Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2016 > 02 > País tem modelo de concessão maduro e respeitado no mundo, diz Valdir Simão

Infraestrutura

País tem modelo de concessão maduro e respeitado no mundo, diz Valdir Simão

Logística

Ministro exaltou projeto integrado e disse que investimentos buscam conectar os diversos modais
por Portal Brasil publicado: 24/02/2016 12h59 última modificação: 24/02/2016 15h46
Foto: Min. Planejamento O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Valdir Simão, participou esta manhã (24), em São Paulo, do Seminário “Setor Portuário: Desafios e oportunidades"

O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Valdir Simão, participou esta manhã (24), em São Paulo, do Seminário “Setor Portuário: Desafios e oportunidades"

O ministro do Planejamento, Valdir Simão, ressaltou nesta quarta-feira (24), durante seminário sobre o setor portuário em São Paulo (SP), o caráter ambicioso do Programa de Investimento em Logística (PIL), iniciativa pela qual o governo federal busca realizar a integração entre ferrovias, portos, aeroportos, ferrovias e rodovias, permitindo um melhor escoamento da produção nacional.

Segundo o ministro, o modelo de concessões adotado pelo país é um diferencial importante para atrair investidores interessados em projetos de infraestrutura. “Hoje temos um modelo de concessão muito maduro, que é referência e respeitado no mundo todo, fruto de 20 anos de experiência”, avaliou Simão,

A previsão é que o governo realize, ao longo de 2016, leilões seis de rodovias, de 26 de terminais portuários, de quatro aeroportos e de três ferrovias.

Um dos pontos mais importantes do programa de logística é integrar os diversos modais existentes. “O PIL  é pautado num planejamento integrado. Talvez palavra que defina de maneira mais adequada o programa seja conectividade.  Precisamos conectar pais internamente e com o resto do mundo”, disse.

O ministro lembrou que, apesar de o PIL ser um programa de integração que passa por diversos ministérios e agências reguladoras, com estruturas administrativas separadas, a sua execução tem sido feita de forma integrada, o que permite uma melhor eficiência em sua gestão. 

Segundo Valdir Simão, os investimentos previstos totalizam R$ 198,4 bilhões. Em rodovias, serão R$ 66,1 bilhões, em ferrovias R$ 86,4 bilhões, nos portos R$ 37,4 bilhões, e nos aeroportos de Florianópolis, Fortaleza, Salvador e Porto Alegre, o montante será de R$ 8,5 bilhões.

Simão disse que o Programa de Investimento em Logística está dentro de um projeto importante de reforma do Estado brasileiro, que passa por quatro grandes pilares: desburocratização da máquina pública; reorganização administrativa; melhoria da qualidade do gasto público; e fortalecimento da gestão e do controle.

Fonte: Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

DF e mais 6 estados passam a ter 9 dígitos no celular
Começa a valer o nono dígito para números de celulares da região Centro-Oeste e três estados da região Norte.
Brasil Sem Miséria - Programa Água para Todos
Brasil Sem Miséria - Programa Água para Todos
Cisternas nas Escolas
Conheça o projeto Cisternas nas Escolas, que vai levar 5 mil cisternas às escolas do semiárido brasileiro. Arnoldo de Campos, secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS explica o projeto.
Começa a valer o nono dígito para números de celulares da região Centro-Oeste e três estados da região Norte.
DF e mais 6 estados passam a ter 9 dígitos no celular
Brasil Sem Miséria - Programa Água para Todos
Brasil Sem Miséria - Programa Água para Todos
Conheça o projeto Cisternas nas Escolas, que vai levar 5 mil cisternas às escolas do semiárido brasileiro. Arnoldo de Campos, secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS explica o projeto.
Cisternas nas Escolas

Últimas imagens

Nono dígito passa a valer a partir deste domingo (29)
Nono dígito passa a valer a partir deste domingo (29)
Foto: MCTI
O objetivo é criar mecanismos para universalizar a internet de alta velocidade, reforçar a infraestrutura de acesso e incentivar os investimentos no setor
O objetivo é criar mecanismos para universalizar a internet de alta velocidade, reforçar a infraestrutura de acesso e incentivar os investimentos no setor
Desde 2009, Programa já entregou mais de 2,6 milhões de moradias
Desde 2009, Programa já entregou mais de 2,6 milhões de moradias
Divulgação/Ministério das Cidades
Programa já alcançou 96% dos municípios brasileiros, 5.330 cidades diferentes
Programa já alcançou 96% dos municípios brasileiros, 5.330 cidades diferentes
Iano Andrade/Portal Brasil
Terceira fase do programa vai contratar mais 2 milhões de moradias, a serem construídas até 2018
Terceira fase do programa vai contratar mais 2 milhões de moradias, a serem construídas até 2018
Divulgação/Blog do Planalto

Governo digital