Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2010 > 02 > Ações do governo

Meio Ambiente

Ações do governo

Um crescimento econômico sustentável é parte integrante de ações promovidas pelo Brasil, um dos países mais atuantes na agenda global de temas ligados ao meio ambiente e que participa ativamente de acordos multilaterais
por Portal Brasil publicado: 21/02/2010 20h32 última modificação: 28/07/2014 11h44

Um crescimento econômico sustentável é parte integrante de ações promovidas pelo Brasil, país que possui as maiores reservas de florestas tropicais, de água doce e de biodiversidade do planeta, além de uma matriz energética das mais limpas do mundo industrializado.

A megadiversidade brasileira é notável em sua área de 8,5 milhões de km², suas variadas zonas climáticas e seis biomas – a Amazônia, o Cerrado, o Pantanal, os Pampas, a Mata Atlântica e a Caatinga. Essa diversidade de fauna e flora é reconhecida mundialmente, já que 20% do número total de espécies do planeta encontram-se nesses biomas.

O intuito do governo brasileiro é justamente trabalhar a favor da preservação e desenvolvimento sustentável dos biomas nacionais. Para isso, foram desenvolvidas estratégias de articulação de políticas específicas para cada bioma, organização de espaços de participação social, reforma institucional do setor florestal e ampliação do conceito sobre a biodiversidade.

Um exemplo disso pode ser o Programa Terra Legal , cuja responsabilidade é de regularizar o uso das terras públicas ocupadas na região amazônica. Essa iniciativa conta com a parceria dos estados e municípios e é coordenada pelos ministérios do Desenvolvimento Agrário e do Meio Ambiente, a fim de eliminar um dos principais problemas ligados ao desenvolvimento na região. O processo de regularização de posse de terrenos pequenos na região durava cinco anos, reduzido para 120 dias depois de adotado o programa.

As ações interministeriais aplicadas contribuem para o desenvolvimento sustentável do país, como o pacto entre frigoríficos nacionais e redes de varejo. Com a participação estratégica do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a proposta foi da não comercialização de carne produzida em áreas desmatadas ilegalmente. Outro mecanismo de proteção do bioma nacional é o Zoneamento Agroecológico Nacional da Cana-de-açúcar, cujo levantamento possibilitou a definição das áreas onde se pode ou não se pode plantar cana-de-açúcar e instalar usinas de produção de etanol.

Outros projetos federais

A Secretaria de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável do Ministério do Meio Ambiente administra projetos que têm como objetivo promover a gestão ambiental em áreas não urbanas de maneira sustentável. Entre eles, destacam-se:

Gestão Ambiental Rural (Gestar): coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente, é uma política pública que oferece suporte à economia vinculada ao uso do território rural, sem causar prejuízos ao meio ambiente. Promove atividades de motivação, capacitação e engajamento com a participação dos moradores das comunidades e de representantes de organizações da sociedade civil, das escolas, das universidades e dos governos.

• Desenvolvimento Socioambiental da Produção Familiar Rural: promove o equilíbrio entre a conservação dos recursos naturais e a produção familiar rural na Amazônia. Para isso, utiliza a gestão ambiental, o planejamento integrado das unidades produtivas e a prestação de serviços ambientais.

Programa de Desenvolvimento do Ecoturismo (Proecotur): procura estruturar o desenvolvimento do ecoturismo em todo o País com a promoção da consciência ambiental das populações envolvidas e a conservação do entorno e de áreas protegidas. A principal diretriz do programa é a capacitação e o envolvimento dos moradores dessas regiões em todas as etapas das atividades turísticas.

Sustentabilidade Ambiental do Agronegócio: ajuda na implantação de práticas sustentáveis no setor produtivo do agronegócio. Busca desenvolver técnicas de produção que não causem impactos negativos no meio ambiente e incorporar as já existentes.

Subprograma Projetos Demonstrativos (PDA): apóia experiências inovadoras, em bases socioambientais, que mostrem a possibilidade efetiva de construção de estratégias de promoção do desenvolvimento sustentável. Estimula a formulação de políticas públicas que contribuam para a difusão e a incorporação dessas estratégias por outras comunidades, organizações e instituições governamentais.

Apoios do BNDES

Maior financiador em longo prazo da atividade econômica no País, desde meados dos anos 1970 o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) leva em conta as questões ambientais em seus procedimentos de análise e concessão de crédito. Na década de 80, criou uma linha específica para apoio a projetos industriais de conservação e recuperação do meio ambiente.

O BNDES conta com linhas de apoio financeiro a programas relacionados ao meio ambiente e ao uso sustentável dos recursos. Elas têm caráter permanente e podem ser concedidas a qualquer momento.

•    Apoio a Investimentos em Meio Ambiente - condições especiais para projetos ambientais que promovam o desenvolvimento sustentável do país.

•    BNDES Florestal – linha de crédito voltada ao reflorestamento, à conservação e à recuperação florestal de áreas degradadas ou convertidas e ao uso sustentável de áreas nativas na forma de manejo florestal.

•    PROESCO – destinado a projetos que contribuam para a eficiência energética.

Já o programa de apoio financeiro BNDES Compensação Florestal, que oferece recursos com valores limitados e/ou prazo de vigência, visa apoiar a regularização da reserva legal em propriedades rurais destinadas ao agronegócio e a preservação e a valorização das florestas nativas e dos ecossistemas remanescentes.

Fontes:
Ministério do Meio Ambiente
BNDES

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Brasil assina acordo de Paris sobre mudança do clima
A cerimônia reuniu mais de 130 chefes de Estado em Nova Iorque, na sede das Nações Unidas
Mais de 80% das áreas rurais já foram registradas
O Ministério do Meio Ambiente apresentou, nesta sexta-feira (6), um balanço do Cadastro Ambiental Rural (CAR)
Crise Hídrica: governo vai financiar recuperação de nascentes de rios
Serão R$ 45 milhões para criar até 30 Áreas de Preservação Permanentes (APPs) em assentamento da reforma agrária próximos a 18 regiões metropolitanas do País
A cerimônia reuniu mais de 130 chefes de Estado em Nova Iorque, na sede das Nações Unidas
Brasil assina acordo de Paris sobre mudança do clima
O Ministério do Meio Ambiente apresentou, nesta sexta-feira (6), um balanço do Cadastro Ambiental Rural (CAR)
Mais de 80% das áreas rurais já foram registradas
Serão R$ 45 milhões para criar até 30 Áreas de Preservação Permanentes (APPs) em assentamento da reforma agrária próximos a 18 regiões metropolitanas do País
Crise Hídrica: governo vai financiar recuperação de nascentes de rios

Últimas imagens

Vista da RPPN Raso do Mandi II, em Santa Catarina
Vista da RPPN Raso do Mandi II, em Santa Catarina
ICMBio/Germano Woehl Junior
Medidas permitiu reduzir em 12,5% a relação entre a quantidade de água consumida e o volume de petróleo processado
Medidas permitiu reduzir em 12,5% a relação entre a quantidade de água consumida e o volume de petróleo processado
Divulgação/Petrobras
Relatório da Unesco recomenda que cada país promova políticas para alcançar equilíbrio entre os setores da economia e a sustentabilidade dos recursos hídricos
Relatório da Unesco recomenda que cada país promova políticas para alcançar equilíbrio entre os setores da economia e a sustentabilidade dos recursos hídricos
Divulgação/Governo de São Paulo
Após reabilitação, quatro peixes-boi são devolvidos aos rios da Amazônia
Após reabilitação, quatro peixes-boi são devolvidos aos rios da Amazônia
Foto: Cláudio Sampaio/ICMBio
Após a apreensão, todos os animais foram devolvidos com vida ao rio Branco
Após a apreensão, todos os animais foram devolvidos com vida ao rio Branco
Divulgação/ICMBio

Governo digital