Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2017 > 08 > Confira as principais dúvidas sobre a extinção da Renca

Meio Ambiente

Confira as principais dúvidas sobre a extinção da Renca

Meio Ambiente

Não houve extinção de reserva ambiental – o que foi fechado foi uma reserva mineral. Medida coíbe garimpos ilegais
por Portal Brasil publicado: 25/08/2017 18h57 última modificação: 26/08/2017 11h31

Com o decreto que extingue a Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca), o governo vai aumentar o rigor e coibir o garimpo clandestino na área. A extinção da Renca, uma antiga reserva mineral, não afeta as unidades de conservação federais existentes na região.

Para deixar claro o que é a Renca e como funciona a nova legislação, o Ministério de Minas e Energia criou uma lista com as principais dúvidas sobre o tema.

Confira: 

 1. O que era a Renca?

Criada em 1984 com o objetivo de proteger bens minerais, em razão de um possível desabastecimento no futuro, a Renca era uma reserva mineral de cobre e associados, localizada na divisa dos estados do Pará e do Amapá. 

Dentro dos limites da Renca, pesquisa e exploração mineral só ocorreriam nos termos da regulamentação específica. Na área, existem reservas indígenas e de preservação ambiental, com diferentes níveis de proteção.

2. Por que o governo federal extinguiu a Renca?

São dois fatores. Um é o interesse nacional no conhecimento geológico e das riquezas minerais do subsolo brasileiro. Outro, a constatação de que o impedimento da atividade mineral regular na região estimulou a instalação de garimpos ilegais, com efeitos nocivos à preservação ambiental da Floresta Amazônica.

3. Com a edição do decreto de extinção da Renca, a Amazônia fica desprotegida?

O decreto de extinção da Renca não altera em nada as normas que tratam da proteção da Floresta Amazônica, tampouco afeta as reservas ambientais lá existentes. A preservação da Amazônia, em respeito à legislação socioambiental brasileira, será fortalecida pelo combate às atividades ilegais na região.

Um exemplo de preservação ambiental associada à atividade de mineração devidamente licenciada é o Projeto Carajás, localizado na Floresta Nacional de Carajás. A mina ocupa apenas 2% da floresta e sua atividade econômica ajuda a financiar projetos de preservação ambiental.

4. O decreto da extinção da Renca afeta alguma reserva ambiental?

Não. Além de não afetar qualquer reserva ambiental na área, o decreto estabelece, explicitamente, que a legislação que trata de proteção à vegetação nativa, unidades de conservação e terras indígenas será respeitada.

5. O decreto da extinção da Renca afeta alguma reserva indígena?

Não. A mineração em terras indígenas depende de lei específica, ainda não editada, e o decreto não é o instrumento adequado para legislar sobre esse tema. Portanto, a extinção da Renca não tem nenhum efeito sobre a proteção e os direitos de povos indígenas.

6. O decreto de extinção da Renca afeta as áreas ocupadas por comunidades quilombolas ou povos tradicionais?

O decreto não modifica a legislação que trata de direitos das comunidades quilombolas tampouco afeta as garantias dos povos tradicionais.

7. Na área da extinção da Renca, as atividades de mineração poderão ser realizadas sem observância das exigências ambientais?

Qualquer empreendimento futuro na Renca terá de cumprir exigências rigorosas para licenciamento ambiental específico, que prevê ampla proteção socioambiental, como se exige em todo o território nacional.

8. A extinção da Renca estimulará uma invasão clandestina de garimpos, como foi o garimpo de Serra Pelada?

Pelo contrário, o objetivo do decreto é promover o combate às atividades garimpeiras ilegais. Tal medida fomenta o aproveitamento racional e sustentável, sob o controle do Estado, do potencial mineral daquela área. O fim da restrição da atividade mineral atrairá investimentos de empreendedores regulares, em processos transparentes, para o exercício da atividade mineral, nas áreas permitidas pelo Poder Público.

 9. A extinção da Renca implica numa flexibilização da legislação ambiental para a região?

Não. A legislação socioambiental brasileira é bastante cuidadosa e será aplicada para qualquer desenvolvimento de mineração na região, como ocorre em todo o Brasil.

10. A lei exige a avaliação de impactos ambientais ou sociais para a extinção da Renca?

A avaliação de impactos ambientais ou sociais não é pressuposto legal para a mera extinção de uma reserva mineral, haja vista que esse ato não tem repercussões em aspectos ambientais ou indigenistas, como demonstrado nas respostas anteriores.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério de Minas e Energia

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

Brasil é destaque no combate aos gases nocivos à camada de ozônio
Com três anos de antecedência, o País praticamente já cumpriu com todos os objetivos do protocolo de Montreal, acordo firmado em 1987, para proteger o ecossistema e a saúde
Ibama vai contratar cerca de 800 novos brigadistas florestais
Para prevenir e combater incêndios florestais, Ibama contrata cerca de 800 novos brigadistas para atuação temporária
PrevFogo utiliza dados coletador pelo Inpe para combater incêndios
Nesta época do ano, o Prevfogo intensifica a fiscalização das áreas florestais e diminui o índice de áreas destruídas por incêndios
Com três anos de antecedência, o País praticamente já cumpriu com todos os objetivos do protocolo de Montreal, acordo firmado em 1987, para proteger o ecossistema e a saúde
Brasil é destaque no combate aos gases nocivos à camada de ozônio
Para prevenir e combater incêndios florestais, Ibama contrata cerca de 800 novos brigadistas para atuação temporária
Ibama vai contratar cerca de 800 novos brigadistas florestais
Nesta época do ano, o Prevfogo intensifica a fiscalização das áreas florestais e diminui o índice de áreas destruídas por incêndios
PrevFogo utiliza dados coletador pelo Inpe para combater incêndios

Últimas imagens

Tema central do seminário deste ano será parcerias
Tema central do seminário deste ano será parcerias
Divulgação/ICMBio
Decreto que extingue a Renca determina proteção à vegetação, unidades de conservação e terras indígenas
Decreto que extingue a Renca determina proteção à vegetação, unidades de conservação e terras indígenas
Foto: Jefferson Rudy/MMA
Ciman atua em incêndios de nível 3, que exigem acionamento de recursos federais ou de outros estados
Ciman atua em incêndios de nível 3, que exigem acionamento de recursos federais ou de outros estados
Foto: Chico Valdiner/Governo do Mato Grosso
Todos os estados da Amazônia Legal apresentaram redução, segundo Instituto Imazon
Todos os estados da Amazônia Legal apresentaram redução, segundo Instituto Imazon
Arquivo/Agência Brasil
Conversão de multas será usada para recuperação de áreas degradas de afluentes do São Francisco
Conversão de multas será usada para recuperação de áreas degradas de afluentes do São Francisco
Foto: Gilberto Soares/MMA

banner_servico.jpg

Governo digital