Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2010 > 11 > Plano Nacional sobre Mudança do Clima

Meio ambiente

Plano Nacional sobre Mudança do Clima

por Portal Brasil publicado: 24/11/2010 16h01 última modificação: 28/07/2014 11h47

O fenômeno das mudanças do clima hoje em curso tem afetado a Terra de diversas formas, obrigando governos e sociedades a criarem estratégias para fazer frente a seus efeitos muitas vezes devastadores.

O Brasil atua em diversas frentes para combater e evitar o problema, com uma especial atenção ao combate ao desmatamento ilegal – uma das principais fontes de emissões de gases do efeito estufa no País. Para enfrentar o desafio, o governo brasileiro tem ampliado as políticas de monitoramento e fiscalização do desmatamento, além de incentivar atividades ligadas ao desenvolvimento sustentável.

Como resultado dessas políticas, o Brasil registrou em 2009 o menor índice de desmatamento da Amazônia dos últimos 20 anos, calculado em cerca de 7,400 km2. A taxa é cerca de 75% menor do que o desmatamento registrado na região em 2004.

Para o Brasil, o desafio de combater o aumento das emissões vai além do combate ao desmatamento da Amazônia, mas envolve todos os setores da sociedade. Assim, com o objetivo de enfrentar o problema com compromissos claros, foi lançado em 2008 o Plano Nacional sobre Mudança do Clima.  

Elaborado conjuntamente por 17 ministérios, o documento apresenta diversas medidas nacionais de comprometimento do País com uma trajetória clara de redução de emissões de gases de efeito estufa. Com o Plano, o Brasil assumiu pela primeira vez metas voluntárias de redução de desmatamento, o que o levou a uma posição de destaque global.

O Plano, coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente e sujeito a atualizações anuais, também prevê o aumento do número de árvores plantadas no País, o estímulo a políticas de incentivo para uso de energias limpas, a promoção da prática da reciclagem e o incentivo ao uso de automóveis que emitam menos gases de efeito estufa.

O documento congrega ainda ações voltadas ao diagnóstico dos impactos das mudanças do clima, como estudos, aperfeiçoamento de sistemas de monitoramento e estímulo à realização de inventários de emissões do setor privado.

>> Leia a versão completa e o sumário executivo do PNMC

Objetivos do Plano Nacional sobre Mudança do Clima

- identificar, planejar e coordenar as ações para mitigar as emissões e adaptar a sociedade aos impactos das alterações climáticas;

- incentivar a eficiência no desempenho dos vários setores da economia;
- manter elevada a participação de fontes renováveis de energia na matriz energética nacional;
- promover o aumento sustentável da participação de biocombustíveis na matriz de transportes nacional;
- buscar a redução sustentada das taxas de desflorestamento ilegal, até que se atinja o desmatamento zero;
- eliminar a perda líquida da área de cobertura florestal no Brasil até 2015;
- fortalecer ações intersetoriais voltadas à diminuição das vulnerabilidades das populações;
- identificar os impactos ambientais decorrentes da mudança do clima e fomentar o desenvolvimento de pesquisas científicas.


Prazo

Compromissos

Até 2015

- aumentar a reciclagem de resíduos sólidos urbanos em 20%;

           Até 2020

- reduzir em 80% o índice de desmatamento anual na Amazônia;

- ampliar em 11% ao ano o consumo interno de etanol;

- dobrar a área de florestas plantadas no Brasil para 11 milhões de hectares, sendo 2 milhões de hectares com uso de espécies nativas;

- trocar 1 milhão de geladeiras antigas por ano;

- reduzir as perdas não técnicas na distribuição de energia elétrica à taxa de 1000 GWh por ano;

Até 2030

- aumentar a oferta de energia elétrica de cogeração, principalmente a bagaço de cana-de-açúcar, para 11,4% da oferta total de eletricidade no País;


 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

Inmetro dá dicas para quem quer economizar energia
Com a crescente necessidade de economizar energia, o Inmetro dá dicas para quem quer poupar sem ter de abrir mão do conforto
Voluntários combatem fogo na Chapada dos Veadeiros
Brigadistas do Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio) e bombeiros do Distrito Federal, além de representantes do Ibama e voluntários, participam do combate ao fogo que consome o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás
ICMBio completa 10 anos de atuação
Instituto agrega 324 unidades de conservação, que somam quase 80 milhões de hectares - o equivalente a 9% do território nacional
Com a crescente necessidade de economizar energia, o Inmetro dá dicas para quem quer poupar sem ter de abrir mão do conforto
Inmetro dá dicas para quem quer economizar energia
Brigadistas do Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio) e bombeiros do Distrito Federal, além de representantes do Ibama e voluntários, participam do combate ao fogo que consome o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás
Voluntários combatem fogo na Chapada dos Veadeiros
Instituto agrega 324 unidades de conservação, que somam quase 80 milhões de hectares - o equivalente a 9% do território nacional
ICMBio completa 10 anos de atuação

Últimas imagens

Alteração na lei prevê a promoção de iniciativas que promovam o uso das águas pluviais, que podem ser usadas para a manutenção de jardins, limpeza de calçadas e em atividades agrícolas e industriais
Alteração na lei prevê a promoção de iniciativas que promovam o uso das águas pluviais, que podem ser usadas para a manutenção de jardins, limpeza de calçadas e em atividades agrícolas e industriais
Foto: Tony Winston/Governo de Brasília
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

banner_servico.jpg

Governo digital