Esporte

Campeonato

Paraguai sediará os Jogos Sul-Americanos Escolares 2015

Chile foi escolhido para presidir o Conselho Sul-Americano de Esporte (Consude) pelos próximos dois anos
publicado: 07/12/2014 16h17, última modificação: 23/12/2017 10h59
Paraguai sediará os Jogos Sul-Americanos Escolares 2015

Conselho Sul-Americano de Esporte se reuniu para escolha da sede da próxima edição - Foto: Divulgação/Ministério do Esporte

Neste sábado (6), em Aracaju (SE), o Paraguai foi o escolhido para sediar os Jogos Sul-Americanos Escolares 2015. Em assembleia ordinária, o Conselho Sul-Americano de Esporte (Consude), também conduziu a eleição para escolha do país que presidirá o Conselho pelos próximos dois anos. Por unanimidade, o Chile foi o eleito e o Peru ficou com a primeira vice-presidência, e a Venezuela com a segunda.

No evento, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, falou sobre o risco que o doping tem gerado ao esporte e a necessidade de combatê-lo. “Acredito que alguns buscam o doping para conseguir resultados e com isso patrocínio, mas é preciso que haja sanções”, explicou o ministro.

Rebelo também apontou três ameaças que têm atrapalhado o esporte: a dopagem de atletas, principalmente nas modalidades de alto rendimento, a compra de grandes eventos que trazem para o campo do esporte uma descontrolada e espúria luta mercadológica, e a manipulação de resultados de competições esportivas que geraria um mercado fraudulento de apostas, de dimensões internacionais.

O presidente do Consude, o uruguaio Ernesto Irurueta, que passou o cargo à ministra do Esporte do Chile, Natalia Riffo – primeira mulher a ocupar o cargo —, agradeceu ao Brasil pela oportunidade de realizar os Jogos Sul-Americanos em Aracaju. “Todo esse esforço foi vital para manter viva a união e respeitar as diferenças”, afirmou o presidente.

Também foi discutida a criação de uma organização antidopagem para a América do Sul. “É preciso que todos os países adotem o novo código mundial de dopagem, que é para ser implantado em 1º de janeiro de 2015. Apenas três países do continente estão alinhados e temos menos de 30 dias para implantar, sabemos que não dará tempo, mas estamos à disposição para colaborar em cada adaptação das normas”, explicou Irurueta, acrescentando que este assunto terá continuidade no Seminário de antidopagem, que acontecerá em abril do próximo ano, na Venezuela. 

Também foi informado aos membros do Consude, a realização da reunião do Comitê Intergovernamental de Educação Física e Esporte da Unesco, a se realizar em Lausanne, na Suíça, de 28 a 30 de janeiro de 2015, e que dará continuidade ao debate sobre a revisão da Carta Internacional de Educação Física e Esporte da Unesco.

O ministro Vilmar Coutinho Júnior, da assessoria Internacional do Ministério do Esporte, distribuiu entre as delegações o anteprojeto de revisão da carta e pediu aos países membros que repassassem eventuais comentários sobre o assunto às delegações de Brasil, Colômbia e Cuba, países que representam a região da América Latina e Caribe no Cigeps.

 

Fonte:
Ministério do Esporte

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems