Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2012 > 06 > BNDES e Fundação BB assinam acordo para desenvolver projetos sustentáveis na Amazônia

Meio ambiente

BNDES e Fundação BB assinam acordo para desenvolver projetos sustentáveis na Amazônia

por Portal Brasil publicado: 26/06/2012 11h26 última modificação: 29/07/2014 08h59
Tamires Kopp/ Ministério do Desenvolvimento Agrário Serão R$ 25 milhões em investimentos para o desenvolvimento de atividades economicamente sustentáveis

Serão R$ 25 milhões em investimentos para o desenvolvimento de atividades economicamente sustentáveis

Serão R$ 25 milhões em investimentos para o desenvolvimento de atividades economicamente sustentáveis

 

As comunidades pobres da Amazônia, que exploram a riqueza da floresta, vão receber recursos para o desenvolvimento de suas atividades econômicas de forma sustentável. Um acordo no valor de R$ 25 milhões foi firmado entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) e a Fundação Banco do Brasil (FBB) - durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20 -, e divulgado na segunda-feira (25) pelo BNDES.

De acordo com o gerente do Departamento de Economia Solidária do BNDES, Eduardo Lins, os recursos são para que essas comunidades tenham uma forma contínua de geração de renda e de sustento da família. “As comunidades que vão ter uma cadeia apoiada, como, por exemplo, a cadeia do açaí, piscicultura, pesca artesanal, borracha, artesanato, óleos essenciais, serão organizadas para que ganhem renda de uma forma sustentável, não só em relação à natureza, mas de uma forma economicamente sustentável", afirmou.

O banco entrará com recursos não reembolsáveis no valor de R$ 15 milhões, oriundos do Fundo Amazônia, enquanto a Fundação participará com R$ 10 milhões. Esse é o primeiro contrato no âmbito do acordo de cooperação técnica e financeira entre o BNDES e a FBB - que prevê investimentos de R$ 100 milhões nos próximos cinco anos.

De acordo com Lins, o foco principal são projetos realizados por comunidades da região amazônica ou que resultem em seu benefício. As tecnologias sociais associadas a esse processo produtivo, que estejam ambientalmente adequadas, também poderão ser apoiadas pelo BNDES e Fundação. Essas tecnologias dão soluções integrais aos projetos e resolvem problemas como saneamento, segurança alimentar, acesso a água potável, entre outros.

Os projetos aprovados terão monitoramento constante, com assistência técnica feita por uma unidade especializada, seja da própria Fundação Banco do Brasil ou uma organização com experiência, localizada na região. O contrato contemplará projetos com duração até dois anos.

Este é o terceiro acordo de cooperação entre o BNDES e a FBB, mas o primeiro com recursos do Fundo Amazônia.

 

Leia mais:

Bancos de desenvolvimento se comprometem a fomentar a sustentabilidade

Principais bancos do mundo investirão U$ 175 bilhões em transporte sustentáveis 

Fundação Banco do Brasil e prefeitura instalam usina de reciclagem em Petrópolis

 

Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

ICMBio completa 10 anos de atuação
Instituto agrega 324 unidades de conservação, que somam quase 80 milhões de hectares - o equivalente a 9% do território nacional
Confira as oportunidades geradas pelas Unidades de Conservação
Unidades de Conservação oferecem oportunidades para as comunidades do entorno e também aos visitantes. Confira entrevista com o presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski
ICMBio amplia trabalho de prevenção a incêndios
Presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, explica as ações do instituto para combater queimadas que ameaçam flora e fauna do País
Instituto agrega 324 unidades de conservação, que somam quase 80 milhões de hectares - o equivalente a 9% do território nacional
ICMBio completa 10 anos de atuação
Unidades de Conservação oferecem oportunidades para as comunidades do entorno e também aos visitantes. Confira entrevista com o presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski
Confira as oportunidades geradas pelas Unidades de Conservação
Presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, explica as ações do instituto para combater queimadas que ameaçam flora e fauna do País
ICMBio amplia trabalho de prevenção a incêndios

Últimas imagens

Empresa aderiu à nova regra, instituída por decreto assinado pelo presidente da República, Michel Temer, na tarde deste sábado (21)
Empresa aderiu à nova regra, instituída por decreto assinado pelo presidente da República, Michel Temer, na tarde deste sábado (21)
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília
Redução chega a 76% quando comparada a 2004. Os estados com maior queda são Tocantins (55%) e Roraima (43%)
Redução chega a 76% quando comparada a 2004. Os estados com maior queda são Tocantins (55%) e Roraima (43%)
Foto: Gilberto Soares/MMA
Processos passaram a ser mais ágeis, dinâmicos, e conferem mais vantagens aos produtores
Processos passaram a ser mais ágeis, dinâmicos, e conferem mais vantagens aos produtores
Foto: Eduardo Aigner/MDA

banner_servico.jpg

Governo digital