Ciência e Tecnologia

Prêmio Almirante Álvaro Alberto para a Ciência e Tecnologia homenageia inovadores

publicado: 17/05/2012 11h22, última modificação: 22/12/2017 12h29

Pesquisadores e cientistas brasileiros que contribuem para o desenvolvimento científico e tecnológico nacional têm a chance de concorrer ao Prêmio Almirante Álvaro Alberto para a Ciência e Tecnologia. Instituído em 8 de abril de 1981, o prêmio honra o escolhido com uma medalha, um diploma e uma bonificação no valor de R$ 200 mil, concedida pela Fundação Conrado Wessel ao pesquisador cuja obra tenha colaborado para o progresso em sua área.

A premiação obedece a um sistema de rodízio, que a cada ano contempla uma das três grandes áreas de conhecimento: Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes; Ciências da Vida; e Ciências Exatas, da Terra e Engenharias. O vencedor é nomeado pela Comissão de Especialistas, constituída por nove pesquisadores indicados pelo Ministério da Ciência e Tecnologia.

O Prêmio Nacional de Ciência e Tecnologia foi criado em 1981 para a comemoração dos 30 anos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e tem como parceiros a Fundação Conrado Wessel e a Marinha do Brasil. Em de 29 de janeiro de 1986 foi alterado pelo Decreto nº 92.348, passando a se chamar Prêmio Almirante Álvaro Alberto para a Ciência e Tecnologia, e em 4 de outubro de 2006 foi restaurado pelo Decreto 5.924.

Veja mais informações sobre o Prêmio Almirante Álvaro Alberto para a Ciência e Tecnologia.