Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2017 > 08 > Três novas unidades entram no projeto de proteção da Amazônia

Meio Ambiente

Três novas unidades entram no projeto de proteção da Amazônia

Preservação Ambiental

Áreas de conservação em Rondônia e Roraima poderão reforçar ações de proteção ambiental
por Portal Brasil publicado: 11/08/2017 20h23 última modificação: 03/10/2017 14h11

O Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa) vai abranger mais três unidades de conservação (UCs) em Rondônia e Roraima, localizadas na tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana. Ao todo, a Arpa apoia 72 UCs federais.

Assim, as unidades poderão elaborar plano de manejo, realizar reuniões do conselho gestor e providenciar proteção e aquisição de equipamentos para consolidação da proteção ambiental.

Coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente e executado em parceria com agências de áreas de proteção federais e estaduais, instituições privadas e sociedade civil, o Arpa é gerenciado financeiramente pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio) e financiado com recursos do Global Environment Facility (GEF), do governo da Alemanha (KfW), da Rede WWF, Moore Foundation e do Fundo Amazônia, por meio do BNDES, além de empresas como a Anglo American.

A consolidação do programa Arpa significa a implantação de uma estrutura mínima de gestão que garanta a integridade das unidades de conservação no curto prazo e viabilize o planejamento a médio prazo.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Instituto Chico Mendes

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

ICMBio completa 10 anos de atuação
Instituto agrega 324 unidades de conservação, que somam quase 80 milhões de hectares - o equivalente a 9% do território nacional
Confira as oportunidades geradas pelas Unidades de Conservação
Unidades de Conservação oferecem oportunidades para as comunidades do entorno e também aos visitantes. Confira entrevista com o presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski
ICMBio amplia trabalho de prevenção a incêndios
Presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, explica as ações do instituto para combater queimadas que ameaçam flora e fauna do País
Instituto agrega 324 unidades de conservação, que somam quase 80 milhões de hectares - o equivalente a 9% do território nacional
ICMBio completa 10 anos de atuação
Unidades de Conservação oferecem oportunidades para as comunidades do entorno e também aos visitantes. Confira entrevista com o presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski
Confira as oportunidades geradas pelas Unidades de Conservação
Presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, explica as ações do instituto para combater queimadas que ameaçam flora e fauna do País
ICMBio amplia trabalho de prevenção a incêndios

Últimas imagens

Empresa aderiu à nova regra, instituída por decreto assinado pelo presidente da República, Michel Temer, na tarde deste sábado (21)
Empresa aderiu à nova regra, instituída por decreto assinado pelo presidente da República, Michel Temer, na tarde deste sábado (21)
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília
Redução chega a 76% quando comparada a 2004. Os estados com maior queda são Tocantins (55%) e Roraima (43%)
Redução chega a 76% quando comparada a 2004. Os estados com maior queda são Tocantins (55%) e Roraima (43%)
Foto: Gilberto Soares/MMA
Processos passaram a ser mais ágeis, dinâmicos, e conferem mais vantagens aos produtores
Processos passaram a ser mais ágeis, dinâmicos, e conferem mais vantagens aos produtores
Foto: Eduardo Aigner/MDA

banner_servico.jpg

Governo digital