Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2016 > 03 > Terminais portuários do Pará terão R$ 167 mi em novos investimentos

Infraestrutura

Terminais portuários do Pará terão R$ 167 mi em novos investimentos

Logística

"O governo está construindo um ambiente favorável ao investimento”, disse o ministro da Secretaria de Portos, Helder Barbalho
por Portal Brasil publicado: 03/03/2016 16h14 última modificação: 03/03/2016 16h31
Foto: Portal Brasil Com os novos investimentos, o Pará se fortalece como a mais competitiva rota logística para escoar a safra de produtores da Região Centro-Oeste

Com os novos investimentos, o Pará se fortalece como a mais competitiva rota logística para escoar a safra de produtores da Região Centro-Oeste

O ministro Helder Barbalho, da Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP) oficializou o ingresso de mais R$ 167 milhões de investimentos privados para o setor portuário no Estado do Pará. Segundo ele, “o governo está construindo um ambiente favorável ao investimento”.

Com a assinatura de dois termos aditivos nesta quinta-feira (3), a SEP permite a expansão dos projetos de futuros terminais da Hidrovias do Brasil (HBSA) em construção no Porto de Vila do Conde, no município de Barcarena, e em Miritituba, distrito do município de Itaituba. No total, o investimento para implantar o maior complexo portuário para escoamento de grãos do Centro-Oeste agora alcançará R$ 872 milhões.

A solenidade de autorização dos novos investimentos foi realizada durante o seminário “Setor Portuário: Desafios e Oportunidades”, em Belém. O objetivo do evento foi o de apresentar a empresários a carteira de investimentos da SEP, entre as quais o leilão de arrendamento de seis áreas para terminais portuários que serão ofertadas em dia 31 de março na BM&FBovespa, em São Paulo.

“Essa agenda de licitação de portos é uma oportunidade singular para a economia do Pará”, afirmou o ministro durante sua palestra no seminário. “É importante que essas oportunidades também possam ser abraçadas por empresários locais”.

Com os novos investimentos, o Pará se fortalece como a mais competitiva rota logística para escoar a safra de produtores da região Centro-Oeste. “A alternativa do Arco Norte está consolidada e é seguramente o caminho para o desenvolvimento da nossa economia”, enfatizou Helder Barbalho. Animado, ele continuou: “Crise no setor portuário não existe, e particularmente no Pará. O movimento é de crescimento continuado.”

Em sua apresentação, Helder Barbalho anunciou que Miritituba foi o porto que mais cresceu no Estado, registrando expansão de 24,9% na movimentação de cargas entre 2010 e 2015, bem mais do que o percentual de aumento da região Norte, de 14,3%.

O ministro enfatizou a necessidade de integração dos portos com os modais ferroviário, hidroviário e rodoviário. “Estou na atividade portuária mas tenho feito todos os esforços para que essas ações sejam concretizadas”, disse Barbalho. Um dos exemplos citados por Helder Barbalho foi o da ferrovia Lucas do Rio Verde (MT) a Miritituba (PA).

“Estamos realizando seis leilões agora e vamos prosseguir logo depois com mais 20 áreas, 14 delas no Estado do Pará. Portanto, o Arco Norte colocará o Pará em protagonismo”, frisou o ministro.

No seminário, o secretário do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Maurício Muniz, falou sobre os investimentos do Programa de Investimentos em Logística (PIL), coordenado pelo Ministério do Planejamento, e elogiou os avanços registrados nos últimos meses no programa de concessão de portos.

Fonte: Secretaria de Portos

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Defesa Civil Nacional e Google emitirão avisos sobre desastres no Brasil
Parceria do governo federal com o Google vai permitir que as pessoas tenham informações em tempo real
Governo anuncia construção de 11 mil moradias do MCMV
Ministério das Cidades anunciou a construção de mais de 11 mil moradias do MCMV, durante balanço nesta quinta-feira (2)
DF e mais 6 estados passam a ter 9 dígitos no celular
Começa a valer o nono dígito para números de celulares da região Centro-Oeste e três estados da região Norte.
Parceria do governo federal com o Google vai permitir que as pessoas tenham informações em tempo real
Defesa Civil Nacional e Google emitirão avisos sobre desastres no Brasil
Ministério das Cidades anunciou a construção de mais de 11 mil moradias do MCMV, durante balanço nesta quinta-feira (2)
Governo anuncia construção de 11 mil moradias do MCMV
Começa a valer o nono dígito para números de celulares da região Centro-Oeste e três estados da região Norte.
DF e mais 6 estados passam a ter 9 dígitos no celular

Últimas imagens

Trajeto será entre o Aeroporto Santos Dumont e a Parada dos Navios, próxima ao terminal de cruzeiros na zona portuária
Trajeto será entre o Aeroporto Santos Dumont e a Parada dos Navios, próxima ao terminal de cruzeiros na zona portuária
Divulgação/EBC
Objetivo da medida é aumentar a segurança nas estradas, reduzindo o número de acidentes frontais
Objetivo da medida é aumentar a segurança nas estradas, reduzindo o número de acidentes frontais
Divulgação/EBC
Empreendimentos contam com rede de água, esgoto energia elétrica e iluminação pública, além de área de lazer
Empreendimentos contam com rede de água, esgoto energia elétrica e iluminação pública, além de área de lazer
Divulgação/Minha Casa Minha Vida
Melhor navegabilidade da bacia do Tocantins-Araguaia também vai favorecer pequenas comunidades agrícolas
Melhor navegabilidade da bacia do Tocantins-Araguaia também vai favorecer pequenas comunidades agrícolas
Foto: Divulgação/Ministério da Integração
Ministro das Cidades, Bruno Araújo, participa de evento do programa Minha Casa Minha Vida, que beneficiou cerca de 360 famílias em São Paulo
Ministro das Cidades, Bruno Araújo, participa de evento do programa Minha Casa Minha Vida, que beneficiou cerca de 360 famílias em São Paulo
Divulgação/Ministério das Cidades

Governo digital