Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2016 > 02 > Fundo Clima aplicou R$ 7,6 mi, em 2015, em ações contra o aquecimento

Meio Ambiente

Fundo Clima aplicou R$ 7,6 mi, em 2015, em ações contra o aquecimento

Investimentos

O Fundo Clima já apoiou estudos para o aproveitamento energético de biogás, construção de indicadores de vulnerabilidade da população e recuperação de dados meteorológicos
por Portal Brasil publicado: 04/02/2016 10h00 última modificação: 05/02/2016 16h15
Divulgação/Governo de SP Entre os projetos aprovados estão a recuperação e proteção de nascentes e ambientes naturais

Entre os projetos aprovados estão a recuperação e proteção de nascentes e ambientes naturais

Mais de R$ 7,6 milhões foram investidos em medidas de combate ao aquecimento global, ao longo do ano passado, pelo Fundo Clima. Vinculado ao Ministério do Meio Ambiente (MMA), o fundo é um dos principais instrumentos para o alcance das metas brasileiras de corte de emissões de gases de efeito estufa. 

O valor aplicado se refere ao total de recursos não reembolsáveis executados ao longo de 2015, conforme relatório apresentado, nesta quarta-feira (3), durante a primeira reunião ordinária de 2016. 

Desde 2011, 190 projetos não reembolsáveis foram contratados pelo Fundo Clima, dos quais 65 já foram concluídos. Ao todo, R$ 96 milhões foram investidos nesse período. Pioneiro no apoio a pesquisas e programas de mitigação e adaptação, o Fundo Clima tem natureza contábil e é administrado por um comitê formado por representantes de órgãos federais, da sociedade civil, do terceiro setor, dos Estados e dos municípios.

Entre os projetos aprovados, há estudos para aproveitamento energético de biogás, construção de indicadores de vulnerabilidade da população e recuperação de dados meteorológicos históricos. Também há ações voltadas para o manejo florestal, promoção de eficiência energética e recuperação e proteção de nascentes e ambientes naturais. As ações são desenvolvidas por órgãos públicos, pela academia e por organizações não governamentais.

Metas brasileiras

Os projetos contribuem para o andamento da Política Nacional sobre Mudança do Clima (PNMC) e para o cumprimento das demais metas brasileiras de corte de emissões assumidas perante a comunidade internacional. “O Fundo Clima é um instrumento fundamental para o sucesso da agenda climática no País”, ressaltou o secretário executivo do MMA, Carlos Klink, presidente do comitê gestor do Fundo.

Aprovado em dezembro de 2015, o Acordo de Paris é o mais novo protocolo internacional que, a partir de agora, vai balizar, também, as linhas de ações do Fundo Clima. Para fazer a sua parte ao lado dos mais de 190 países signatários do compromisso, o Brasil apresentou a meta de reduzir 37% das emissões até 2025 e 43% até 2030. “O Acordo de Paris dá a linha para a implementação, e o Brasil é um dos únicos a propor ações em toda a economia”, destacou o diretor de Mudanças Climáticas do MMA, Adriano Santhiago.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Meio Ambiente

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

Ibama e BNDES assinam contrato do Fundo Amazônia
Recursos do contrato serão aplicados no apoio à logística de transporte das atividades de fiscalização ambiental
Queimadas causam ciclo maléfico para o meio ambiente
Segundo o Ibama, este é um dos períodos mais críticos da história recente do Brasil em relação aos incêndios florestais. De acordo com ele, já são 169 mil focos de calor no ano
Entenda o trabalho dos brigadistas florestais
Ministério do Meio Ambiente edita anualmente portaria para contratação temporária de brigadistas florestais. Em 2016, 834 foram selecionados e atuaram no combate a 1.350 incêndios
Recursos do contrato serão aplicados no apoio à logística de transporte das atividades de fiscalização ambiental
Ibama e BNDES assinam contrato do Fundo Amazônia
Segundo o Ibama, este é um dos períodos mais críticos da história recente do Brasil em relação aos incêndios florestais. De acordo com ele, já são 169 mil focos de calor no ano
Queimadas causam ciclo maléfico para o meio ambiente
Ministério do Meio Ambiente edita anualmente portaria para contratação temporária de brigadistas florestais. Em 2016, 834 foram selecionados e atuaram no combate a 1.350 incêndios
Entenda o trabalho dos brigadistas florestais

Últimas imagens

Além de mapas, os usuários também poderão encontrar publicações, notícias, infográficos, entre outros
Além de mapas, os usuários também poderão encontrar publicações, notícias, infográficos, entre outros
Divulgação/ICMBio
De acordo com as pastas, as iniciativas reforçam prioridades nacionais na área de segurança hídrica e alimentar
De acordo com as pastas, as iniciativas reforçam prioridades nacionais na área de segurança hídrica e alimentar
Paulo de Araújo/MMA
Brasil defenderá integração das medidas de proteção da biodiversidade com o setor produtivo
Brasil defenderá integração das medidas de proteção da biodiversidade com o setor produtivo
Divulgação/Governo do Mato Grosso
Ibama intensificará fiscalização para combater garimpos ilegais nas terras dos Munduruku
Ibama intensificará fiscalização para combater garimpos ilegais nas terras dos Munduruku
Paulenir Constâncio/MMA
Fernando Coelho Filho afirmou que setor sucroenergético tem papel importante para Brasil atingir compromissos
Fernando Coelho Filho afirmou que setor sucroenergético tem papel importante para Brasil atingir compromissos
Divulgação/Min. do Desenvolvimento Agrário

banner_servico.jpg

Governo digital