Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2015 > 01 > Publicadas regras para comércio e exposição de animais

Meio Ambiente

Publicadas regras para comércio e exposição de animais

Bicho de estimação

Resolução, publicada no DOU desta segunda (12), aponta veterinário como responsável técnico do local e destaca outras providências
por Portal Brasil publicado: 12/01/2015 08h44 última modificação: 12/01/2015 08h44

O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) publicou no Diário Oficial da União desta segunda-feira (12) as diretrizes de responsabilidade técnica em estabelecimentos comerciais de exposição, manutenção, higiene estética e venda ou doação de animais.

O objetivo é estabelecer os princípios que todos aqueles envolvidos com as atividades devem adotar para promover a segurança, a saúde e o bem-estar dos animais sob seus cuidados. Os estabelecimentos que não cumprirem os requisitos definidos estarão sujeitos à incidência de multa.

Segundo a resolução, que entra em vigor na próxima quinta-feira (15), o médico veterinário será considerado o responsável técnico do estabelecimento e caberá a ele assegurar que as instalações e locais de manutenção dos animais proporcionem um ambiente livre de excesso de barulho, com luminosidade adequada, livre de poluição e protegido contra intempéries ou situações que causem estresse aos animais.

O estabelecimento deve possuir, também, proteção contra corrente de ar excessiva, plano de evacuação rápida do ambiente em caso de emergência, seguindo normas específicas, e permitir alocação dos animais por idade, sexo, espécie, temperamento e necessidades.

Segundo a publicação, o veterinário deve, ainda, assegurar os aspectos sanitários do estabelecimento e evitar a presença de animais com potencial risco de transmissão de zoonoses ou doenças de fácil transmissão para as espécies envolvidas.

Com relação aos animais submetidos a procedimentos de higiene e estética, o responsável técnico pelo serviço deve supervisionar a elaboração de manual de boas práticas que contemple as necessidades básicas das espécies em questão.

Com relação à venda ou doação de animais, o veterinário deve oferecer informações sobre hábitos, fatores estressantes, espaços de recintos, formas de ambientação e demais cuidados e orientar para que se previna o acesso direto aos animais em exposição, ficando o contato restrito a situações de vendas.

O texto traz ainda que o responsável técnico deve assegurar a inspeção diária obrigatória do bem-estar e saúde dos animais, verificando a ingestão de alimentos e água, defecação, micção, manutenção ou ganho do peso corpóreo e movimentação espontânea.

Entre outras determinações, a resolução exige também que o estabelecimento comercial deve manter à disposição do Sistema CFMV, pelo prazo de dois anos, o registro de dados relativos aos animais comercializados, com identificação, procedência, espécie, raça, sexo, idade real ou estimada e a sua destinação pós-comercialização.

Fonte:
Portal Brasil, com informações da Imprensa Nacional

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

Ibama e BNDES assinam contrato do Fundo Amazônia
Recursos do contrato serão aplicados no apoio à logística de transporte das atividades de fiscalização ambiental
Queimadas causam ciclo maléfico para o meio ambiente
Segundo o Ibama, este é um dos períodos mais críticos da história recente do Brasil em relação aos incêndios florestais. De acordo com ele, já são 169 mil focos de calor no ano
Entenda o trabalho dos brigadistas florestais
Ministério do Meio Ambiente edita anualmente portaria para contratação temporária de brigadistas florestais. Em 2016, 834 foram selecionados e atuaram no combate a 1.350 incêndios
Recursos do contrato serão aplicados no apoio à logística de transporte das atividades de fiscalização ambiental
Ibama e BNDES assinam contrato do Fundo Amazônia
Segundo o Ibama, este é um dos períodos mais críticos da história recente do Brasil em relação aos incêndios florestais. De acordo com ele, já são 169 mil focos de calor no ano
Queimadas causam ciclo maléfico para o meio ambiente
Ministério do Meio Ambiente edita anualmente portaria para contratação temporária de brigadistas florestais. Em 2016, 834 foram selecionados e atuaram no combate a 1.350 incêndios
Entenda o trabalho dos brigadistas florestais

Últimas imagens

A redução da emissão de particulados pode chegar a 85%
A redução da emissão de particulados pode chegar a 85%
Divulgação/Governo de Mato Grosso de Sul
Parque foi a primeira UC do Brasil a ser reconhecida como Sítio do Patrimônio Mundial Natural pela Unesco, em 1986
Parque foi a primeira UC do Brasil a ser reconhecida como Sítio do Patrimônio Mundial Natural pela Unesco, em 1986
Divulgação/ICMBio
O trabalho identificou 36 classes de atrativos turísticos nas áreas protegidas do Brasil
O trabalho identificou 36 classes de atrativos turísticos nas áreas protegidas do Brasil
Divulgação/ICMBio
Guia foi elaborado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Guia foi elaborado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Carlos Varela/ICMBio
Mapa de Cobertura e Uso da Terra no Brasil, com dados até 2014, indica significativa redução do desmatamento florestal no País
Mapa de Cobertura e Uso da Terra no Brasil, com dados até 2014, indica significativa redução do desmatamento florestal no País
Arquivo/EBC

banner_servico.jpg

Governo digital