Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2016 > 02 > Rio recolhe 136 toneladas de lixo no segundo dia de desfiles de carnaval

Meio Ambiente

Rio recolhe 136 toneladas de lixo no segundo dia de desfiles de carnaval

Limpeza

Na ação, atuaram quase 500 garis durante toda a noite e madrugada, inclusive nas arquibancadas do Sambódromo
por Portal Brasil publicado: 07/02/2016 21h42 última modificação: 22/02/2016 11h56
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil Bloco carnavalesco Cordão do Boitatá atrai milhares de pessoas na praça XV, centro do Rio

Bloco carnavalesco Cordão do Boitatá atrai milhares de pessoas na praça XV, centro do Rio

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) recolheu, no segundo dia dos desfiles das Escolas de Samba do Grupo A,  no Sambódromo, da Avenida Marquês de Sapucaí e entorno, 23,76 toneladas de resíduos, além de 3,73 toneladas de material reciclável, do interior da passarela. Na ação, atuaram quase 500 garis durante toda a noite e madrugada, inclusive nas arquibancadas, mantendo o ambiente limpo durante os desfiles, além de outras 108 toneladas de detritos na passagem dos blocos pelas ruas da cidade, totalizando 136 toneladas de entulho.

Para a limpeza da passarela e imediações, os garis contam com o apoio diário de 67 máquinas e equipamentos, como minivarredeiras e sopradores, que agilizam a limpeza das arquibancadas e pista, caminhões basculantes, compactadores e pipas d'água (com água de reuso), além de pás carregadeiras. Além disso, a Comlurb disponibilizou 1.160 contêineres para descarte dos resíduos na passarela.

Carnaval de rua

No sábado (6), foram removidas 108 toneladas de lixo dos blocos que desfilaram pela cidade. Para evitar o acúmulo de lixo, a Comlurb preparou uma mega operação para a limpeza durante a passagem dos blocos, onde até 1,1 mil garis atuam por dia. Estão disponibilizados até 5 mil contêineres por dia para receber lixo em todas as vias e 90 sopradores para acelerar a limpeza após a passagem dos blocos.

Na zona sul e no centro do Rio, foram recolhidas 89,22 toneladas de lixo. Os blocos que mais despejaram resíduos no sábado de carnaval foram  O Cordão da Bola Preta, com 29,5 toneladas; o bloco da Favorita, 12,4 toneladas; a Banda de Ipanema, 12,1 toneladas; o Empolga, 5,5 toneladas e o Céu da Terra, com 2,8 toneladas de detritos.

Em Campinho, na Estrada Intendente Magalhães, a companhia de limpeza recolheu 6,7 toneladas de resíduos durante o carnaval de rua, e na Banda de Madureira, os garis recolheram 11,7 toneladas, totalizando 18,4 toneladas nos dois bairros da zona norte do Rio.

A zona oeste totalizou 680 quilos de resíduos após a passagem do  bloco Virilha de Minhoca. E na área da Barra da Tijuca, Jacarepaguá e locais próximos foram 650 quilos recolhidos. Os blocos que mais deixaram  resíduos foram a Deita mas não Dorme, da Taquara e Porre Certo, da Praça Seca, com 350 quilos de lixo recolhidos.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

registrado em: , ,
Assunto(s): Saúde

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Entenda as metas de conservação de energia em edifícios
Conheça a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (Ence) em Edificícios
Brasil assina acordo de Paris sobre mudança do clima
A cerimônia reuniu mais de 130 chefes de Estado em Nova Iorque, na sede das Nações Unidas
Mais de 80% das áreas rurais já foram registradas
O Ministério do Meio Ambiente apresentou, nesta sexta-feira (6), um balanço do Cadastro Ambiental Rural (CAR)
Conheça a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (Ence) em Edificícios
Entenda as metas de conservação de energia em edifícios
A cerimônia reuniu mais de 130 chefes de Estado em Nova Iorque, na sede das Nações Unidas
Brasil assina acordo de Paris sobre mudança do clima
O Ministério do Meio Ambiente apresentou, nesta sexta-feira (6), um balanço do Cadastro Ambiental Rural (CAR)
Mais de 80% das áreas rurais já foram registradas

Últimas imagens

Artigo publicado na revista Nature afirma que apenas o combate ao desmatamento não é suficiente para conservar a biodiversidade do bioma
Artigo publicado na revista Nature afirma que apenas o combate ao desmatamento não é suficiente para conservar a biodiversidade do bioma
Divulgação/Ministério do Meio Ambiente
A Samarco foi notificada para retirar o material com urgência e garantir a segurança da barragem.
A Samarco foi notificada para retirar o material com urgência e garantir a segurança da barragem.
Arquivo/Ibama
O Acordo de Paris busca limitar o aumento da temperatura média global a bem abaixo de 2°C, em relação aos níveis pré-industriais.
O Acordo de Paris busca limitar o aumento da temperatura média global a bem abaixo de 2°C, em relação aos níveis pré-industriais.
Foto: Scientific Visualization Studio/Fotos públicas
Iniciativa faz parte de política pública permanente de acesso à água de qualidade
Iniciativa faz parte de política pública permanente de acesso à água de qualidade
Foto: Paulo de Araújo/MMA
Vista da RPPN Raso do Mandi II, em Santa Catarina
Vista da RPPN Raso do Mandi II, em Santa Catarina
ICMBio/Germano Woehl Junior

Governo digital