Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2016 > 01 > Pará recebe R$ 334 milhões para novos empreendimentos

Infraestrutura

Pará recebe R$ 334 milhões para novos empreendimentos

Integração Nacional

Por meio do Fundo Constitucional do Norte, recursos são destinados para financiamento de estação de transbordo de carga e centro hospitalar
por Portal Brasil publicado: 08/01/2016 14h14 última modificação: 08/01/2016 14h31

A abertura de crédito por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) permitirá a construção de uma estação de transbordo de carga (R$ 189 milhões) e a ampliação e a reforma de um centro hospitalar  (R$ 145 milhões) no Pará. Ao todo, serão R$ 334 milhões em recursos.

"O governo federal está fazendo sua parte para a melhoria do Brasil e de outros brasileiros. Agradeço ao Banco da Amazônia, que financiará os projetos, e às duas instituições que estão aqui. Não estamos falando de verba a fundo perdido. Estamos falando de confiança a quem concede o crédito, no caso o governo federal, e de confiança daqueles que acreditaram no projeto que estão apresentando", disse o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, na sede do Banco da Amazônia, em Belém, no Pará. 

Estação de transbordo

A Estação de Transbordo de Carga (ETC) Miritituba, às margens do Rio Tapajós, no distrito de Miritituba, município de Itaituba (PA), integra o Projeto Norte do Grupo Hidrovias do Brasil. O projeto é responsável pela implantação de um sistema logístico para escoamento da produção de grãos do Centro- Oeste e do Norte do País.

O projeto também envolve a construção  com outras fontes de financiamento  de um terminal portuário de uso privado na região de Vila do Conde, municípios de Barcarena (PA) e de comboios fluviais para o transporte de grãos e fertilizantes.  

Centro hospitalar

Investimentos direcionados à reforma e à ampliação do centro hospitalar Benemérita Sociedade Portuguesa Beneficente do Pará têm como finalidade a construção de uma nova área, a aquisição de equipamentos médico-hospitalares, mobiliário e utensílios. O novo empreendimento viabilizará a implantação de mais 300 leitos, de outros 240 para pacientes de hemodiálise e de 40 de UTI, além de 500 vagas de estacionamento.

Sobre o FNO

Criado em 1989, o Fundo Constitucional de Financiamento do Norte visa a fomentar o desenvolvimento econômico e social, por meio das instituições financeiras federais de caráter regional, mediante a execução de programas de financiamento aos setores produtivos.

Atualmente, os recursos dos Fundos Constitucionais são os principais instrumentos de financiamento da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR). Parcelas de recursos tributários da União são destacadas para implementação de políticas de desenvolvimento regional e de redução das desigualdades.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Integração Nacional

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Erro
Ocorreu um erro enquanto renderizando o portlet.

Últimas imagens

Empreendimentos contam com rede de água, esgoto energia elétrica e iluminação pública, além de área de lazer
Empreendimentos contam com rede de água, esgoto energia elétrica e iluminação pública, além de área de lazer
Divulgação/Minha Casa Minha Vida
Melhor navegabilidade da bacia do Tocantins-Araguaia também vai favorecer pequenas comunidades agrícolas
Melhor navegabilidade da bacia do Tocantins-Araguaia também vai favorecer pequenas comunidades agrícolas
Foto: Divulgação/Ministério da Integração
Ministro das Cidades, Bruno Araújo, participa de evento do programa Minha Casa Minha Vida, que beneficiou cerca de 360 famílias em São Paulo
Ministro das Cidades, Bruno Araújo, participa de evento do programa Minha Casa Minha Vida, que beneficiou cerca de 360 famílias em São Paulo
Divulgação/Ministério das Cidades
A iniciativa possibilitará uma oferta maior de água para as populações rurais atingidas pela estiagem e seca.
A iniciativa possibilitará uma oferta maior de água para as populações rurais atingidas pela estiagem e seca.
Foto: Adriana Fortes/MD
Na cerimônia, 480 casas do Residencial Maria Pires Perillo foram entregues.
Na cerimônia, 480 casas do Residencial Maria Pires Perillo foram entregues.
Divulgação/ministério das Cidades

Governo digital