Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2011 > 08 > Reservas extrativistas na Amazônia recebem concessão de terras da União

Meio ambiente

Reservas extrativistas na Amazônia recebem concessão de terras da União

por Portal Brasil publicado: 09/08/2011 16h55 última modificação: 28/07/2014 12h57

As populações de cinco reservas extrativistas (Resex) da Amazônia receberão a concessão de uso de suas áreas. No último sábado (6), a ministra do Meio Ambiente (MMA), Izabella Teixeira, e a secretária do Patrimônio da União, Paula Lara, assinaram na Resex Terra Grande-Pracuúba, a transferência dessas áreas para o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que passará a titulação aos extrativistas nos dias 4 e 5 de outubro.

Serão beneficiadas as comunidades tradicionais que moram nas Resex Tapajós-Arapiuns, Gurupá-Melgaço, Terra Grande-Pracuúba, Riozinho do Anfrísio e Caeté-Taperaçu, todas localizadas no estado do Pará. De acordo com a ministra Izabella Teixeira, esse é um momento único para o País: "é uma nova base para uma política que vai avançar com os povos tradicionais e com a conservação da biodiversidade".

A parceria entre governo federal e extrativistas também conta com participação do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), que garante políticas de apoio à agricultura familiar e à produção das comunidades tradicionais. Um exemplo é o acesso ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e o apoio à regularização fundiária das Resex.

Os extrativistas também receberão políticas de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). Atendendo a demanda da população, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) vai lançar um edital para serviços de Ater em Resex.

O MMA e o ICMBio também vão apoiar o Ministério da Pesca e Aquicultura na elaboração de edital de assistência técnica para pesca. O apoio à assistência técnica, beneficiamento de produção e acesso aos mercados fortalece o extrativismo e são as bases para melhorar a qualidade de vida dessas populações e proteger o meio ambiente.

Essas medidas sinalizam a evolução do processo iniciado em 2002, quando MMA e MDA reconheceram as populações tradicionais residentes em Resex como beneficiárias do Programa Nacional de Reforma Agrária. Em 2008, esse reconhecimento foi estendido a moradores tradicionais de Florestas Nacionais (Flona) e Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS).


Fonte:
Ministério do Meio Ambiente

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

Prazo para registro no Cadastro Ambiental Rural é prorrogado
Presidente Michel Temer sanciona lei que prorroga registro no Cadastro Ambiental Rural (CAR) para dezembro de 2017
Brasil já registrou 112 mil focos de queimadas e incêndios neste ano
Dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Registro é 16% maior que o registrado no mesmo período do ano passado.
Conheça a proposta do Santuário de Baleias do Atlântico Sul
Para proteger a população das diferentes espécies de baleias da região do Atlântico Sul, o Brasil, a Argentina, a África do Sul, o Uruguai e o Gabão estão propondo a criação do santuário
Presidente Michel Temer sanciona lei que prorroga registro no Cadastro Ambiental Rural (CAR) para dezembro de 2017
Prazo para registro no Cadastro Ambiental Rural é prorrogado
Dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Registro é 16% maior que o registrado no mesmo período do ano passado.
Brasil já registrou 112 mil focos de queimadas e incêndios neste ano
Para proteger a população das diferentes espécies de baleias da região do Atlântico Sul, o Brasil, a Argentina, a África do Sul, o Uruguai e o Gabão estão propondo a criação do santuário
Conheça a proposta do Santuário de Baleias do Atlântico Sul

Últimas imagens

Mais seis transmissores serão instalados em fêmeas que chegarão ao Rio Grande do Norte nesta temporada de reprodução, que se inicia ainda em 2016
Mais seis transmissores serão instalados em fêmeas que chegarão ao Rio Grande do Norte nesta temporada de reprodução, que se inicia ainda em 2016
Divulgação/Projeto Tamar
Apenas 14% dos reservatórios do semiárido estão com o volume acima de 50%. Pernambuco tem 24 dos 69 reservatórios sem água
Apenas 14% dos reservatórios do semiárido estão com o volume acima de 50%. Pernambuco tem 24 dos 69 reservatórios sem água
Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
A participação no grupo está aberta a todos os países do bioma
A participação no grupo está aberta a todos os países do bioma
Jefferson Rudy/MMA
Três candidaturas serão finalistas em cada uma das sete categorias
Três candidaturas serão finalistas em cada uma das sete categorias
Divulgação/ICMBio
Estabelecidas por decreto em 1990, as RPPNs passaram a ser consideradas unidades de conservação no ano 2000
Estabelecidas por decreto em 1990, as RPPNs passaram a ser consideradas unidades de conservação no ano 2000
Divulgação/ICMBio

banner_servico.jpg

Governo digital