Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2011 > 05 > Instituto Chico Mendes cria cinco reservas particulares do patrimônio natural

Meio ambiente

Instituto Chico Mendes cria cinco reservas particulares do patrimônio natural

por Portal Brasil publicado: 17/05/2011 17h46 última modificação: 28/07/2014 12h55

Cinco Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN), sendo duas na Bahia, duas no Rio de Janeiro e uma em Minas Gerais foram criadas nesta terça-feira (17), por meio de portarias do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio)  publicadas no Diário Oficial da União. Uma das medidas também cria o conselho deliberativo da Reserva Extrativista Chapada Limpa, no Maranhão. 

A Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Mico Leão Dourado fica no município de Silva Jardim (RJ), e foi criada com área de 22,17 hectares (ha). Já a reserva particular Morro Grande (RJ), criada com área de 192,34 ha, fica no município de Casimiro de Abreu. 

A reserva Olho-de-Fogo-Rendado (BA), criada com área de 103,73 ha se localiza no município de São Sebastião do Passé, estado da Bahia, que também recebeu a reserva Curió, com área de 13,39 ha no município de São Sebastião do Passé. 

Em Minas Gerais, a nova reserva particular se chama Kahena e tem 5,7698 ha. A unidade fica no município de Marmelópolis.

Já o Conselho Deliberativo da Resex Chapada Limpa, segundo a portaria, terá como  finalidade contribuir para a efetiva implantação e implementação do Plano de Manejo da Unidade, além de dar cumprimento dos objetivos da criação da UC. Entre os membros, representantes dos órgãos governamentais, do ICMBio, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis do estado do Maranhão e da Superintendência do Ibama) no estado, entre outros.

Em todas as reservas, os proprietários são  responsáveis pelo cumprimento das exigências contidas na Lei do Sistema Nacional de Unidades de Conservação federais. Segundo o ICMBio, toda e qualquer conduta ou atividade lesivas à biodiversidade da reserva estarão sujeitas às sanções previstas na Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.965/1998).


Fonte:
ICMBio

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

ANA premia projetos de gestão e uso sustentável da água
Projetos de todo o País combatem a poluição, o desperdício de água e contribuem para a gestão e o uso sustentável dos recursos hídricos
Governo discute plano de combate ao lixo no mar
Pesquisadores, ambientalistas e representantes do governo discutem a elaboração de um plano nacional para combater a poluição no mar
Força Aérea Brasileira usa aeronave para combater fogo na Chapada dos Veadeiros
Força Aérea Brasileira emprega aeronave para combater na reserva. Até o momento, mais de 60 mil hectares já foram consumidos pelas chamas
Projetos de todo o País combatem a poluição, o desperdício de água e contribuem para a gestão e o uso sustentável dos recursos hídricos
ANA premia projetos de gestão e uso sustentável da água
Pesquisadores, ambientalistas e representantes do governo discutem a elaboração de um plano nacional para combater a poluição no mar
Governo discute plano de combate ao lixo no mar
Força Aérea Brasileira emprega aeronave para combater na reserva. Até o momento, mais de 60 mil hectares já foram consumidos pelas chamas
Força Aérea Brasileira usa aeronave para combater fogo na Chapada dos Veadeiros

Últimas imagens

Alteração na lei prevê a promoção de iniciativas que promovam o uso das águas pluviais, que podem ser usadas para a manutenção de jardins, limpeza de calçadas e em atividades agrícolas e industriais
Alteração na lei prevê a promoção de iniciativas que promovam o uso das águas pluviais, que podem ser usadas para a manutenção de jardins, limpeza de calçadas e em atividades agrícolas e industriais
Foto: Tony Winston/Governo de Brasília
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Por meio da Força Aérea Brasileira e de órgãos de fiscalização ambiental, Governo do Brasil participa dos esforços para controlar o pior incêndio desde a criação do parque
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

banner_servico.jpg

Governo digital