Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2016 > 03 > Bagé, no interior gaúcho, prepara retomada de voos regulares

Infraestrutura

Bagé, no interior gaúcho, prepara retomada de voos regulares

Aviação Civil

Terminal de Bagé é um dos 15 aeroportos gaúchos contemplados pelo Programa de Aviação Regional
publicado: 03/03/2016 15h51 última modificação: 03/03/2016 16h28

A cidade gaúcha de Bagé prepara a retomada de voos comerciais no Aeroporto Comandante Gustavo Kraemer. Em audiência na tarde desta quarta-feira (2), o secretário de Aeroportos da Secretaria de Aviação da Presidência da República, Leonardo Cruz, reuniu-se com o prefeito de Bagé (RS), Dudu Colombo, para tratar do andamento da retomada dos voos e próximos passos do projeto de reforma e ampliação do aeródromo regional. Bagé fica a cerca de 400 km de Porto Alegre, perto da fronteira do Brasil com o Uruguai.

De acordo com o Estudo de Viabilidade Técnica, os investimentos previstos incluem a construção de área de giro nas cabeceiras da pista de pouso, ampliação do pátio de aeronaves para quatro posições, construção de nova seção contraincêndio e adequações para ampliar a capacidade de operação com aeronaves de médio porte.

A revitalização do aeroporto encontra-se em fase de estudos preliminares, quando se definem detalhes do projeto de engenharia e o investimento necessário para a execução das obras. Segundo o secretário Leonardo Cruz, o novo aeroporto deve impactar a economia, o comércio e o turismo da cidade e região. “A conectividade aérea induz as economias regionais a um salto de desenvolvimento”, defende.

Companhias aéreas com interesse de expandir a malha de voos no Rio Grande do Sul já estudam a criação de uma frequência regular entre Bagé e a capital do Estado, Porto Alegre. O aeroporto, administrado pela Infraero, encontra-se aberto para aviação geral, táxi aéreo e voos charters.

Conexão regional

O terminal de Bagé é um dos 15 aeroportos gaúchos contemplados pelo Programa de Aviação Regional da Secretaria de Aviação da Presidência da República. O programa foi criado em dezembro de 2012 com o objetivo de conectar o Brasil e levar desenvolvimento e serviços sociais a lugares distantes das capitais brasileiras. A Secretaria vai investir cerca de R$ 7,3 bilhões na construção ou reforma de 270 aeroportos em todo o território nacional.

Mais de 40 milhões de brasileiros vivem, hoje, a centenas de quilômetros do aeroporto mais próximo da região. O programa trabalha para encurtar essas distâncias, aproximando moradores e turistas dos aeroportos brasileiros. O objetivo é que 96% da população esteja a, no máximo, cem quilômetros de um terminal aeroportuário.

O investimento é do Fundo Nacional da Aviação Civil (Fnac), composto por taxas e outorgas da aviação, e que só pode ser investido de volta no próprio setor. A contratação das empresas responsáveis pelos estudos e obras é feita diretamente pelo governo federal, sem repasse de verbas a estados e municípios.

Fonte: Secretaria de Aviação Civil 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu

Últimas imagens

Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Divulgação/Codevasf
MI também garantiu a Cruzeiro do Sul (AC) o atendimento da população atingida com kits de ajuda humanitária
MI também garantiu a Cruzeiro do Sul (AC) o atendimento da população atingida com kits de ajuda humanitária
Divulgação/MI
Campos marítimos produziram 94,5% do petróleo e 76,9% do gás natural desse total
Campos marítimos produziram 94,5% do petróleo e 76,9% do gás natural desse total
Divulgação/MME
Convênios irão garantir acesso a água e condições de trafegabilidade a mais de 59 mil pessoas
Convênios irão garantir acesso a água e condições de trafegabilidade a mais de 59 mil pessoas
Frederico Celente/Codevasf
Governo trabalha para melhorar a distribuição do excedente produzido pelas fontes renováveis
Governo trabalha para melhorar a distribuição do excedente produzido pelas fontes renováveis
Divulgação/Itaipu Binacional

Governo digital