Cultura

Audiovisual

Brasil de Todas as Telas abre inscrições para produção em TVs Públicas

Período de inscrição encerra em 31 de março. Pelo segundo ano consecutivo, a linha disponibiliza R$ 60 milhões em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual
publicado: 28/12/2015 19h00, última modificação: 23/12/2017 10h25
Brasil de Todas as Telas abre inscrições para produção em TVs Públicas

Pelo segundo ano consecutivo, a linha disponibiliza R$ 60 milhões, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual - Foto: Divulgação/Ancine

A Agência Nacional de Cinema (Ancine) abriu, nesta segunda-feira (28), inscrições para cinco chamadas públicas regionais da Linha de Produção de Conteúdos destinados às TVs Públicas, do Programa Brasil de Todas as Telas. O período de inscrição encerra em 31 de março de 2016. Pelo segundo ano consecutivo, a linha disponibiliza R$ 60 milhões em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

Serão investimentos em obras destinadas ao campo público de televisão, nos segmentos de TV universitária, comunitária e educativa e cultural.

Os editais cumprem o cronograma previsto pelo Calendário de Financiamento da Ancine, compromisso assumido com o lançamento do Plano Ancine + Simples, plano de ações para a qualificação da gestão do financiamento público do audiovisual.

Com o objetivo de regionalizar a produção de conteúdos audiovisuais independentes, os editais são divididos pelas cinco regiões do País disponibilizando R$ 12 milhões para cada. Este ano, o edital da Região Sudeste será fracionado entre RJ/SP e MG/ES, destinando metade do valor para cada parte.

Compostos majoritariamente por obras seriadas, os cinco editais fomentarão a produção de 56 obras – 26 destinadas ao público adulto, 10 ao público jovem e 20 ao público infantil – totalizando mais de 200 horas de programação.

Os perfis de programação foram definidos a partir das propostas levantadas durante o Seminário de Programação da Linha de Produção de Conteúdos destinados às TVs Públicas, que aconteceu na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, nos dias 7 e 8 de dezembro.

Durante os dois dias, debates sobre programação para os públicos infantil, jovem e adulto mobilizaram representantes de aproximadamente 100 canais de programação e emissoras dos segmentos universitário, comunitário, educativo e cultural do campo público de televisão, além da participação remota de 40 TVs desses segmentos.

Programa Brasil de Todas as Telas

O Programa Brasil de Todas as Telas, lançado, em julho de 2014, pela presidenta Dilma Rousseff, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. O Programa, uma ampla ação governamental que visa a transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais, foi formulado pela ANCINE, em parceria com o MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual  FSA.

O resultado do primeiro ano do Programa superou as metas estabelecidas. Foram 306 longas-metragens e 433 séries ou telefilmes apoiados. A aposta no investimento em desenvolvimento de projetos também foi bem-sucedida, rendendo a estruturação de 55 núcleos criativos em todas as regiões do País e projetando o desenvolvimento de 620 projetos.  

Conheça os editais: PRODAV 08PRODAV 09PRODAV 10PRODAV 11 PRODAV 12.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Ancine

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems