) horas, e acomodação em local adequado, traslado e, quando necessário, serviço de hospedagem, para atrasos superiores a 4 (quatro) horas.

Nos casos de preterição, o transportador deverá procurar por passageiros que se voluntariem para embarcar em outro voo mediante o oferecimento de compensações, além de assegurar o direito a receber assistência material, conforme prevê a Resolução n° 141/2010.

Considerando a participação de aeroviários na paralisação, a Anac acionou os operadores aeroportuários e recomendou um reforço na prestação de informação aos passageiros nos aeroportos.

Caso o passageiro se sinta prejudicado ou tenha seus direitos desrespeitados, deve procurar a empresa aérea contratada para reivindicar seus direitos como consumidor.

Se as tentativas de solução do problema pela empresa não apresentarem resultado, o usuário poderá encaminhar a demanda à Anac, aos órgãos de defesa do consumidor e ao Poder Judiciário. Descumprimento à resolução pode gerar multa de R$ 4 mil a R$ 10 mil por infração, por passageiro.

Além disso, a agência possui canais de comunicação destinados a receber manifestações pela internet (Fale com a Anac) ou pelo telefone 0800 725 4445 (que funciona 24 horas, sete dias por semana, inclusive com atendimento em inglês e espanhol).

Fonte:
Agência Nacional de Aviação Civil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Campanha busca prevenir acidentes entre caminhoneiros
Ministério do Trabalho realizou campanha Abril Verde com objetivo de impedir acidentes de trabalho em transportes terrestres
Fundo de R$ 10 bilhões promoverá concessões municipais
Programa vai ajudar municípios a melhorar serviços de iluminação pública, água, esgoto e asfalto
Novas regras do Minha Casa Minha Vida ampliarão acesso ao programa
A meta do Ministério das Cidades é contratar, ainda este ano, 100 mil novas unidades habitacionais do programa
Ministério do Trabalho realizou campanha Abril Verde com objetivo de impedir acidentes de trabalho em transportes terrestres
Campanha busca prevenir acidentes entre caminhoneiros
Programa vai ajudar municípios a melhorar serviços de iluminação pública, água, esgoto e asfalto
Fundo de R$ 10 bilhões promoverá concessões municipais
A meta do Ministério das Cidades é contratar, ainda este ano, 100 mil novas unidades habitacionais do programa
Novas regras do Minha Casa Minha Vida ampliarão acesso ao programa

Últimas imagens

O custo das obras está orçado em R$ 112,47 milhões do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR)
O custo das obras está orçado em R$ 112,47 milhões do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR)
Divulgação/Ministério das Cidades
O programa Meta ainda comtemplará o Plano de Desburocratização do governo federal
O programa Meta ainda comtemplará o Plano de Desburocratização do governo federal
Divulgação/Itaipu Binacional
Foi lançado também o Programa Cartão Reforma, para melhorar a qualidade habitacional das moradias
Foi lançado também o Programa Cartão Reforma, para melhorar a qualidade habitacional das moradias
Divulgação/Ministério do Planejamento
Expansão prevista para os próximos três anos no País chegará a 18,6 GW, com destaque para a energia eólica
Expansão prevista para os próximos três anos no País chegará a 18,6 GW, com destaque para a energia eólica
Divulgação/Ministério do Planejamento

Governo digital