Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2017 > 01 > País bate recorde em capacidade de energia instalada em 2016

Infraestrutura

País bate recorde em capacidade de energia instalada em 2016

Marco

A energia eólica representou 27% do total da capacidade instalada até novembro, representando a 2ª maior fonte de geração do Brasil
por Portal Brasil publicado: 11/01/2017 09h45 última modificação: 11/01/2017 11h51

Em 2016, o Brasil registrou recorde anual de nova capacidade instalada de energia elétrica.

Até dezembro do ano passado, foram adicionados ao sistema elétrico nacional 9.526 Megawatts (MW), maior valor desde o início da série histórica, em 1998, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Para este ano, está previsto um incremento de 7.120 MW de capacidade instalada.

A fonte que mais cresceu em números absolutos em 2016 foi a de grandes usinas hidrelétricas, com um incremento aproximado de 5 mil MW, representando 53% do total.

Energia eólica

A segunda fonte com maior capacidade instalada acrescida foi a eólica, com 2.564 MW, 27% do total da capacidade instalada até novembro de 2016.

Durante o ano, a fonte eólica registrou aumento superior a 20% com relação à capacidade instalada em 2015. Até dezembro de 2016, havia 10.092 MW nas usinas eólicas em operação. O estado do Rio Grande do Norte foi o que mais contribuiu para o incremento da potência eólica instalada no País, com cerca de 920 MW, seguido pelo Ceará, com acréscimo de aproximadamente 600 MW, e o estado da Bahia, com 520 MW incrementados.

Em 2016, as usinas termelétricas contribuíram para um acréscimo de 1.758 MW, representando 18% do total, e as Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) somaram 203 MW, 2% do total.

2017

Neste ano, a fonte com maior expectativa de crescimento absoluto é a hidrelétrica, a partir de grandes usinas, com aproximadamente 4 mil MW. O crescimento relativo da fonte eólica novamente deverá ser expressivo, com um incremento de cerca de 2,4 mil MW.

Também se destacam a continuidade da motorização da UHE Belo Monte, a entrada em operação comercial de complexos eólicos e da UTE Mauá 3 (590 MW), em construção na cidade de Manaus, no Amazonas.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Aneel

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Só com o projeto de Integração do Rio São Francisco, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas
Governo federal investe R$ 30 bilhões para combater a seca no nordeste brasileiro
Orçadas em R$ 9,6 bilhões, as obras, com 477 quilômetros, estão em fase final nos eixos norte e leste. O projeto é uma prioridade do governo federal e passa pelos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte
Projeto de Integração do Rio São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas
O programa Minha Casa Minha Vida beneficiou cerca de 5 mil pessoas da cidade de Mogi Guaçu (SP). Os investimentos do governo federal, na obra, são da ordem de R$ 119 milhões
Minha Casa Minha Vida beneficia 5 mil pessoas no município de Mogi Guaçu

Últimas imagens

Picos de demanda da operação especial estão previstos para os dias 24 de fevereiro  e 1º de março
Picos de demanda da operação especial estão previstos para os dias 24 de fevereiro e 1º de março
Divulgação/Ministério dos Transportes
Investimentos previstos para a derrocagem são de R$ 181,5 milhões
Investimentos previstos para a derrocagem são de R$ 181,5 milhões
Edsom Leite/MTPA
Novo contrato prevê investimentos da ordem de R$ 160 milhões e atenderá mais 11,5 mil famílias
Novo contrato prevê investimentos da ordem de R$ 160 milhões e atenderá mais 11,5 mil famílias
Divulgação/Governo do Acre
Codevasf também vai construir passagem molhada de 20m de extensão por 4,5m de largura
Codevasf também vai construir passagem molhada de 20m de extensão por 4,5m de largura
Divulgação/Codevasf
Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Aguadas já existentes e as previstas têm volume de acumulação entre 7m³ e 21m³
Divulgação/Codevasf

Governo digital