Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2016 > 02 > Aneel licita 6,5 mil km de linhas de transmissão em abril

Infraestrutura

Aneel licita 6,5 mil km de linhas de transmissão em abril

Energia elétrica

Esperam-se investimentos na ordem de R$ 12,2 bilhões e geração de 27.640 empregos diretos
por Portal Brasil publicado: 24/02/2016 12h32 última modificação: 26/02/2016 10h12
EBC Na primeira etapa, serão licitados 26 lotes de empreendimentos em AL, BA, CE, GO, ES, MA, MT, MG, PA, PR, PB, PE, PI, RJ, RN, RS,SC, SE, SP e TO

Na primeira etapa, serão licitados 26 lotes de empreendimentos em AL, BA, CE, GO, ES, MA, MT, MG, PA, PR, PB, PE, PI, RJ, RN, RS,SC, SE, SP e TO

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai leiloar novos empreendimentos de transmissão da rede básica. O pregão está previsto para 13 de abril, na sede da BM&FBOVESPA, em São Paulo. O edital do certame (Leilão nº 13/2015) foi aprovado, nesta terça-feira (23), pela diretoria colegiada da Aneel, na 5ª Reunião Pública Ordinária. Serão implantados aproximadamente 6,5 mil km de linhas de transmissão, além de 10.560 MVA em capacidade de subestações.

Após análise das contribuições recebidas e reuniões de avaliação com o Ministério de Minas e Energia (MME), Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e Operador Nacional do Sistema (ONS), a Aneel optou pela retirada de parte de alguns lotes e reestruturação de outros, o que culminou na divisão do certame em duas etapas. 

Na primeira parte, prevista para abril, serão licitados 26 lotes de empreendimentos localizados nos Estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Espirito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins. Esperam-se investimentos na ordem de R$ 12,2 bilhões e geração de 27.640 empregos diretos.

As instalações deverão entrar em operação comercial no prazo de 36 a 60 meses a partir da data de assinatura dos contratos de concessão. A soma das Receitas Anuais Permitidas (RAP) máximas dos 24 lotes é de R$ 2,5 bilhões. O concessionário vencedor terá direito ao recebimento, por 30 anos, da Receita Anual Permitida (RAP) pela prestação do serviço, a ser recebida a partir da operação comercial.

Os lotes da etapa inicial do leilão serão licitados individual e sequencialmente, com exceção dos Lotes H/I e K/L, que poderão ser arrematados em conjunto, formando os Lotes HI e KL, conforme procedimento do Leilão de Transmissão nº 05/2015.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Nacional de Energia Elétrica

Infográfico - Leilão de Linhas de Transmissão

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Erro
Ocorreu um erro enquanto renderizando o portlet.

Últimas imagens

Melhor navegabilidade da bacia do Tocantins-Araguaia também vai favorecer pequenas comunidades agrícolas
Melhor navegabilidade da bacia do Tocantins-Araguaia também vai favorecer pequenas comunidades agrícolas
Foto: Divulgação/Ministério da Integração
Ministro das Cidades, Bruno Araújo, participa de evento do programa Minha Casa Minha Vida, que beneficiou cerca de 360 famílias em São Paulo
Ministro das Cidades, Bruno Araújo, participa de evento do programa Minha Casa Minha Vida, que beneficiou cerca de 360 famílias em São Paulo
Divulgação/Ministério das Cidades
A iniciativa possibilitará uma oferta maior de água para as populações rurais atingidas pela estiagem e seca.
A iniciativa possibilitará uma oferta maior de água para as populações rurais atingidas pela estiagem e seca.
Foto: Adriana Fortes/MD
Na cerimônia, 480 casas do Residencial Maria Pires Perillo foram entregues.
Na cerimônia, 480 casas do Residencial Maria Pires Perillo foram entregues.
Divulgação/ministério das Cidades
A Aneel fiscalizará o custo, que a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) deverá cobrir para garantir as adequações.
A Aneel fiscalizará o custo, que a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) deverá cobrir para garantir as adequações.
Foto: Renato Sette Câmara/Prefeitura do Rio

Governo digital