Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2014 > 07 > ICMBio faz mutirão de limpeza em reserva extrativista de Rondônia

Meio Ambiente

ICMBio faz mutirão de limpeza em reserva extrativista de Rondônia

Conservação

Resex do Rio Ouro Preto, entre Guajará e Mirim (RO), protege principalmente o bioma da Amazônia
publicado: 23/07/2014 17h37 última modificação: 23/07/2014 17h37

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizou na duas primeiras semanas de julho um mutirão de limpeza na Reserva Extrativista (Resex) do Rio Ouro Preto (RO). Alunos e professores do curso de gestão ambiental da Fundação Universidade Federal de Rondônia (Unir) participaram da ação.

Na ocasião, também foram ministradas palestras e aulas em campo na Comunidade Pompeu, localizada no interior da Unidade de Conservação (UC). Alunos e professores, acompanhados de uma equipe do ICMBio, ainda fizeram trilhas na Resex e conheceram os planos e metas de gestão da unidade para os próximos anos.

Para agradecer a parceria da Universidade, o ICMBio doou materiais institucionais sobre as unidades de conservação e a biodiversidade brasileira para a biblioteca do curso de gestão ambiental. A atual gestão da UC também informou que pretende incentivar as pesquisas e trabalhos do curso na Resex.

Sobre a Resex do Rio Ouro Preto

A Resex do Rio Outro Preto foi criada em março de 1990 por meio do Decreto nº 99.166. Localizada entre os municípios de Guajará e Mirim (RO), tem 204,6 mil hectares e protege, principalmente, o bioma da Amazônia.

Fonte:
ICMBio

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

Países firmam compromisso pela proteção da Amazônia
Documento estabelece compromissos para promover justiça social, igualdade e o uso sustentável dos recursos naturais na Amazônia
Projeto do governo federal busca preservar a Ararinha-azul
Projeto "Ararinha na natureza" tem o intuito de reforçar a conservação da ave Ararinha-azul, considerada extinta no meio ambiente
Aprenda sobre a reutilização de águas residuais
O Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, promoveu debates sobre o uso e a disponibilidade de recursos hídricos em todo o mundo. Este ano, o tema que guia as discussões é a coleta, tratamento e reúso de águas residuais pela indústria, comércio, residências e agropecuária
Documento estabelece compromissos para promover justiça social, igualdade e o uso sustentável dos recursos naturais na Amazônia
Países firmam compromisso pela proteção da Amazônia
Projeto "Ararinha na natureza" tem o intuito de reforçar a conservação da ave Ararinha-azul, considerada extinta no meio ambiente
Projeto do governo federal busca preservar a Ararinha-azul
O Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, promoveu debates sobre o uso e a disponibilidade de recursos hídricos em todo o mundo. Este ano, o tema que guia as discussões é a coleta, tratamento e reúso de águas residuais pela indústria, comércio, residências e agropecuária
Aprenda sobre a reutilização de águas residuais

Últimas imagens

A contrapartida do Ministério do Meio Ambiente (MMA) é equivalente a US$ 17,52 milhões
A contrapartida do Ministério do Meio Ambiente (MMA) é equivalente a US$ 17,52 milhões
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília
Instituições de pesquisa podem apresentar propostas até o próximo dia 23 de junho
Instituições de pesquisa podem apresentar propostas até o próximo dia 23 de junho
Arquivo/Agência Brasil
Fóssil foi encontrado pelo arqueólogo autodidata Mihály Bányai, em 1971
Fóssil foi encontrado pelo arqueólogo autodidata Mihály Bányai, em 1971
Divulgação/ICMBio
O dia da Caatinga tem o intuito de conscientizar a sociedade sobre a importância da conservação do bioma para o equilíbrio ambiental
O dia da Caatinga tem o intuito de conscientizar a sociedade sobre a importância da conservação do bioma para o equilíbrio ambiental
Divulgação/Ministério do Meio Ambiente

banner_servico.jpg

Governo digital