Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2016 > 03 > Brasil inaugura projeto inédito de energia solar em lagos de hidrelétricas

Infraestrutura

Brasil inaugura projeto inédito de energia solar em lagos de hidrelétricas

Sustentabilidade

Protótipo vai analisar benefícios de geração por meio de placas solares instaladas sobre flutuadores em reservatórios de hidrelétricas
por Portal Brasil publicado: 04/03/2016 20h13 última modificação: 08/03/2016 11h29
Foto: Rafael Wergles/Portal Brasil Os presidentes da Eletronorte, Tito Neto, e da Eletrobras, José da Costa, e o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga

Os presidentes da Eletronorte, Tito Neto, e da Eletrobras, José da Costa, e o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga

Um protótipo para geração híbrida de energia elétrica foi lançado, nesta sexta-feira (4), na Usina Hidrelétrica de Balbina, localizada no município de Presidente Figueiredo, no Amazonas. O projeto consiste na instalação de placas solares sobre flutuadores, que serão mantidos no reservatório da usina e vão aproveitar toda a infraestrutura já existente para a transmissão da energia gerada.

"É uma operação ganha-ganha. Se eu tenho energia solar, posso administrar o uso da água", avaliou o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, durante a cerimônia de inauguração do projeto-piloto. É a primeira vez no mundo que é feita a instalação dessas placas em um lago de hidrelétrica. Quando estiver em funcionamento pleno, serão mais de 50 mil metros quadrados com as placas geradoras de eletricidade, equivalente a cinco campos de futebol:

Na próxima semana, o MME deve inaugurar projeto semelhante na usina de Sobradinho, na Bahia. O cronograma prevê a geração de até 5 MWp (Megawatt-pico) em cada uma das usinas, o que poderia garantir o abastecimento energético de 9 mil residências.

As entidades que participarão do projeto são Sunlution, WEG, Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da UFPE (FADE), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Fundação de Apoio Rio Solimões (UNISOL) e Universidade Federal do Amazonas (UFAM). 

Os projetos serão realizados com recursos destinados a ações de Pesquisa & Desenvolvimento pelas empresas, com previsão de investimentos de quase R$ 100 milhões (R$ 49,964 milhões da Eletronorte e R$ 49,942 milhões da Chesf), em ações previstas até janeiro de 2019.

Fonte: Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Leilões e concessões incentivam setor portuário em 2017
Portos são responsáveis por 85% do escoamento da produção para o comércio exterior
Fundo da Marinha Mercante financia 74 embarcações
Ao longo de 2017, medidas impulsionaram escoamento da produção brasileira pelo norte do País
Programa Agora é avançar retoma obras para melhoria do transporte público em Aracaju
Ao todo, iniciativa vai retomar 7 mil obras paralisadas em todo o País
Portos são responsáveis por 85% do escoamento da produção para o comércio exterior
Leilões e concessões incentivam setor portuário em 2017
Ao longo de 2017, medidas impulsionaram escoamento da produção brasileira pelo norte do País
Fundo da Marinha Mercante financia 74 embarcações
Ao todo, iniciativa vai retomar 7 mil obras paralisadas em todo o País
Programa Agora é avançar retoma obras para melhoria do transporte público em Aracaju

Governo digital