Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2014 > 02 > Equipes são treinadas para catalogar florestas de Sergipe

Meio Ambiente

Equipes são treinadas para catalogar florestas de Sergipe

Capacitação

Objetivo é obter dados como a extensão, espécies existentes e informações que auxiliem na formulação de políticas públicas
por Portal Brasil publicado: 17/02/2014 12h35 última modificação: 30/07/2014 03h16
Divulgação/SFB Capacitação vai preparar cerca de 20 profissionais para o levantamento em campo

Capacitação vai preparar cerca de 20 profissionais para o levantamento em campo

O Serviço Florestal Brasileiro (SFB) realiza a partir de terça-feira (18), a capacitação das equipes que farão o levantamento em campo das florestas do estado de Sergipe como parte do Inventário Florestal Nacional (IFN).

Feito em parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Sergipe (Semarh/SE), o IFN tem por objetivo obter dados sobre a extensão das florestas, espécies existentes e outras informações que auxiliarão na formulação de políticas públicas de uso e conservação ambiental.

A capacitação vai preparar cerca de 20 profissionais para uma das etapas mais importantes do IFN, que é o levantamento em campo, “por dentro” das florestas. Isso inclui localizar o ponto onde haverá coleta de dados, realizar as medições corretamente (altura e diâmetro das árvores, por exemplo), coletar amostras de solo e de plantas e entrevistar moradores próximos às unidades amostrais sobre a sua relação com o recurso florestal. A metodologia é única para todo o País.

Essa capacitação será realizada na unidade de conservação estadual Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco, localizado no município de Capela, a 67 km da capital sergipana, que protege um dos maiores remanescentes de Mata Atlântica do estado.

Uma vez concluído o treinamento, os técnicos darão início às atividades do Inventário, que é realizado por amostragem em pontos determinados, sempre à distância de 20 quilômetros uns dos outros, com a possibilidade de adensamento, como ocorreu no estado.

Pela sua extensão territorial, Sergipe teria originalmente coleta em 55 pontos amostrais, porém, esse número passou para 177 pela necessidade da Semarh em obter mais informações sobre as regiões onde se localizam os principais mananciais hidrográficos do estado.

As equipes que farão o Inventário são da empresa Flora Nativa, que venceu a licitação pública realizada pelo estado para contratar o serviço.

O Inventário Florestal já foi concluído no estado de Santa Catarina e está em diferentes etapas de coleta e organização dos dados no Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro e Ceará. Além de Sergipe, os estados com previsão de início da coleta de dados em 2014 são Espírito Santo, Bahia, Rio Grande do Norte, Amazonas, Rondônia, Mato Grosso e Pará.

Fonte:
Serviço Florestal Brasileiro

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

Países firmam compromisso pela proteção da Amazônia
Documento estabelece compromissos para promover justiça social, igualdade e o uso sustentável dos recursos naturais na Amazônia
Projeto do governo federal busca preservar a Ararinha-azul
Projeto "Ararinha na natureza" tem o intuito de reforçar a conservação da ave Ararinha-azul, considerada extinta no meio ambiente
Aprenda sobre a reutilização de águas residuais
O Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, promoveu debates sobre o uso e a disponibilidade de recursos hídricos em todo o mundo. Este ano, o tema que guia as discussões é a coleta, tratamento e reúso de águas residuais pela indústria, comércio, residências e agropecuária
Documento estabelece compromissos para promover justiça social, igualdade e o uso sustentável dos recursos naturais na Amazônia
Países firmam compromisso pela proteção da Amazônia
Projeto "Ararinha na natureza" tem o intuito de reforçar a conservação da ave Ararinha-azul, considerada extinta no meio ambiente
Projeto do governo federal busca preservar a Ararinha-azul
O Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, promoveu debates sobre o uso e a disponibilidade de recursos hídricos em todo o mundo. Este ano, o tema que guia as discussões é a coleta, tratamento e reúso de águas residuais pela indústria, comércio, residências e agropecuária
Aprenda sobre a reutilização de águas residuais

Últimas imagens

A contrapartida do Ministério do Meio Ambiente (MMA) é equivalente a US$ 17,52 milhões
A contrapartida do Ministério do Meio Ambiente (MMA) é equivalente a US$ 17,52 milhões
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília
Instituições de pesquisa podem apresentar propostas até o próximo dia 23 de junho
Instituições de pesquisa podem apresentar propostas até o próximo dia 23 de junho
Arquivo/Agência Brasil
Fóssil foi encontrado pelo arqueólogo autodidata Mihály Bányai, em 1971
Fóssil foi encontrado pelo arqueólogo autodidata Mihály Bányai, em 1971
Divulgação/ICMBio
O dia da Caatinga tem o intuito de conscientizar a sociedade sobre a importância da conservação do bioma para o equilíbrio ambiental
O dia da Caatinga tem o intuito de conscientizar a sociedade sobre a importância da conservação do bioma para o equilíbrio ambiental
Divulgação/Ministério do Meio Ambiente

banner_servico.jpg

Governo digital