Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2016 > 02 > Rio São Francisco recebeu 1,9 milhão de peixes nativos em 2015

Infraestrutura

Rio São Francisco recebeu 1,9 milhão de peixes nativos em 2015

Codevasf

Os alevinos são destinados à recomposição de rios, lagoas e grandes reservatórios hídricos da região
publicado: 12/02/2016 17h36 última modificação: 12/02/2016 19h25
Divulgação/Codevasf Espécies nativas são inseridas em trechos do rio em Alagoas, durante ações de repovoamento

Espécies nativas são inseridas em trechos do rio em Alagoas, durante ações de repovoamento

O Rio São Francisco recebeu em 2015 de 1,9 milhão de alevinos (peixes recém-saídos do ovo). São utilizadas somente espécies nativas da bacia hidrográfica da região nessas ações de repovoamento do Velho Chico.

Os peixes, produzidos pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), são destinados à recomposição da ictiofauna(conjunto das espécies de peixes) de rios, lagoas e grandes reservatórios hídricos da região. No ano passado, a Codevasf produziu cerca de 7 milhões de alevinos.

Para o Rio São Francisco, a Companhia utiliza apenas espécies nativas da bacia hidrográfica, como pacamã, curimatã, matrinxã, cari, cascudo, piau, piaba e surubim.

Peixamentos em 2016

A Superintendência Regional da Codevasf em Alagoas já promoveu dois peixamentos em 2016. A primeira ação foi no dia 3 de janeiro, três trechos do São Francisco entre os municípios de Penedo (AL) e Neópolis (SE). A segunda foi realizada no dia 31 do mesmo mês, no município de Piaçabuçu, no Baixo São Francisco alagoano.

Essas iniciativas integram as ações do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, executado pela Codevasf em sua área de atuação.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Integração Nacional

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu

Últimas imagens

Picos de demanda da operação especial estão previstos para os dias 24 de fevereiro  e 1º de março
Picos de demanda da operação especial estão previstos para os dias 24 de fevereiro e 1º de março
Divulgação/Ministério dos Transportes
Investimentos previstos para a derrocagem são de R$ 181,5 milhões
Investimentos previstos para a derrocagem são de R$ 181,5 milhões
Edsom Leite/MTPA
Novo contrato prevê investimentos da ordem de R$ 160 milhões e atenderá mais 11,5 mil famílias
Novo contrato prevê investimentos da ordem de R$ 160 milhões e atenderá mais 11,5 mil famílias
Divulgação/Governo do Acre
Codevasf também vai construir passagem molhada de 20m de extensão por 4,5m de largura
Codevasf também vai construir passagem molhada de 20m de extensão por 4,5m de largura
Divulgação/Codevasf
Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Divulgação/Codevasf

Governo digital