Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2017 > 03 > Santa Catarina recebe 480 apartamentos do Minha Casa Minha Vida

Infraestrutura

Santa Catarina recebe 480 apartamentos do Minha Casa Minha Vida

Moradia

Mais 600 mil novas unidades habitacionais devem ser contratadas ainda este ano
por Portal Brasil publicado: 20/03/2017 11h09 última modificação: 03/10/2017 15h48

Em Palhoça (SC), 480 pessoas receberam as chaves das novas moradias construídas pelo programa Minha Casa Minha Vida, do Ministério das Cidades. Os apartamentos de 47,73 m² são avaliados em R$ 64 mil. Além disso, todas as unidades do conjunto habitacional são adaptadas para pessoas com deficiência. 

A área de lazer conta com um parque infantil, uma quadra de esporte, dois salões de festas e quatro churrasqueiras.

Na solenidade de entrega, o ministro Bruno Araújo ressaltou a importância de a escritura do empreendimento estar em nome das mulheres: “quero dizer aos homens que cuidem muito bem da chefe da família de vocês, que representa, para o Minha Casa Minha Vida, a verdadeira condutora desse programa”.

Bruno Araújo lembrou o esforço para liquidar as dívidas da pasta com as construtoras. “Para que essa obra fosse entregue hoje, o presidente da República, Michel Temer, o Ministério das Cidades e a Caixa colocaram o pagamento em dia, com os recursos firmes, muita organização e planejamento".

Novas unidades

Na ocasião, Bruno Araújo anunciou a contratação de 600 mil novas unidades habitacionais em todo o País este ano. Na Faixa 1 do Programa, serão 170 mil unidades.

“Quero destacar que esses empreendimentos não podem ser vendidos ou alugados para que não haja o risco de autoridades questionarem, no futuro, a legitimidade dessa propriedade”, enfatizou.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério das Cidades

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo anuncia recursos nas áreas de habitação e saneamento no Rio de Janeiro
O estado do Rio de Janeiro receberá investimentos nas áreas de habitação, contenção de encostas e saneamento
Cadastramento biométrico vai aumentar a segurança na transmissão de dados
Termo de Cooperação assinado pelo Departamento Nacional de Trânsito vai aumentar a segurança na transmissão de dados e otimizar recursos
Novas regras vão facilitar embarque e desembarque em aeroportos
Governo elabora conjunto de orientações para eliminar os obstáculos e reduzir o tempo de espera no embarque e desembarque nos aeroportos
O estado do Rio de Janeiro receberá investimentos nas áreas de habitação, contenção de encostas e saneamento
Governo anuncia recursos nas áreas de habitação e saneamento no Rio de Janeiro
Termo de Cooperação assinado pelo Departamento Nacional de Trânsito vai aumentar a segurança na transmissão de dados e otimizar recursos
Cadastramento biométrico vai aumentar a segurança na transmissão de dados
Governo elabora conjunto de orientações para eliminar os obstáculos e reduzir o tempo de espera no embarque e desembarque nos aeroportos
Novas regras vão facilitar embarque e desembarque em aeroportos

Últimas imagens

Cerca de 2 mil pessoas foram beneficiadas com a entrega das unidades habitacionais, avaliadas em R$ 56 mil cada. O empreendimento custou, no total, R$ 28,2 milhões
Cerca de 2 mil pessoas foram beneficiadas com a entrega das unidades habitacionais, avaliadas em R$ 56 mil cada. O empreendimento custou, no total, R$ 28,2 milhões
Foto: Bruno Peres/Ministério das Cidades
Em 2016, foram transportadas 84,6 milhões de toneladas de cargas pelas hidrovias interiores
Em 2016, foram transportadas 84,6 milhões de toneladas de cargas pelas hidrovias interiores
Danilo Borges/Ministério dos Transportes
Segundo ministro, até o fim do primeiro semestre de 2018, as águas estarão na última estrutura do Eixo Norte
Segundo ministro, até o fim do primeiro semestre de 2018, as águas estarão na última estrutura do Eixo Norte
Arquivo/PAC
A previsão para o ano de 2017 é de que a demanda total de energia deve crescer cerca de 1,5%
A previsão para o ano de 2017 é de que a demanda total de energia deve crescer cerca de 1,5%
Foto: Vanderlei Tacchio/Eletrosul

Governo digital