Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura > 2017 > 12 > Novos contratos destinam recursos do FGTS para saneamento de 4 estados

Infraestrutura

Novos contratos destinam recursos do FGTS para saneamento de 4 estados

Saneamento

Ministério das Cidades assinou 24 contratos nesta sexta para atender a setor em Pernambuco, Espírito Santo, Goiás e Rio Grande do Sul
publicado: 29/12/2017 15h54 última modificação: 02/01/2018 09h36

Para beneficiar e melhorar o setor de saneamento nos estados do Espírito Santo, Pernambuco, Goiás e Rio Grande do Sul, o Ministério das Cidades assinou 24 contratos com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Ao todo serão liberados R$ 951 milhões para 23 municípios.

“Quantos municípios não sofrem com a falta de água? Com essas obras, em alguns municípios de Goiás, por exemplo, solucionaremos esse problema para os próximos 25 anos. Alocamos quase R$ 4,5 bilhões em contratos, repasses e programas no âmbito do Programa Avançar”, declarou o ministro Alexandre Baldy. Segundo ele, a meta é que 2018 seja iniciado com melhorias na qualidade de vida dos brasileiros.

Pernambuco

Serão destinados R$ 312,49 milhões para obras de esgotamento sanitário e abastecimento de água na capital Recife e em oito municípios.

Espírito Santo

O estado do Espírito Santo receberá R$ 63,56 milhões para a realização de quatro obras de esgotamento sanitário nos municípios de Guarapari, Nova Venécia e Manguinhos.

Rio Grande do Sul

Para o Rio Grande do Sul, a companhia de água vai receber R$ 210,56 milhões em obras de sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário em sete municípios. O município de Rio Grande terá obras de três estações de esgotamento sanitário.

Goiás

Em Goiás, a Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) terá R$ 379,31 milhões para a ampliação do sistema de abastecimento de água em Anápolis e Aparecida de Goiânia.

Agora, é Avançar

Até o final de 2018, cerca de 7 mil empreendimentos serão concluídos. Serão obras de infraestrutura logística, energética, defesa, social e urbana. Todos os ministérios setoriais estão envolvidos no Programa, uma das principais ações de reconstrução da infraestrutura do Brasil.

Arquivo/Agência Brasil

Fontes: Governo do Brasil, com informações do Ministério das Cidades e Agora, é Avançar 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil