Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2016 > 02 > País tem modelo de concessão maduro e respeitado no mundo, diz Valdir Simão

Infraestrutura

País tem modelo de concessão maduro e respeitado no mundo, diz Valdir Simão

Logística

Ministro exaltou projeto integrado e disse que investimentos buscam conectar os diversos modais
por Portal Brasil publicado: 24/02/2016 12h59 última modificação: 24/02/2016 15h46
Foto: Min. Planejamento O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Valdir Simão, participou esta manhã (24), em São Paulo, do Seminário “Setor Portuário: Desafios e oportunidades"

O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Valdir Simão, participou esta manhã (24), em São Paulo, do Seminário “Setor Portuário: Desafios e oportunidades"

O ministro do Planejamento, Valdir Simão, ressaltou nesta quarta-feira (24), durante seminário sobre o setor portuário em São Paulo (SP), o caráter ambicioso do Programa de Investimento em Logística (PIL), iniciativa pela qual o governo federal busca realizar a integração entre ferrovias, portos, aeroportos, ferrovias e rodovias, permitindo um melhor escoamento da produção nacional.

Segundo o ministro, o modelo de concessões adotado pelo país é um diferencial importante para atrair investidores interessados em projetos de infraestrutura. “Hoje temos um modelo de concessão muito maduro, que é referência e respeitado no mundo todo, fruto de 20 anos de experiência”, avaliou Simão,

A previsão é que o governo realize, ao longo de 2016, leilões seis de rodovias, de 26 de terminais portuários, de quatro aeroportos e de três ferrovias.

Um dos pontos mais importantes do programa de logística é integrar os diversos modais existentes. “O PIL  é pautado num planejamento integrado. Talvez palavra que defina de maneira mais adequada o programa seja conectividade.  Precisamos conectar pais internamente e com o resto do mundo”, disse.

O ministro lembrou que, apesar de o PIL ser um programa de integração que passa por diversos ministérios e agências reguladoras, com estruturas administrativas separadas, a sua execução tem sido feita de forma integrada, o que permite uma melhor eficiência em sua gestão. 

Segundo Valdir Simão, os investimentos previstos totalizam R$ 198,4 bilhões. Em rodovias, serão R$ 66,1 bilhões, em ferrovias R$ 86,4 bilhões, nos portos R$ 37,4 bilhões, e nos aeroportos de Florianópolis, Fortaleza, Salvador e Porto Alegre, o montante será de R$ 8,5 bilhões.

Simão disse que o Programa de Investimento em Logística está dentro de um projeto importante de reforma do Estado brasileiro, que passa por quatro grandes pilares: desburocratização da máquina pública; reorganização administrativa; melhoria da qualidade do gasto público; e fortalecimento da gestão e do controle.

Fonte: Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Porto de Itaqui é o sexto mais movimentado do Brasil
O governo investiu R$ 70 milhões no Berço 108 do Porto de Itaqui, que é a porta de entrada de boa parte do combustível importado pelo Brasil
Nova lei traz mudanças para o Código de Trânsito Brasileiro
Diretor do Denatran destaca as três principais, entre elas, o Sistema de Notificação Eletrônico.
Diretor do Denatran faz balanço da Operação Rodovida
Operação é feita para prevenir e evitar acidentes nas rodovias federais durante os feriados de fim e início de ano
O governo investiu R$ 70 milhões no Berço 108 do Porto de Itaqui, que é a porta de entrada de boa parte do combustível importado pelo Brasil
Porto de Itaqui é o sexto mais movimentado do Brasil
Diretor do Denatran destaca as três principais, entre elas, o Sistema de Notificação Eletrônico.
Nova lei traz mudanças para o Código de Trânsito Brasileiro
Operação é feita para prevenir e evitar acidentes nas rodovias federais durante os feriados de fim e início de ano
Diretor do Denatran faz balanço da Operação Rodovida

Últimas imagens

Ações de fornecimento são importantes para a sobrevivência das famílias
Ações de fornecimento são importantes para a sobrevivência das famílias
Divulgação/Codevasf
A taxa máxima de embarque internacional, que era R$ 109,13, agora custa R$ 113,04
A taxa máxima de embarque internacional, que era R$ 109,13, agora custa R$ 113,04
Foto: divulgação/secretaria de Aviação Civil
Refrota atende à Política Nacional e Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana
Refrota atende à Política Nacional e Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana
Foto: Hmenon Oliveira/Gov. do Distrito Federal
Montante vai impulsionar desenvolvimento regional e fomentar redes de arranjos produtivos locais
Montante vai impulsionar desenvolvimento regional e fomentar redes de arranjos produtivos locais
Divulgação/Governo do Pará
Alimentos são adquiridos dos agricultores familiares e entregues a pessoas em situação de insegurança alimentar
Alimentos são adquiridos dos agricultores familiares e entregues a pessoas em situação de insegurança alimentar
Divulgação/Conab

Governo digital