Saúde

Ministério da Saúde lança campanha para incentivar hábito de lavar as mãos nas escolas

publicado: 14/10/2011 16h23, última modificação: 23/12/2017 02h54

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que a maioria das infecções pode ser prevenida por meio de uma única medida – lavar as mãos sempre e de forma correta. Na véspera do Dia Mundial de Lavar as Mãos, o Ministério da Saúde lançou a campanha Saúde a Gente Também Aprende na Escola. Lave as Mãos com Água e Sabão.

O objetivo da pasta, que conta com a parceria da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), é conscientizar a população, principalmente estudantes, professores e funcionários de colégios, sobre os benefícios de higiene adequada das mãos, afastando doenças transmitidas por bactérias, vírus e fungos.

Para o infectologista Mauro Asato, o hábito de lavar as mãos deve começar a ser ensinado em casa. Na escola, entretanto, é preciso que haja um reforço sobre a importância de uma boa higiene.

“Com uma lavagem inadequada, eu posso estar carregando algum vírus ou bactéria”, destacou. “Algumas dessas doenças podem apresentar quadros como o de uma gripe ou diarreia, e hepatites virais, além de outras doenças bacterianas”, completou.

Veja abaixo as principais orientações do Ministério da Saúde para lavar as mãos de forma correta:

1 - Molhe as mãos com água e aplique o sabonete;

2 - Ensaboe as mãos, esfregando uma na outra;

3 - Esfregue a palma de uma das mãos nas costas da outra, entrelaçando os dedos, e vice-versa;

4 - Entrelace as mãos e esfregue bem os espaços entre os dedos;

5 - Enxague bem as mãos com água;

6 - Seque as mãos com papel toalha e o utilize para fechar a torneira.

A OMS recomenda que o procedimento dure entre 40 e 60 segundos. A torneira deve ficar fechada enquanto as mãos estão sendo ensaboadas.


Fonte:
Agência Brasil