Esporte

Handebol feminino

Campeonato europeu classificará primeira equipe para o Rio 2016

Campeão, que será conhecido no próximo dia 21, vai se juntar ao Brasil, atual campeão mundial e já classificado por ser o país-sede
publicado: 07/12/2014 11h20, última modificação: 23/12/2017 10h50
Campeonato europeu classificará primeira equipe para o Rio 2016

Finalistas nos Jogos Londres 2012, Noruega e Montenegro estão entre as favoritas à conquista da primeira vaga para os Jogos Rio 2016 - Foto: Divulgação/Rio 2016

Os últimos cinco campeões Olímpicos do handebol feminino são europeus. E será justamente do “Velho Continente”, berço e potência do esporte, que virá o primeiro classificado para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

A partir deste domingo (7), as 16 melhores seleções do continente disputarão, na Croácia e na Hungria, o campeonato europeu, último torneio classificatório do ano para os Jogos Rio 2016. O campeão, que será conhecido no dia 21 de dezembro, garantirá sua vaga, juntando-se ao Brasil, atual campeão mundial e já classificado por ser o país-sede.

Das dez edições Olímpicas que tiveram disputas femininas de handebol, apenas em Seul 1988 e Barcelona 1992 a hegemonia europeia foi quebrada, com títulos consecutivos da Coreia do Sul. Dinamarca, com três títulos, Noruega e União Soviética, com dois, e Iugoslávia, com um, levaram o ouro Olímpico à Europa.

Dona da medalha de ouro em Pequim 2008 e Londres 2012, a Noruega chega à competição disposta a voltar ao topo do pódio no continente, após ver sua série de quatro títulos europeus consecutivos interrompida na edição de 2012, vencida por Montenegro.

Quinta colocada no campeonato mundial de 2013, a equipe mira na classificação para os Jogos Rio 2016. “Garantir a vaga Olímpica significa que fomos muito bem no campeonato, então é claro que este é o nosso maior desejo. Todo atleta sonha em participar e vencer os Jogos Olímpicos, então toda oportunidade de classificação é muito importante. Vamos pensar em um jogo de cada vez e conquistar a vaga seria o prêmio perfeito para nós. Será um campeonato muito disputado e vários times podem vencer", afirmou a central Stine Bredal Oftedal, em entrevista ao site rio2016.com.

Atual campeã europeia e vice-campeã Olímpica, a seleção de Montenegro quer deixar para trás os maus resultados obtidos durante a preparação para o campeonato europeu. O time foi derrotado duas vezes pela Croácia e espera recuperar seu melhor ritmo antes da estreia.

“Não lembro a última vez que cometemos tantos erros. Mas foi bom termos tido a oportunidade de nos deparar com as nossas fraquezas, pois tivemos chance de corrigi-las para o campeonato europeu. Tenho certeza que estaremos no nível que queremos na estreia contra a Sérvia”, analisou Katarina Bulatovic.

Rival montenegrina na estreia, a seleção sérvia, por outro lado, vive uma fase de crescimento desde a chegada do técnico Sasa Boskovic, em 2011. A equipe foi semifinalista do campeonato europeu de 2012 e conquistou a medalha de prata no campeonato mundial de 2013. Agora, espera garantir a inédita classificação para os Jogos Olímpicos.

“Nossa meta principal é garantir a classificação para os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. Temos dois times de alto nível no nosso grupo, a França e Montenegro, e também não subestimamos a Eslováquia. Olhando para os outros grupos, posso dizer que o campeonato europeu nunca foi tão forte e que nenhuma equipe está aqui sem merecimento”, comentou o treinador.

A Espanha, que conquistou o bronze nos Jogos Londres 2012 e no campeonato mundial de 2011, espera se recuperar das duas últimas participações no campeonato europeu, em 2010 e 2012, quando ficou em 11º lugar. A equipe sabe da importância da competição na caminhada rumo os Jogos Rio 2016.

“Nossa meta é chegar aos Jogos Olímpicos do Rio e temos o campeonato europeu e o campeonato mundial de 2015 para nos aproximar disso. Queremos ficar pelo menos entre os cinco melhores, já que assim teríamos grandes chances de participar do pré-Olímpico mundial”, diz a ponta Elisabeth Pinedo.

As 16 seleções que participam da competição estão divididas em quatro grupos. A Hungria recebe as seleções das chaves A, formada por Espanha, Hungria, Polônia e Rússia, e B, composta por Dinamarca, Noruega, Romênia e Ucrânia.

Enquanto isso, os grupos C, que conta com Alemanha, Croácia, Holanda e Suécia, e D, que reunirá França, Montenegro, Sérvia e Eslováquia, terão os confrontos da primeira fase realizados em solo croata.

Além do Brasil e do campeão europeu, outras dez seleções femininas disputarão os Jogos Olímpicos Rio 2016. Seis vagas serão definidas no pré-Olímpico mundial, três por meio de classificatórios continentais e uma estará em jogo no campeonato mundial de 2015.

Fonte:
Rio 2016

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems