Cultura

Histórias em quadrinhos

Craques nacionais são eternizados por Maurício de Sousa

Nos gibis, Pelé, Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr. viraram crianças, transmitindo mensagens positivas para os novos leitores
publicado: 15/04/2014 15h44, última modificação: 23/12/2017 10h39
Craques nacionais são eternizados por Maurício de Sousa

Gibis eternizam Pelé, Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr. - Foto: Divulgação/Ministério do Esporte

O futebol é um dos patrimônios culturais do Brasil. O encanto e a magia do esporte nos campinhos de terra espalhados pelo País foram eternizados pelos traços do desenhista Maurício de Sousa nas páginas das histórias em quadrinhos da Turma da Mônica. Sempre conectados a temas da atualidade, os gibis têm o papel de divulgar o futebol para as crianças brasileiras e proporcionar às novas gerações a oportunidade de ter um contato com craques do passado, com o personagem Pelezinho – em referência ao rei Pelé – e do presente, com o Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr.

Durante palestra na Academia Paulista de Letras (APL) sobre os grandes eventos esportivos no Brasil, em São Paulo, na última semana, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, recebeu de Maurício de Sousa uma coleção de gibis com os personagens ligados à modalidade. “O futebol, no Brasil, é muito mais do que um esporte. É a primeira plataforma de promoção social dos jovens pobres e negros. Um espaço democrático, que desperta a paixão do povo brasileiro”, ressalta Aldo Rebelo.

Em ano de Copa do Mundo no Brasil, nada mais simbólico do que unir a paixão nacional pelo futebol e pelos quadrinhos em obras para o público infantil. Nos gibis de Maurício de Sousa, as grandes estrelas do futebol mundial Pelé, Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr. viraram crianças, transmitindo mensagens positivas para os novos leitores por meio de histórias engraçadas vivenciadas com família e amigos dos personagens.

O futebol entrou nas páginas Maurício de Sousa em 1976, com o Pelezinho. O Ronaldinho entrou para o gibi em 2006. Nas páginas de Maurício de Sousa, o jogador é um garoto de cerca de sete anos que adora jogar bola, com sotaque gaúcho, torce para o Grêmio e gosta de churrasco. O craque da seleção brasileira Neymar Jr. nasceu nos gibis em abril do ano passado, por meio do personagem que tem 10 anos, idade em que o jogador iniciou no esporte.  

Fonte:

Ministério do Esporte

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems